(MU)DANÇAS DE OUTONO: ENTRE ESTESIAS E ESTRANHAMENTOS FAZ-SE A PERFORMANCE

Autores

  • Eduarda Cristina Brisola
  • Isleide Steil

Resumo

Uma performance desafia o sujeito a galgar sua zona de conforto e a experienciarestranhamentos e afetamentos. Nesse contexto, o presente estudo tem como objetivorefletir sobre os afetamentos provocados, na artista e nos espectadores, a partir de umaperformance em dança. A pesquisa se utilizou da metodologia a/r/tográfica e dialogou com:Duarte Jr. (2010), para tratar sobre a educação do sensí­vel; Greiner (2005) e Meyer (2017),para discutir sobre corpo e dança; e Gómez-Peña (2005) e Schechner (2003), que abordama performance. O estudo constatou que uma performance em dança provoca afetamentose estranhamentos que atravessam os corpos das pessoas envolvidas, sejam elas artistaou público. E que, na realização de tal evento, há uma estesiante construção de saberes esensações que perpassam os entrelugares das relações da vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Brisola, E. C., & Steil, I. (2021). (MU)DANÇAS DE OUTONO: ENTRE ESTESIAS E ESTRANHAMENTOS FAZ-SE A PERFORMANCE. O Mosaico, (20). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/4141