A CANÇÃO DE APRESENTAÇÃO COMO UM RECURSO DE MUSICOTERAPIA NA SAÚDE MENTAL

Marcelo Rubens Reis, Marina Horta Freire

Resumo


Resumo: A música é uma ferramenta que tem o potencial de proporcionar ao ser humano a liberação de emoções, entre tantas outras importantes funções. Atualmente as canções são consideradas um importante recurso musicoterapêutico no contexto da Saúde Mental, e,desde o surgimento da Musicoterapia, elas são citadas neste contexto. Este artigo tem o objetivo de apresentar e refletir, através da análise de conteúdos, o uso da técnica Canção de Apresentação no âmbito da Musicoterapia inserida na Saúde Mental. A análise foi feita a partir dos relatórios catalogados de sessões em grupo, que aconteceram em uma instituição psiquiátrica particular, utilizando as canções como uma forma de apresentação dos participantes. Além de apontar diferentes tipos possíveis de Canções de Apresentação, esta investigação mostra que essa técnica contribui para o vínculo terapêutico inicial, tema inicial de intervenção, processo musicoterapêutico futuro, entre outros, trazendo vários benefícios ao usuário e ao musicoterapeuta que a utiliza. Abstract: Music is a tool that has the potential to provide the human being with the release of emotions, among many other important functions. Currently  songs are considered an important Music Therapy resource in the context of Mental Health and since the emergence of Music Therapy they are mentioned in this context. This article aims to present and reflect, through content analysis, the use of the Presentation Song technique in Music Therapy inserted in Mental Health. The analysis was made from the cataloged reports of group sessions, which happened in a particular psychiatric institution, using songs as a form of presentation of the participants. In addition to pointing out different possible types of Presentation Songs, this research shows that this technique contributes to the initial therapeutic bond, initial theme of intervention, future Music Therapy process, among others, bringing several benefits to the client and the music therapist who uses it.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, Pauline. Music Therapy May Strike the Right Note for Schizophrenia. ­ Medscape, Jun 16, 2017. Disponível em: www.medscape.com/viewarticle/881730 . Acesso em 01 Dez 2017.

BRUSCIA, K. E. Definindo Musicoterapia. Rio de Janeiro: Enelivros, 2000

CHAGAS, M, & PEDRO, R. Musicoterapia desafios entre a modernidade e a contemporaneidade: como sofrem os híbridos e como se divertem. Rio de

Janeiro: Mauad e Bapera Editora, 2008

JOHNSON, Sarah B. Therapeutic Singing (TS). THAUT, Michael & HOEMBERG, Volker. Handbook of Neurologic Music Therapy. Reino Unido: Oxford, Cap.16, p.185-195, 2005.

MILLECCO Filho, Luis Antônio, BRANDÃO, Maria Regina E., MILLECCO, Ronaldo P. É Preciso Cantar – Musicoterapia, Canto e Canções. Rio de Janeiro: Enelivros. 2000.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

ODELL-MILLER,Helen. Music Therapy in mental health. Approaches. Dinamarca, V.9, N.1, p. 11-13, 2017.

PEDERSEN, I,Nygaard. Music Therapy in psychiatry/ mental health. Approaches, Dinamarca, p. 14-18, 2017.

PUCHIVAILO, Mariana Cardoso. HOLANDA, Adriano Furtado. A história da musicoterapia na psiquiatria e na saúde mental: dos usos terapêuticos da música à musicoterapia. Revista Brasileira de Musicoterapia, Ano XVI, n° 16, p. 122-142, 2014.

RUUD, Even. Caminhos da Musicoterapia. Tradução de Vera Bloch Wroebel. São Paulo: Summus, 1990.

SCHAPIRA, Diego; FERRARI, Karina; SÁNCHEZ, Viviana; HUGO, Mayra. Musicoterapia Abordaje Plurimodal. Argentina: ADIM Edições, 2007.

HOUGTHON, Becki; SCOVEL, Mary A; SMELTEKOP, Roger; THAUT, Michael; UNKEFER, Robert; WILSON, Brian. Taxonomy of Clinical Music Therapy Programs and Techniques for mental disorders. In: THAUT, Michael H; UNKEFER, Robert F. Music Therapy in the Treatment of Adults With Mental Disorders: theoretical bases and clinical interventions. Estados Unidos: Barcelona Publishers, Part 3. p.185-209, 2005.

VOLPI, Sheila Maria. SILVA, Luciana. Ressonâncias do trabalho musicoterapêutico em grupo no contexto da saúde mental: mergulhando no universo da loucura. Revista Incantare, V. 6, N.2, p. 149-171, jul./dez. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Governo do Estado do Paraná
Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
InCantare: R. Pesq. Musicoterapia, Curitiba, Faculdade de Artes do Paraná, ISSN 2317-417X