A vocação polí­tica do teatro musical contemporâneo o exemplo de três obras de Mauricio Kagel, Hans Werner Henze e Helmut Lachenmann

Autores

  • Ledice Fernandes de Oliveira Weiss Université de Nice Sophia Antipolis (CTEL), Nice, França

Resumo

O presente artigo visa identificar os meios pelos quais três obras de teatro musical contemporâneo incorporam em sua própria linguagem musical, técnico-instrumental e cênica uma preocupação eminentemente polí­tica, que lhes leva, por diferentes vias, a inovar o gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ledice Fernandes de Oliveira Weiss, Université de Nice Sophia Antipolis (CTEL), Nice, França

Doutora em Música e Musicologia pela Université de Bourgogne (2013), Master II em Musicologia pela Université de Lyon II (2006), Aperfeiçoamento em violão pelo CNR de Strasbourg (2005), Meisterklassendiplom (2003) e Diploma artí­stico (2001) pela Hochschule für Musik Nurnberg-Augsburg, Mestre em Música e Musicologia pela UFRJ (1999) e Bacharel em Artes cênicas pela ECA-USP (1995). Afiliada ao laboratório de pesquisa CTEL da universidade de Nice í  partir de 2014.

Downloads

Publicado

30.12.2014

Como Citar

Weiss, L. F. de O. (2014). A vocação polí­tica do teatro musical contemporâneo o exemplo de três obras de Mauricio Kagel, Hans Werner Henze e Helmut Lachenmann. Revista Vórtex, 2(2). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/vortex/article/view/460

Edição

Seção

Artigos