https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/issue/feed O Mosaico 2022-05-30T11:37:38-03:00 Prof. Dr. Francisco Gaspar Neto e Profa. Dra. Luciana Barone revista.mosaico@unespar.edu.br Open Journal Systems <p>O Mosaico – Revista de Pesquisa em Artes [ISSN: 2175-0769] é uma publicação semestral, em formato digital, no site dos periódicos da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) - campus de Curitiba II - Faculdade de Artes do Paraná (FAP). A Revista O Mosaico, iniciada em 2009 pelo setor de Pesquisa e Pós-Graduação da FAP junto a um grupo de professores da instituição, tem por objetivo divulgar artigos, ensaios, resenhas, entrevistas, traduções e memoriais descritivos, sob duas formas de chamadas: a) Dossiê Temático, com perí­odo e tema previamente definidos; b) Fluxo Contí­nuo para recebimento de trabalhos situados nas áreas de Artes Visuais, Artes do Ví­deo, Artes Cênicas, Cinema, Dança, Música e Teatro, nas suas mais variadas formas de análise disciplinar, fomentando, assim, o intercâmbio entre estudantes/graduandos e pesquisadores/as (graduados, especialistas, mestres, doutores, pós-doutores) de diversas instituições de ensino nacionais e internacionais. Artigos fora do domí­nio das Artes serão automaticamente recusados. Todos os artigos publicados na revista passam pela avaliação do nosso Conselho Editorial, ou, quando for o caso, pela avaliação ad-hoc de especialistas convidados para a emissão de pareceres.</p> https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6752 EDITORIAL 2022-05-30T09:30:31-03:00 Ana Paula Peters revista.mosaico@unespar.edu.br Cristiane Wosniak revista.mosaico@unespar.edu.br Janiclei Mendonça revista.mosaico@unespar.edu.br 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6751 SUMÁRIO 2022-05-30T09:28:21-03:00 Sumário revista.mosaico@unespar.edu.br 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6750 FICHA CATALOGRÁFICA 2022-05-30T09:24:27-03:00 FICHA CATALOGRÁFICA revista.mosaico@unespar.edu.br 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6749 FOLHA DE ROSTO 2022-05-30T09:22:26-03:00 Folha de Rosto revista.mosaico@unespar.edu.br 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6748 EXPEDIENTE 2022-05-30T09:18:01-03:00 Expediente revista.mosaico@unespar.edu.br 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6747 APRESENTAÇÃO 2022-05-30T09:16:07-03:00 Apresentação revista.mosaico@unespar.edu.br 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6746 CAPA 2022-05-30T08:39:24-03:00 Capa revista.mosaico@unespar.edu.br 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/4623 O editor nômade: o processo de edição de ví­deo enquanto prática coreográfica permeada por uma lógica da errância. 2022-02-17T13:39:54-03:00 Iago Giehl iago.giehl@hotmail.com Rosemeri Rocha da Silva rosemerirocha@gmail.com <p>Pensar a edição de ví­deo como um processo coreográfico pode ampliar os caminhos do editor e trazer novos modos de olhar para essa ferramente. A interdisciplinaridade de assuntos de diferentes campos das Artes, e aqui principalmente entre Dança e Cinema, permite novos olhares que podem transformar e ampliar a noção de alguns de seus processos. A partir de uma lógica da errância, de um editor enquanto nômade no seu processo, esse artigo busca um olhar sobre a edição enquanto modo coreográfico. Permeia também assuntos como performatividade (SETENTA, 2008) e Corpo Propositor (SILVA, 2013), que complexificam a pesquisa. O que pode mudar no seu processo e consequentemente no seu resultado, se trabalhar as imagens enquanto frases coreográficas? Como utilizar do material disponí­vel para criar seu discurso no seu fazer? Quais caminhos existem ao pensar a edição enquanto processo coreográfico? Esse artigo busca refletir e possibilitar esse olhar entrecruzado dessas práticas artí­sticas.</p> 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/4620 ENTRE DISCURSO E OBJETO: ESTÉTICA COMO POLÍTICA NA RESSIGNIFICAÇÃO DE MONUMENTOS PÚBLICOS A PARTIR DA AÇÃO ENSACAMENTO (3NÓS3, 1979) 2022-02-24T09:00:00-03:00 Gustavo Candido de Jesus Paris gustavocjparis@gmail.com <p>O presente artigo visa discutir a ressignificação de monumentos públicos através da arte a partir da intervenção <em>Ensacamento</em> (1979), do coletivo paulista 3nós3. Para tanto, parte-se de uma breve contextualização que objetiva, de um lado, descrever o papel do monumento nas cidades capitalistas e, de outro, apresentar a origem do grupo como parte de um movimento nacional de retomada do espaço público no fim do regime militar. Como gênero artí­stico, a ação será analisada segundo as noções de <em>site-specificity</em>, abordadas pela autora Miwon Kwon, mostrando que a relação da poética com o <em>site</em> em sua dimensão discursiva é capaz de tensionar o lugar a partir de convergências com o discurso pré-existente no local, revelando memórias apagadas pela história hegemônica. Do discurso, a ação passa por um processo de rematerialização, hipótese defendida neste artigo na forma de criação de um novo objeto, produto da intervenção sobre o conjunto de estátuas, efêmero no espaço-tempo da ação e perpétuo a partir de seu registro. Dessa leitura emerge a relação estética entre arte e polí­tica à luz da teoria de Jacques Rancière, com o objetivo de mostrar que a estátua ensacada se configura como uma promessa no processo de autonomia da experiência sensí­vel. Por fim, será destacado como a ressignificação dos monumentos públicos se manifesta nos diferentes atos da ação, mostrando que existe uma estética primeira nas estátuas antes e depois da intervenção.</p><p><strong></strong></p><p><strong>Palavras-chave: </strong><em>Ensacamento</em>; estética; <em>site-specificity.</em></p> 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/4619 Do acaso ao iní­cio: notas autobiográficas como observação do processo mental da conceituação de uma obra audiovisual (e suas referências) 2022-01-31T11:19:27-03:00 Daniel Rojas Silva daniel.silva_sk8@hotmail.com <p>A partir de um olhar autobiográfico, investigamos acontecimentos e referências de variadas fontes que se referem e cruzam minha vida na conceituação de obra audiovisual em processo de criação denominada "˜190_lfa'. Este trabalho concatena conceitos gerais e artí­sticos como direcionamento no momento de sua criação: documentário poético e ruí­nas, música ambiente e paisagem sonora, percurso. Partindo das notas aqui compartilhadas, relacionamos obras artí­sticas, conceitos e situações a fim de identificar as tangências entre tais elementos que levaram ao conceito do referido trabalho. Ao mesmo tempo podemos observar os traços da gênese de um trabalho artí­stico partindo das percepções de seu criador. Para tal observação, recorremos à Fayga Ostrower ao associar os acasos significativos à criação artí­stica e à Cecí­lia Salles juntamente de seus dispositivos e conceituações referentes ao processo criativo. Tendo em vista que o perí­odo prévio à criação de uma obra de arte também se caracteriza como parte do percurso de criação.</p> 2022-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 O Mosaico