Repertório Orquestral para Flauta: uma survey sobre frequência de estudo, material didático e importância dos excertos orquestrais por estudantes de IES do Brasil

Autores

  • André Sinico Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

O presente estudo visou compreender algumas idiossincrasias relacionadas ao estudo do repertório orquestral para flauta, dentre as quais encontram-se a frequência da prática, o material didático utilizado pelos estudantes de flauta, o repertório em si e a importância de cada um dos excertos orquestrais em situação de audição. A pesquisa constituiu-se em uma abordagem quantitativa de caráter exploratório tendo como sujeitos 32 estudantes de flauta matriculados em cursos de Bacharelado em Música em 15 Instituições de Ensino Superior do Brasil. A coleta de dados ocorreu por meio de um questionário auto administrado conduzido através do SurveyMonkey®. A análise de dados deste estudo teve por base a estatí­stica descritiva. Como resultados, observamos divergências referentes a alguns materiais utilizados no estudo dos excertos orquestrais conforme o entendimento dos participantes sobre certas terminologias. Por outro lado, houve consonâncias sobre o estudo do repertório orquestral para flauta nos estudos de Silva (2014) e Rodrigues (2015).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Sinico, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando e Mestre em Música – Práticas Interpretativas/Flauta pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, como bolsista da CAPES. Bacharel em Música – Flauta pela Universidade Estadual de Campinas e Licenciado pela Universidade Católica de Brasí­lia. Foi Professor de Música de Câmara na Escola de Música de Brasí­lia e flautista da Orquestra Sinfônica Jovem de Campinas – UNICAMP. Tem publicado trabalhos sobre a literatura e pedagogia da flauta, psicologia da música e cognição musical, além de proferir palestras sobre ansiedade de performance musical no Brasil e exterior.

Referências

BARBETTA, P. A. Estatí­stica Aplicada í s Ciências Sociais. Florianópolis: Editora UFSC, 9ª Edição, 2012.

BAXTRESSER, J. The Orchestral Excerpts for Flute with Piano Accompaniment. King of Prussia: Theodore Presser Company, 2008.

BAXTRESSER, J.; SILBERT, R.; CRAMER, D. Great Flute Duos from Orchestral Repertoire: Excerpts for Principal, Piccolo, and Alto Flute Auditions. King of Prussia: Theodore Presser Company, 2002.

BUCK, E. Y. The Orchestral Flute Audition: an examination of preparation methods and techniques. Thesis (Doctoral of Musical Arts). Houston: Rice University, 2003.

HOOVER, E. Tips for Playing Auditions: Part II – The Professional Orchestra. In: The Instrumentalist, 37, p.36, 1983.

RODRIGUES, J. M. B. Audições Orquestrais para Flauta no Brasil: um estudo sobre estratégias de preparação. Dissertação (Mestrado em Música). Belo Horizonte: UFMG, 2015.

SILVA, C. A. D. Audições para vagas de flauta em orquestras profissionais: uma análise geográfica. In: Anais do II Congresso da Associação Brasileira de Performance Musical. Vitória: Universidade Federal do Espí­rito Santo, 2014.

STEIN, M. Repertoire in Orchestral Flute Auditions. In: The Instrumentalist, 34, p.46-50, 1979.

WUMMER, J. Orchestral Excerpts from the Symphonic Repertoire for Flute. New York: International Music Company, 9 vol., 1974.

ZÖLLER, K. Modern Orchester-Studien. Mainz: B. Schott´s Sohne, 1971.

ZUPPAN, M. Flute Orchestral Excerpts arranged for flute quartet Volumes 1 & 2. Copenhagen: Edition Svitzer, 2013.

Downloads

Publicado

31.12.2016

Como Citar

Sinico, A. (2016). Repertório Orquestral para Flauta: uma survey sobre frequência de estudo, material didático e importância dos excertos orquestrais por estudantes de IES do Brasil. Revista Vórtex, 4(3). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/vortex/article/view/1339

Edição

Seção

Artigos