A Missão: por uma visão decolonial da música nas reduções jesuí­ticas

Autores

  • Marcos Holler Universidade do Estado de Santa Catarina

Resumo

Os relatos de viajantes e de ordens religiosas, sobretudo da Companhia de Jesus, sobre o Brasil no perí­odo colonial são bastante conhecidos, e seu uso para a pesquisa histórico-musicológica se reflete em vários textos, acadêmicos ou não. A proposta deste artigo é a de levantar uma discussão sobre a visão colonialista do europeu sobre o "outro" americano nesses textos e sobre como essa visão ainda se perpetua em certa medida na contemporaneidade, a partir de uma comparação entre esses relatos e o filme A Missão (The Mission), de 1986, como uma versão contemporânea desses textos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Holler, Universidade do Estado de Santa Catarina

Bacharel em cravo, mestre em artes e doutor em musicologia pela UNICAMP. Em 2012 realizou estágio pós-doutoral na Universidade Nova de Lisboa e em 2016 atuou como pesquisador visitante na Hochschule Franz-Liszt em Weimar, na Alemanha. Desde 1995 é professor de História da Música na UDESC, onde se dedica í  pesquisa na área de musicologia histórica, principalmente sobre a história da música em Santa Catarina e sobre a música na atuação dos jesuí­tas nas Américas. É editor da Opus (revista da ANPPOM, gestão 2015-2019) e autor do livro Os jesuí­tas e a música no Brasil colonial (2010). E-mail: marcosholler@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3739-7158

Referências

AHARONIíN, Coriún. Música/musicologí­a y colonialismo. Montevideo: Centro Nacional de Documentación Musical Lauro Ayestarán, 2011.

BEARD, David; GLOAG, Kenneth. Musicology: the key concepts. London, New York: Routledge, 2005.

CASTAGNA, Paulo Augusto. A música como instrumento de catequese no Brasil dos sécs. XVI e XVII. In: AZEVEDO, Francisca L. Nogueira de; MONTEIRO, John Manuel. Confronto de culturas: conquista, resistência, transformação. Rio de Janeiro: Expressão e Cultura; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo (Edusp), 1997. p. 275-290.

______. Fontes bibliográficas para a pesquisa da prática musical no Brasil nos séculos XVI e XVII. Dissertação (Mestrado) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1991.

CULLEY, Thomas S. J.; McNASPY, Clement J. S. J. Music and the Early Jesuits (1540-1565). Archivum Historicum Societatis IESU, Roma, v. 60, n. 80, p. 213-245, jul./dez. 1971.

DARNTON, Nina. At the movies. The New York Times, New York, p. 10, 31 out. 1986. Disponí­vel em: <https://www.nytimes.com/1986/10/31/movies/at-the-movies.html>. Acesso em: 10 mar. 2019.

FORMULA SCRIBENDI. S/l, s/d [Roma, 1580]. Institutum Societatis IESU, Florença, ex Typographia a Ss. Conceptione, v. 3, p. 41-45, 1893.

GONZíLEZ, Galaxis Borja. Jesuitische Berichterstattung über die Neue Welt. Zur Veröffentlichungs-, Verbreitungs- und Rezeptionsgeschichte jesuitischer Americana auf dem deutschen Buchmarkt im Zeitalter der Aufklärung. Göttingen: Vandenhoeck & Ruprecht GmbH, 2011.

HEISTER, Hanns-Werner. La música. Dominación, expropiación, exotismo, apropiación, y la ambivalencia del colonialismo. In: AHARONIíN, Coriún. Música/musicologí­a y colonialismo. Montevideo: Centro Nacional de Documentación Musical Lauro Ayestarán, 2011. p. 273-307.

HOLLER, Marcos. Uma história de cantares de Sion na terra dos brasis: a música na atuação dos jesuí­tas na América Portuguesa (1549-1759). Tese (Doutorado). Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas-SP, 2006.

______. Os jesuí­tas e a música no Brasil colonial. Campinas: Editora Unicamp, 2010.

______. A documentação jesuí­tica do séc. XVI: uma possibilidade de integração entre a musicologia histórica do Brasil e dos paí­ses da América espanhola. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE MUSICOLOGIA, 4.; ENCONTRO DE MUSICOLOGIA HISTÓRICA, 6., 2015, Pirenópolis. Anais.... Pirenópolis, 2015. p. 65-71.

IRVING, D. R. M. Colonial Counterpoint: Music in Early Modern Manila. Oxford, New York: Oxford University Press, 2010.

KENNEDY, Thomas Frank S. J. Jesuits and Music: Reconsidering the Early Years. Studi Musicali, Florença, n. 1, p. 71-99, 1988.

______. Jesuits and Music: The European Tradition. 1547-1622. Tese (Doutorado) – Universidade da Califórnia, Santa Barbara, 1982.

KERN, Arno Alvarez S. J. Utopia e missões jesuí­ticas. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 1994.

LEITE, Serafim S. J. (Org.). Monumenta Brasiliae. 4 v. Roma: 1956-1960.

______. (Org.). História da Companhia de Jesus no Brasil. 10 v. Lisboa: Livraria Portugália; Rio de Janeiro: Civilização Brasileira e Instituto Nacional do Livro, 1938-1949. Edição especial: Rio de Janeiro: Itatiaia, 2000.

______. Luiz Figueira: a sua vida heróica e sua obra literária. Lisboa: Divisão de Publicações e Biblioteca da Agência Geral das Colônias, 1940.

______. Páginas de História do Brasil. São Paulo: Comp. Ed. Nacional, 1937.

MALDONADO-TORRES, Nelson. On the Coloniality of Being. Cultural Studies, v. 21, n. 2-3, p. 240-270, Mar./May 2007. Disponí­vel em: <http://dx.doi.org/10.1080/09502380601162548>. Acesso em: 12 mar. 2019.

MARIZ, Vasco. História da música no Brasil. 1. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1981.

McCORMACK, Pete. The Mission: The Waunana, Roland Joffé, Noam Chomsky, Flow, Sister, Brother. 19 dez. 2007. Disponí­vel em: <http://www.petemccormack.com/blog/?p=411>. Acesso em: 10 mar. 2019.

MURATORI, Ludovico Antonio. Il cristianesimo felice nelle missioni dei padri della Compagnia di Gesù nel Paraguai. Republicação do original de 1743. Palermo: Sellerio editore, 1985.

NAVARRO, Juan de Azpilcueta. Carta aos padres e irmãos de Coimbra. Bahia, 28 mar. 1550. Autógrafo em espanhol no Archivum Historicum Societatis IESU, Bras 3 I, ff. 27-30. Publicada em LEITE, Serafim S.J. (Org.). Monumenta Brasiliae, v. 1. Roma: 1956-1960. p. 177-187.

NERY, Rui Vieira. O olhar exterior: os relatos dos viajantes estrangeiros como fontes para o estudo da vida musical luso-brasileira nos finais do Antigo Regime. A MÚSICA NO BRASIL COLONIAL: COLÓQUIO INTERNACIONAL, Lisboa, 9-11 de outubro de 2000. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001. p. 72-91.

NÓBREGA, Manuel da. Carta ao Padre Simão Rodrigues. Bahia, [abr.] 1549. Original na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, 1-5, 2, 38, f. 1-2. Publicada em LEITE, Serafim S. J. (Org.). Monumenta Brasiliae, v. 1. Roma: 1956-1960. p. 108-115.

______. Carta ao Padre Simão Rodrigues. Bahia, 9 ago. 1549. Original na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, 1-5, 2, 38, f. 3-5. Publicada em LEITE, Serafim S. J. (Org.). Monumenta Brasiliae, v. 1. Roma: 1956-1960. p. 118-132.

______. Carta ao Padre Simão Rodrigues. Porto Seguro, 6 jan. 1550. Original não localizado. Publicada em LEITE, Serafim S. J. (Org.). Monumenta Brasiliae, v. 1. Roma: 1956-1960. p. 155-170.

______. Carta ao Padre Simão Rodrigues. S/l, s/d [Bahia, ago. 1552]. Original na Biblioteca Pública e Arquivo Distrital de Évora, CXVI / 1-33, ff. 194v-197. Publicada em LEITE, Serafim S. J. (Org.). Monumenta Brasiliae, v. 1. Roma: 1956-1960. p. 400-409.

PINHEIRO, Teresa. Kulturübersetzung in den Schriften jesuitischer Missionare im Brasilien des 16. Jahrhunderts. In: XAVIER, W. R. de A.; ZEUCH, U. Kulturelle Übersetzung: Das Beispiel Brasiliens. Volume especial de Zeitschrift der Deutschen Gesellschaft für die Erforschung des achtzenten Jahrhunderts. Göttingen: Wallstein Verlag, 2010. p. 163-170.

PIRES, Antônio. Carta aos Irmãos da Companhia. Pernambuco, 2 ago. 1551. Original não localizado. Publicada em CARTAS AVULSAS, 1550-1568. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1988. P. 101-110.

POLANCO, Juan Alfonso de. Vida de Inácio de Loyola e Crônica da Companhia de Jesus. Monumenta Historica Societatis IESU, v. 1, 3, 5, 7, 9, 11. Roma: 1539-1556.

PRUDENCIO, Cergio. Desafí­os actuales ante el colonialismo. In: AHARONIíN, Coriún. Música/musicologí­a y colonialismo. Montevideo: Centro Nacional de Documentación Musical Lauro Ayestarán, 2011. p. 17-23.

PYM, Anthony. Exploring Translation Theories. 2. ed. London, New York: Routledge, 2014.

SAEGER, James Schofield. The Mission and Historical Missions: Film and the Writing of History. The Americas, v. 51, n. 3, p. 393-415, Jan. 1995.

SARDINHA, Pedro. Carta ao Padre Simão Rodrigues. S/l, s/d [Bahia, julho de 1552]. Original não localizado. Tradução para o espanhol no ARSl, Bras 3 l, ff 102-102v. Publicado em LEITE, Serafim S. J. (Org.). Monumenta Brasiliae, v. 1. Roma: 1956-1960. p. 357-367.

SEPP, Antonio. Continuation oder Fortsetzung der Beschreibung deren denckwürdigeren Paraquarischen Sachen. Ingolstadt: De la Haye, 1710.

______. Reiß-Beschreibung, wie dieselben aus Hispanien in Paraquarien kommen. Nürnberg, 1696.

TELLO, Aurelio. La investigación de la música colonial o cómo hacer musicologí­a rompiendo paradigmas. In: AHARONIíN, Coriún. Música/musicologí­a y colonialismo. Montevideo: Centro Nacional de Documentación Musical Lauro Ayestarán, 2011. p. 235-247.

THE MISSION. Direção: Rolland Joffé. Warner Brothers, 2003. 2 DVDs.

WEGMAN, Rob. Historical Musicology: Is It Still Possible? In: CLAYTON, Martin; HERBERT, Trevor; MIDDLETON, Richard (Eds.). The Cultural Study of Music: A Critical Introduction. 2. ed. New York, London: Routledge, 2011. p. 40-48.

XAVIER, Weibke Röben de Alencar; ZEUCH, Ulrike. Einleitung: Was heisst "˜Kulturelle Übersetzung"™ in Bezug auf Brasilien im 18. Jahrhundert? In: XAVIER, W. R. de A.; ZEUCH, U. Kulturelle Übersetzung: Das Beispiel Brasiliens. Volume especial de Zeitschrift der Deutschen Gesellschaft für die Erforschung des achtzenten Jahrhunderts. Göttingen: Wallstein Verlag, 2010. p. 163-170.

Downloads

Publicado

01.12.2019

Como Citar

Holler, M. (2019). A Missão: por uma visão decolonial da música nas reduções jesuí­ticas. Revista Vórtex, 7(3). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/vortex/article/view/3197

Edição

Seção

Artigos