ARTE & ADVERSIDADE: UMA ESPERANÇA EQUILIBRISTA PARA O ENSINO MÉDIO EM TEMPOS SOMBRIOS

Autores

  • Denise Stefanoni Combinato
  • Ana Dair Moraes Ortiz Endrizzi
  • Dayse Rodrigues de Lima
  • Deborah Caroline Ramos Bahiense
  • Gislaine Aparecida dos Reis
  • Karina Aparecida de Camargo

Resumo

Considerando a possibilidade de a arte promover reflexão e alento em momentosde adversidade, o objetivo geral deste trabalho foi ampliar a experiência de estudantesdo Ensino Médio articulando arte e pandemia, tendo em vista o fortalecimento para oenfrentamento das adversidades ocasionadas pela pandemia da COVID-19, incluindoaspectos subjetivos, sociais e de ensino-aprendizagem. A partir da canção "O Bêbado e aEquilibrista" , composta por Aldir Blanc e João Bosco, buscamos discutir, refletir e criar comalunos de uma escola estadual de ensino integral através da participação em uma disciplinaeletiva com ensino remoto. Adotamos uma abordagem qualitativa pautada na pesquisaaçãoe fundamentada na Pedagogia histórico-crí­tica e Psicologia histórico-cultural. Após aapresentação e discussão da música – significados e contexto da composição, propomosa criação de paródias a fim de incentivar os alunos a expressarem seus sentimentos emforma de arte. Como resultado, identificou-se nos relatos e nas composições dos alunosexpressões de solidão, isolamento, perdas, medo, saudade e, ao mesmo tempo, esperançaem relação ao futuro. Destaca-se que, antes da atividade proposta, os sentimentos dosalunos eram predominantemente negativos e, após a expressão artí­stica, os sentimentosse transformaram e foram identificados a, por exemplo, feliz, calmo, tranquilo, entre outros.

Downloads