Uma proposta de sistematização de notação percussiva para o violão

Autores

  • Amanda Carpenedo Universidade de Aveiro, INET-md
  • Helena Marinho Universidade de Aveiro, INET-md

DOI:

https://doi.org/10.33871/23179937.2020.8.3.3994

Palavras-chave:

Notação musical, Violão percussivo, Performance musical

Resumo

As práticas do violão percussivo vêm ganhando cada vez mais espaço nas pesquisas e nas práticas musicais. Todavia, os registros escritos e a ausência de sistematização das terminologias e representações dos recursos percussivos apresentam fragilidades. O presente trabalho, a partir de pesquisas bibliográficas e levantamento e análise de dez peças com recursos percussivos, propõe um sistema de notação percussiva para violão de forma estruturada e com aplicação prática. Os resultados obtidos apontam para a viabilidade e o fácil entendimento deste sistema de notação, tanto para violonistas quanto para compositores e arranjadores que quiserem incorporá-lo em seus trabalhos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Carpenedo, Universidade de Aveiro, INET-md

Amanda Carpenedo é mestre em Performance pela Universidade de Aveiro, Portugal. Sua pesquisa tem como foco a elaboração de arranjos para violão solo utilizando recursos percussivos. Possui os tí­tulos de Licenciada e Bacharela em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, tendo recebido o diploma de láurea acadêmica em ambas graduações. Participou de grupos de câmara como o trio "Damas do violão" e "Camerata Violões de Porto". Atualmente desenvolve trabalhos com violão solo, atua como violonista convidada na Orquestra Portuguesa de Guitarras e Bandolins, é professora de violão e colunista no portal Violão e Ponto. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-8974-3884

Helena Marinho, Universidade de Aveiro, INET-md

Helena Marinho é professora associada da Universidade de Aveiro e investigadora do INET-md. Os seus interesses de pesquisa incluem investigação em performance musical e música portuguesa dos séculos XX e XXI. A sua pesquisa tem sido publicada em várias editoras e revistas nacionais e internacionais, e já liderou 3 projectos trienais financiados pela FCT e fundos europeus. É regularmente convidada como parecerista de avaliações de bolsas, publicações e instituições. Como pianista, tem apresentado concertos em salas e festivais nacionais e internacionais, com especialização em música contemporânea, e gravou já 10 CDs. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-5868-8480

Referências

BARBA, Fernando, & BARBATUQUES, Núcleo Educacional. O corpo do som: experiências do Barbatuques. Música na educação básica, Brasí­lia, 5, 5, 39–49, 2013.

BELLINATI, Paulo. Jongo. San Francisco: Guitar Solo Publication, 1993. (Partitura), 12. Violão.

BOLíO, Oscar. O batuque é privilégio: A percussão na música do Rio de Janeiro para músicos, arranjadores e compositores. São Paulo: Irmãos Vitale, 2010.

CARPENEDO, Amanda. A elaboração de arranjos para violão solo utilizando recursos percussivos. 2020. Dissertação de Mestrado em Música. Universidade de Aveiro, Aveiro, 2020.

COLARES, Ari, & PAIVA, Rodrigo Gudin. Percussão básico 1, turma a. São Paulo: Associação Amigos do Projeto Guri, 2016.

COLOMBO, Thiago. La toqueteada. [s.l.]: Edição do autor, 2017. (partitura), 6. Violão.

DUFOUR. Antoine. These moments. [s.l.] Edição do autor, 2011. (partitura), 11. Violão.

DYENS, Roland. Night & day: 10 jazz arrangements for solo guitar. San Francisco: Guitar Solo Publication, 2005. (partitura), 11. Violão.

FERNANDES, Stanley. Analysis of percussive resources in 5 reference works of the contemporary solo concert guitar literature. [s.l.]: Manuscrito do autor. 2016.

GOMM, Jon. Passionflower. Yorkshire: Edição do autor, 2011. (partitura), 11. Violão

INDA, Amilcar Rodrigues. Varias posibilidades sonoras de la guitarra en la musica contemporanea. Florida: Efecé, 1984.

JOSEL, Seth. F., & TSAO, Ming. The techniques of guitar playing. Kassel: Bärenreiter, 2014.

KAMPELA, Arthur. Danças percussivas. [s.l.]: Edição do autor, 1995. (partitura), 43. Violão.

KRIEGER, Edino. Ritmata. Paris: Éditions Max Eschig, 1975. (partitura), 5. Violão

LUNN, Robert Allan. Extended techniques for the classical guitar: A guide for composer. 2010. Tese (Doutorado) Ohio: Ohio State University, 2010.

OLIVEIRA, Cristiano Braga de. A técnica violoní­stica em expansão: Revisão histórica e uma proposta de categorização. 2020. Tese (Doutorado, Performance Musical). Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais, 2020.

PASIECZNY, Marek. Bossa. Kraków: wydaenictwo Euterpe, 2005. (partitura), 2. Violão.

RAUSCHER, Tobias. Fingerstyle guitar secrets. [s.l.]: Edição do autor, 2017. Disponí­vel em: <https://fingerstyleguitarsecrets.com/>. Acesso em: 31 ago. 2020.

REED, Preston. Ladies night (transcrito por MUCKALA,Bruce.W.). [s.l.] Suite Hoodeet Music (ASCAP), 1995. (Partitura). 20. Violão.

RIVERA, Miguel. The percussive acoustic guitar method: Volume 1. [s.l.]: Edição do autor, 2018. ROCCA, Edgard. Ritmos brasileiros e seus instrumentos de percussão. Rio de Janeiro: Escola Brasileira de Música,1986.

SOUSA, Kestern Hanah de, & FERNANDES, Stanley Levi Nazareno. O violão percussivo: Levantamento, catalogação, classificação e sistematização de recursos instrumentais. Anais do 1º Simpósio Internacional de Violão: O violão na América Latina: Diálogos, tendências, perspectivas. Belo Horizonte, 1, 55–69, 2018.

TABORDA, Marcia Ermelindo. Violão e identidade nacional: Rio de Janeiro, 1830-1930. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

TELLES, Mariano. Vanera para bailar solito. Porto Alegre: Edição do autor, 2017. (partitura), 8. Violão.

VERBEL, Mauricio Arredondo. Técnicas para el uso de efectos percutidos en la guitarra acústica aplicados a 3 ritmos de la música tradicional del litoral atlántico colombiano (fandango, chalupa y bullerengue) evidenciados en tres composiciones para dúo de guitarras. 2019. Dissertação (Mestrado). Universidad EAFIT, Medellí­n, 2019.

WOODS, Chris. Percussive acoustic guitar. Victoria: Hal Leonard, 2013.

ZANIN, Fabiano Carlos. Aspectos gerais da música flamenca. 2005. Dissertação (Mestrado, Musicologia). Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

Downloads

Publicado

15.12.2020

Como Citar

Carpenedo, A., & Marinho, H. (2020). Uma proposta de sistematização de notação percussiva para o violão. Revista Vórtex, 8(3). https://doi.org/10.33871/23179937.2020.8.3.3994

Edição

Seção

Artigos