Memorização, Percepção Musical e Cognição – Oito questionamentos do dia-a-dia

Autores

  • Caroline Caregnato Universidade do Estado do Amazonas

Resumo

Memorização é uma atividade praticada por músicos e ouvintes em seu cotidiano e, como não poderia deixar de ser, também em situações de ensino de Música como as encontradas na aula de Percepção Musical. Este artigo tem como objetivo discutir um grupo de oito questionamentos envolvendo a memorização no contexto da Percepção Musical, partindo, para tanto, da revisão de pesquisas realizadas no campo da Cognição Musical. Os pontos debatidos ao longo do trabalho dizem respeito à possibilidade da memória musical de reter informações especí­ficas, à existência de diferentes tipos de memória, à possibilidade de desenvolvimento da memorização em música, à relação entre memória e pensamento, à interferência da quantidade de repetições, do tamanho e do andamento da música na memorização e, por fim, à ocorrência de alterações coerentes na memória musical.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline Caregnato, Universidade do Estado do Amazonas

Caroline Caregnato é Doutora em Música pela Universidade Estadual de Campinas, Mestre em Música pela Universidade Federal do Paraná, Licenciada em Música pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e Licenciada em Educação Artí­stica, com habilitação em Artes Plásticas, pela Universidade Federal do Paraná. É professora da Universidade do Estado do Amazonas, onde leciona disciplinas da área de Percepção Musical e Cognição Musical, sendo também membro do Programa de Pós-graduação em Letras e Artes da mesma instituição. Realiza pesquisas unindo as áreas de Cognição, Educação e Percepção Musical, com ênfase na teoria de Piaget. E-mail: carolinecaregnato@gmail.com

Referências

AKIVA-KABIRI, L.; VECCHI, T.; GRANOT, R.; BASSO, D.; SCHÖN, D. Memory for tonal pitches: a music-length effect hypothesis. In: Annals of the New York Academy of Sciences, New York, vol. 1169, p. 266-269, 2009. Disponí­vel em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19673790>. Acesso em: 20/12/2017.

BLIX, H. S. Learning strategies in ear training. In: Reitan, I. E.; Bergby, A. K.; Jakhelln, V. C.; Shetelig, G.; Øye, I. F. (ed.). Aural perspectives on musical learning and practice in higher music education. Oslo: Norges musikkhøgskole, 2014. p. 97-115.

BUTLER, D. The musician"™s guide to perception and cognition. New York: Schirmer Books, 1992.

CAREGNATO, C. O desenvolvimento da competência de notar músicas ouvidas: um estudo fundamentado na teoria de Piaget visando í construção de contribuições í atividade docente. Tese (Doutorado em Música). Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

CHAFFIN, R.; DEMOS, A. P.; LOGAN, T. Performing from memory. In: HALLAM, S.; CROSS, I.; THAUT, M. The Oxford Handbook of Music Psychology. 2 ed. Oxford: Oxford University Press, 2016. p. 559-571.

COHEN, M. A.; EVANS, K. K.; HOROWITZ, T. S.; WOLFE, J. M. Auditory and visual memory in musicians and nonmusicians. Psychonomic Bulletin and Review, n. 18, p. 586-591, 2011. Disponí­vel em: <http://search.bwh.harvard.edu/new/pubs/CohenEtAlAudMemPBR2011.pdf>. Acesso em: 20/12/2017.

DEUTSCH, D. The processing of pitch combinations. In: DEUTSCH, D. (ed.). The psychology of music. 3 ed. London: Academic Press, 2013.

DOWLING, W. J. Scale and contour: two components of a theory of memory for melodies. Psychological Review, vol. 85, n. 4, p. 341-354, 1978. Disponí­vel em: <http://psycnet.apa.org/index.cfm?fa=buy.optionToBuy&id=1979-22754-001>. Acesso em: 20/12/2017.

______. Melodic contour in hearing and remembering melodies. In: AIELLO, R. (ed.). Musical perceptions. New York: Oxford University Press, 1994.

JERDE, T. A.; CHILDS, S. K.; HANDY, S. T.; NAGODE, J. C.; PARDO, J. V. Dissociable systems of working memory for rhythm and melody. NeuroImage, n. 57, p. 1572-1579, 2011. Disponí­vel em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21645625>. Acesso em: 20/12/2017.

KALAKOSKI, V. Effect of skill level on recall of visually presented patterns of musical notes. Scandinavian Journal of Psychology, n. 48, p. 87-96, 2007. Disponí­vel em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17430362>. Acesso em: 20/12/2017.

KARPINSKI, G. S. Aural skills acquisition: the development of listening, reading, and performing skills in college-level musicians. New York: Oxford University Press, 2000.

KELLER, T. A.; COWAN, N.; SAULTS, J. S. Can auditory memory for tone pitch be rehearsed? Journal of Experimental Psychology: Learning, Memory and Cognition, vol. 21, n. 3, p. 635-645, 1995. Disponí­vel em: <http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/7602265>. Acesso em: 20/12/2017.

KLEEMAN, J. E. The parameters of musical transmission. The Journal of Musicology, vol. 14, n. 1, p. 1-22, 1985-1986. Disponí­vel em: <http://www.jstor.org/stable/763720>. Acesso em: 20/12/2017.

KRUMHANSL, C. L. Memory for musical surface. Music and Cognition, vol. 19, n. 4, p.401-411, 1991. Disponí­vel em: <http://music.psych.cornell.edu/articles/tonality/MemoryForMusicalSurface.pdf>. Acesso em 20/12/2017.

PIAGET, J.; INHELDER, B. Memória e inteligência. Rio de Janeiro: Editora Artenova/Editora da Universidade de Brasí­lia, s.d.

RADVANSKY, G. A.; POTTER, J. K. Source cuing: memory for melodies. Memory and Cognition, vol. 28, n. 5, p. 693-699, 2000. Disponí­vel em: <http://www3.nd.edu/~memory/Reprints/Radvansky%20&%20Potter%202000%20%28Memory%20&%20Cognition%29.pdf>. Acesso em: 20/12/2017.

ROGERS, Michael R. Teaching approaches in music theory: an overview of pedagogical philosophies. 2 ed. Carbondale: Southern Illinois University Press, 2004.

SLOBODA, J. A. A mente musical: a psicologia cognitiva da música. Londrina: EDUEL, 2008.

______. Immediate recall of melodies. In: SLOBODA, J. A. Exploring the musical mind: cognition, emotion, ability, function. New York: Oxford University Press, 2010.

THOMPSON, W. F. Intervals and scales. In: DEUTSCH, D. (ed.). The psychology of music. 3 ed. London: Academic Press, 2013, p. 107-140.

VANZELLA, P.; WEISS, M.; SCHELLENBERG, G.; TREHUB, S. O ouvido absoluto não facilita a memorização de melodias. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇíO E ARTES MUSICAIS, 10, 2014, Campinas. Anais... Campinas: 2014, p. 285-292. Disponí­vel em: <http://www.abcogmus.org/simcam/index.php/simcam/simcam10/paper/view/391>. Acesso em: 20/12/2017.

WHITE, John D. Guidelines for college teaching of music theory. 2 ed. Lanham: The Scarecrow Press, 2002.

Downloads

Publicado

29.12.2017

Como Citar

Caregnato, C. (2017). Memorização, Percepção Musical e Cognição – Oito questionamentos do dia-a-dia. Revista Vórtex, 5(3). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/vortex/article/view/2158

Edição

Seção

Dossiê