APROPRIAÇÃO DO SISTEMA LINGUÍSTICO DA LÍNGUA PORTUGUESA POR ALUNOS SURDOS:

UMA ANÁLISE A PARTIR DAS PRÁTICAS DE LEITURA, ESCRITA, REVISÃO E REESCRITA

Autores

Palavras-chave:

1. Revisão de literatura, 2. Práticas pedagógicas, 3. Sistema linguistico, 4. Surdos

Resumo

Analisa-se, produções acadêmicas que tematizam leitura, escrita, revisão e reescrita de alunos surdos, a verificar o processo de apropriação do sistema linguístico do português escrito. Questionamos: Os alunos surdos conseguem se apropriar do sistema linguístico do português com as práticas atuais de ensino? Uma revisão sistemática da literatura fora realizada nas bases de dados da Scientific Electronic Library Online e Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. Com os descritores “leitura”, “escrita” e “surdos”, identificou-se 185 publicações, com amostra final, 13 estudos. Resultados: i) surdos com defasagens na língua materna e português escrito; ii) falta práticas de revisão e reescrita de textos; iii) ausência de propostas de leitura/escrita como trabalho pedagógico, que permita aos surdos, a construção de sentidos nos discursos escritos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elsa Midori Shimazaki, Universidade do Oeste Paulista

Graduada em Letras Anglo-Portuguesas pela Universidade Estadual de Maringá e em Pedagogia pela Fundação Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Mandaguari; Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas; Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Foi professora do Departamento de Teoria e Prática da Educação e é professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE e da Universidade Estadual de Maringá - UEM. Faz parte dos grupos de pesquisa: Estado, Políticas Educacionais e Democracia (EPED), Ensino e Inclusão de Pessoas com Deficiência e Aprendizagem e Desenvolvimento Escolar e Interação e Escrita e é líder do grupo de pesquisa Educação, Linguagem e Letramento. Atua nas áreas de Educação Especial; Educação Matemática, Leitura e Escrita, Alfabetização; Formação de professores, Políticas educacionais. Realizou estágio de pós-doutorado no Programa e Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual de Maringá.

Cristina Ferreira Acencio, Secretaria de Estado da Educação do Paraná - SEED/PR.

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá(UEM), Especialização em Gestão Escolar, Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional, Especialização em Educação Especial e Mestre em Educação pela UEM. Atualmente é professora de apoio em contraturno escolar na Prefeitura do Município de Maringá e Pedagoga do Governo do Estado do Paraná. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Inclusiva, é colaboradora como docente do curso de Pós-graduação na instituição JF Cursos.

Downloads

Publicado

2022-12-13

Edição

Seção

Artigos de fluxo contínuo