Futuro?

reflexões sobre burlesco e vídeo-burlesco

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33871/19805071.2024.30.1.8492

Palavras-chave:

Burlesco, Brinquedos, Corpo, Vídeo, Performance Art

Resumo

Neste artigo, apresentam-se reflexões conceituais e metodológicas sobre a linguagem do cabaré e do burlesco contemporâneo, a partir da análise de uma das ações da pesquisa Brinquedos, duplos e outros corpos performáticos: estética, erótica, política, desenvolvida na UFRGS: o processo de criação e apresentação da vídeo-performance Futuro?, em 2021. Futuro? assumiu-se como interrogação e lançou um olhar repaginado sobre elementos utilizados em obras anteriores: brinquedos de corda, bichos de pelúcia, bonecos infláveis, máscaras de látex, próteses e outros truques, eletrodomésticos, glitter prata, alguma metalinguagem e muita ironia. Fragmentos de passado, acionados e friccionados no presente, tematizando e sendo assistidos no futuro. Dialogando com pesquisadores de burlesco, cabaré, teatro, dança e filosofia, o artigo levanta questões sobre implicações da pandemia de Covid-19 na criação performática, estabelecendo conexões e possibilidades para artistas, pesquisadores e espectadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Saidel, UFRGS

Henrique Saidel é professor adjunto do Departamento de Arte Dramática do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul / UFRGS. Doutor em Artes Cênicas pela UNIRIO (2016), Mestre em Teatro pela UDESC (2009) e Bacharel em Direção Teatral pela UNESPAR (2006). Autor do livro “As artes do cover: performance para além da cópia e do original” (Editora Circuito/POP LAB, 2019) e líder do grupo de pesquisa “BURLÊMICAS – Grupo de Pesquisa em Burlesco, Cabaré, Performance e afins” (UFRGS/CNPq). Diretor de teatro, performer, crítico, curador e colecionador de brinquedos.

Referências

ARANTES, Guilherme. Amanhã. 1977. Disponível em: https://www.letras.mus.br/guilherme-arantes/46300/.

BEY, Hakim. TAZ: zona autônoma temporária. São Paulo: Conrad Editora do Brasil, 2004.

COHEN, Renato. Work in progress na cena contemporânea. São Paulo: Perspectiva, 1997.

CONCEIÇÃO, Giorgia Barbosa da. Qual é o lugar do burlesco no Brasil? In: Horizonte da Cena. Publicado em 12/06/2018. Disponível em: https://www.horizontedacena.com/qual-e-o-lugar-do-burlesco-no-brasil/.

CONCEIÇÃO, Giorgia Barbosa da. A Burla do Corpo: estratégias e políticas de criação. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) – Universidade Federal da Bahia. Salvador, 2013.

EDGAR. Plástico. 2018. Disponível em: https://www.letras.mus.br/edgar/plastico/.

KANTOR, Tadeusz. O Teatro da Morte. São Paulo: Perspectiva; Edições SESC-SP: 2008.

KANTOR, Tadeusz. O objeto torna-se ator – entrevista com Tadeusz Kantor. In: Cadernos de Teatro. Número 68. Janeiro/fevereiro/março de 1976. Rio de Janeiro: FUNARTE; Serviço Nacional de Teatro.

KLEIN, Reisa. Laughing It Off: Neo-burlesque striptease and the case of the Sexual Overtones as a theatre of resistance. In: IC – Revista Científica de Información y Comunicación. Sevilla, n. 11, 2014. Páginas 245 a 265. Disponível em: https://icjournal-ojs.org/index.php/IC-Journal/article/view/288/278.

LORDELO, Lia da Rocha; ALENCAR, Jorge. Despindo o Tempo: fendas erótico-políticas no projeto cênico Strip Tempo – stipteases contemporâneos. In: Revista Brasileira de Estudos da Presença. Porto Alegre, v. 13, n. 2, 2023. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2237-2660126218vs01.

NOLASCO, Ricardo. Cabaréturgia: pirraças de um bufão para uma inscrição histórica do cabaré. In: Bocas Malditas. Publicado em: 22/04/2020. Disponível em: http://bocasmalditas.com.br/cabareturgia/.

NOLASCO, Ricardo; SILVA, Amabilis de Jesus da; MACHADO, Gabriel Matheus Lopes. Cabaré nas engrenagens da máquina cidade. In: Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas. Florianópolis, v. 2, n. 41, set. 2021. Disponível em: http:/dx.doi.org/10.5965/1414573102412021e0108.

PHILIPPE-MEDEN, Pierre. Strip-tease Burlesque is Not Dead. In: Revue d’Histoire du Théâtre. Paris, soixante-huitième année, n. 269, 2016. Páginas 119 a 130.

PRECIADO, Paul. Manifesto contrassexual: práticas subversivas de identidade sexual. São Paulo: n-1 edições, 2014.

SAIDEL, Henrique. Olhares e processos do Futuro? – Notas sobre a criação (e apresentação) de um número burlesco em vídeo. In: Anais do XI Congresso da ABRACE. Campinas, vol. 21, 2021. Disponível em: <https://www.publionline.iar.unicamp.br/index.php/abrace/issue/view/123>.

_______. As artes do cover: performance para além da cópia e do original. Rio de Janeiro: Circuito; POP LAB, 2019.

SAIDEL, Henrique; FERVENZA, Marina. Brinquedos, duplos e outros corpos performáticos: “experimento a quatro mãos”. In: eRevista Performatus, Inhumas, ano 8, n. 21, jul. 2020. Disponível em: <http://performatus.com.br/estudos/brinquedos-duplos-e-outros-corpos-performaticos/>.

SIMAS, Luiz Antonio; MUSSA, Alberto. Samba de enredo: história e arte. Rio de Janeiro: Record, 2023.

STREVA, Christina. O cabaré como objeto de estudo e o desafio de se (re)descobrir essa história. In: CAVALO LOUCO – Revista de Teatro. Tribo de Atuadores Óis Nóis Aqui Traveiz. Porto Alegre, ano 15, n. 20, 2020. Disponível em: https://issuu.com/terreira.oinois/docs/cavalo_louco_20.

WELDON, Jo. The burlesque handbook. New York: Harper Collins Publishers, 2010.

Downloads

Publicado

2024-07-01

Como Citar

SAIDEL, Henrique. Futuro? reflexões sobre burlesco e vídeo-burlesco. Revista Cientí­fica/FAP, Curitiba, v. 30, n. 1, p. 524–547, 2024. DOI: 10.33871/19805071.2024.30.1.8492. Disponível em: https://periodicos.unespar.edu.br/revistacientifica/article/view/8492. Acesso em: 24 jul. 2024.