Três modalidades de comércio musical nas primeiras décadas do Brasil Oitocentista (1808-1821): anúncios particulares, leilões e rifas

Autores

  • Humberto Amorim Universidade Federal do Rio de Janeiro | Fundação Biblioteca Nacional

Resumo

Partindo de uma análise em que situa a trajetória da imprensa em Portugal e, de modo especial, no Brasil, o artigo traça um panorama sobre o comércio musical anotado pelos primeiros periódicos publicados em território brasileiro durante o perí­odo joanino (1808-1821), conectando os exemplos coletados ao arcabouço teórico de importantes publicações sobre o tema (MENDES; RABELO, 2011) e aos dados alcançados por relevantes pesquisas musicológicas (PEREIRA, 2012; 2013; 2015). O objetivo foi delinear as principais caracterí­sticas, diferenças e particularidades de três das seis categorias de negociações musicais identificadas nos jornais: os anúncios particulares, os leilões e as rifas. Para tanto, são apresentados 51 reclames, alguns dos quais inéditos, dispostos em tabelas temáticas. O resultado é a proposta de uma topologia do comércio musical captado por nossa embrionária imprensa nas primeiras duas décadas do Brasil Oitocentista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Humberto Amorim, Universidade Federal do Rio de Janeiro | Fundação Biblioteca Nacional

Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) desde 2007 e Pesquisador-residente da Fundação Biblioteca Nacional (FBN) no interstí­cio 2015-2017. Doutor em Musicologia, Mestre em Práticas Interpretativas, possui ainda três graduações na área musical, além de ter obtido o Máster em violão clássico pela Universidade de Alicante (ESP). Já realizou concertos, palestras e lançamentos em 13 paí­ses e publicou um DVD e dois livros pela Academia Brasileira de Música: Tacuchian por Humberto Amorim (2015), Ricardo Tacuchian e o Violão (2014) e Heitor Villa-Lobos e o Violão (2009), este último considerado pela crí­tica "a maior pesquisa já realizada sobre o assunto no Brasil" (Revista Violão Pro, 2009), "um estudo minucioso" (Revista Concerto, 2010) e "leitura obrigatória para quem quiser entender a obra do compositor para o instrumento" (Jornal da AV-Rio, 2010).

Referências

CARVALHO, Amanda Lima dos Santos. O Rio de Janeiro a partir da chegada da Corte Portuguesa: Planos, Intenções e Intervenções no século XIX. In: PEIXOTO, Elane Ribeiro; DERNTL, Maria Fernanda; PALAZZO, Pedro Paulo; TREVISAN, Ricardo (Orgs.) Tempos e escalas da cidade e do urbanismo: Anais do XIII Seminário de História da Cidade e do Urbanismo. Brasí­lia, DF: Universidade de Brasí­lia- Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2014. Disponí­vel em: < http://www.shcu2014.com.br/content/rio-janeiro-partir-da-chegada-da-corte-portuguesa-planos-intencoes-e-intervencoes-no-seculo >

MELO, José Marques de. História social da imprensa. 2ª ed. Porto Alegre: Edipucrs, 2003.

MENDES, Jairo Faria; RABELO, Ernane. A Censura no Perí­odo Colonial. In: 8 Encontro Nacional de História da Mí­dia. Anais do 8 Encontro Nacional de História da Mí­dia. Guarapuava-PR: Unicentro, 2011. Disponí­vel em: <http://www.ufrgs.br/alcar/encontros-nacionais-1/encontros-nacionais/8o-encontro-2011-1/artigos/A%20censura%20no%20periodo%20colonial.pdf/view>

NETO, F. A. N. Entre Fontes, Chafarizes e o Dique: A Introdução do Sistema de Abastecimento de ígua em Salvador. Revista FSA, Teresina, v. 11, n. 4, art. 8, out/dez. 2014, p. 134-157.

PEREIRA, M. C. O comércio de instrumentos musicais no Rio de Janeiro no iní­cio do século XIX: um olhar através dos anúncios de jornais. In: II Simpósio Brasileiro de Pós-Graduandos em Música, n. 2, 2012. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Centro de Letras e Artes, 2012. Disponí­vel em: < http://www.seer.unirio.br/index.php/simpom/article/view/2553>

_____. A Circulação de instrumentos musicais no Rio de Janeiro – do perí­odo colonial ao final do primeiro reinado. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Centro de Letras e Artes. Rio de Janeiro, 2013.

_____. Do Cravo ao Pianoforte no Rio de Janeiro - Panorama de suas Histórias e Caracterí­sticas até 1830. 1. ed. Curitiba: Prismas, 2015.

Periódicos citados (edições ordenadas cronologicamente):

Gazeta do Rio de Janeiro: Ed. 65/1809: 4; Ed. 04/1810: 4; Ed. 13/1810: 4; Ed. 59/1810: 3; Ed. 04/1811: 4; Ed. 15/1811: 4; Ed. 03/1812: 4; Ed. 04/1812: 4; Ed. 07/1812: 4; Ed. 105/1812: 4; Ed. 79/1813: 4; Ed. 91/1814: 4; Ed. 27/1815: 4; Ed. 91/1815: 4; Ed. 93/1815: 4; Ed. 94/1815: 4; Ed. 69/1816: 4; Ed. 91/1816: 4; Ed. 103/1816: 4; Ed. 70/1817: 4; Ed. 77/1817: 4; Ed. 79/1817: 4; Ed 19/1818: 4; Ed. 60/1819: 4; Ed. 15/1819: 4; Ed. 34/1819: 4; Ed. 60/1819: 4; Ed. 08/1820: 4; Ed. 33/1820: 4; Ed. 65/1820: 4; Ed. 28/1821: 4.

Idade d"™ Ouro: Ed. 11/1811: 4; Ed. 18/1811: 4; Ed. 47/1811: 4; Ed. 64/1814: 4; Ed. 71/1814: 4; Ed. 84/1814: 4; Ed. 81/1815: 4; Ed. 89/1816: 4; Ed. 94/1816: 4; Ed. 99/1816: 4; Ed. 11/1817: 4; Ed. 14/1819: 4; Ed. 33/1819: 4; Ed. 93/1822: 4; Ed. 96/1822: 4.

Jornal do Commercio: Ed. 56/1827: 4.

Diário de Pernambuco: Ed. de 29-10-1828: 6.

O Argos Olindense: Ed. 06-10-1838: 8.

O Rio Grandense: Ed. 03-11-1849: 4.

Treze de Maio: Ed. 15-09-1855: 3.

Downloads

Publicado

30.06.2017

Como Citar

Amorim, H. (2017). Três modalidades de comércio musical nas primeiras décadas do Brasil Oitocentista (1808-1821): anúncios particulares, leilões e rifas. Revista Vórtex, 5(1). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/vortex/article/view/1860

Edição

Seção

Artigos