Amador x Profissional - a situação do músico na cena de jazz da cidade de São Paulo

Marcus Vinicius de Almeida

Resumo


Neste artigo, o autor analisa a cena de jazz da cidade de São Paulo. Para isso, foram investigados bares especializados em jazz. Após apresentar as características da cena, são levantadas algumas situações de conflito, resultantes de interesses divergentes dos participantes. Ao final, baseado em observações de Ruth Finnegan, discute-se a relação entre músico amador e músico profissional e a situação dos jazzistas nesse contexto.

Texto completo:

PDF

Referências


BENNETT, Andy e PETERSON, Richard A.. “Introducing Music Scenes”. In: BENNETT, Andy e PETERSON, Richard A. (eds.). Music Scenes: Local, Translocal, And Virtual. Nashville: Vanderbilt University Press, 2004, pp 1 - 15.

FINNEGAN, Ruth. The Hidden Musicians: Music-making In An English Town. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

KRUSE, Holly. Subcultural Identity In Alternative Music Culture. In: Popular Music, 12, pp. 33 – 41, 1993.

REYNOLDS, Simon. Against Health And Efficiency: Independent Music In The 1980’s. In: Zoot Suits And Second-Hand Dresses, Boston: ed. Angela McRobbie, 1989.

SMALL, Christopher. Musicking: The Meanings Of Performing And Listening. Middletown: Wesleyan University Press, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.