Considerações iniciais sobre o conceito de referencialidade numa pesquisa em composição com meios acústicos

Marcelo Villena

Resumo


O presente texto visa apresentar discussões iniciais sobre o conceito de referencialidade no contexto de uma pesquisa acadêmica em composição avaliando a possibilidade de seu uso como embasamento teórico para um trabalho com meios acústicos baseado na escuta de sons ambientais. Revisa-se, num primeiro momento, a aplicação do termo em discussões estéticas do século XX, dentro do ambiente da música eletroacústica, para posteriormente deduzir suas possíveis aplicações para composição com meios acústicos (instrumentos e objetos do cotidiano) em uma ampla gama de possibilidades performáticas. Destaca-se a maior abrangência do termo em relação a terminologias próprias da tradição (mímesis, música descritiva) pela sua aplicação em todas as categorias da tricotomia dos signos do semiólogo Charles Sanders Pierce.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.