“Pr'um Samba”: reflexões e criações sobre o arranjo no gênero musical brasileiro

Autores

Resumo

O trabalho discorre sobre resultados parciais obtidos nos recentes projetos de pesquisa sobre a performance de processos criativos em música popular. Esses projetos tiveram como objetivo registrar e promover uma reflexão crí­tica sobre a criação e circulação de uma produção para uma formação idealizada (Ensemble Brasileiro), dentro de uma relação tensional com seus antecedentes históricos (Orquestras Tí­picas, Jazz e Big Bands) próximos. Para tanto elege três etapas inter-relacionadas: interpretação de um arranjo histórico, criação de um novo arranjo e criação de uma composição musical no mesmo gênero. Além disso, para além do processo de produção, o artigo tece breves considerações sobre o contexto histórico que deu origem às discussões levantadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo José de Siqueira Tiné, Universidade Estadual de Campinas | Brasil

Professor Doutor do Instituto de Artes da UNICAMP desde 2012 e lí­der do grupo de pesquisa "Transcriações Musicais". É autor dos livros "Harmonia: Fundamentos de Arranjo e Improvisação" (apoio FAPESP 2011/14) e "10 Peças para Violão: Solo brasileiro, anos 90" (apoio FAEPEX 2016), ambos lançados pela editora "Rondó". Possui 5 CDs lançados, o último "Paulo Tiné & Ensemble Brasileiro" – em 2017- distribuí­do pela Trattore em 2018. Além de atuar como convidado, foi regente de diversas Big Bands paulistas como a Big Band da Santa, Big Band da EMESP, UNICAMP Big Band e da Big Band infanto-juvenil do Projeto Guri (Santa Marcelina). ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3191-1379. E-mail: tine@g.unicamp.br

Referências

ANDRADE, Mário. Dicionário Musical Brasileiro. 1989. Coordenação: Oneyda Alvarenga, 1982-84, Flávia Camargo Toni, 1984-89. – Belo Horizonte: Itatiaia, [Brasí­lia-DF]; Ministério da Cultura; São Paulo: Instituto dos Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

BARBOSA, Valdinha & DEVOS, Annie Marie. Radamés Gnattali: O Eterno Experimentador. Rio de Janeiro: FUNARTE, 1984.

BARSALINI, Leandro. Estilos de Samba na Bateria. Tese de doutorado. Instituto de Artes-UNICAMP, Campinas, 2014.

BESSA, Virgí­nia de Almeida. A Escuta Singular de Pixinguinha. História e música popular no Brasil dos anos 1920 e 1930. São Paulo: Alameda, 2010.

CHADA, Sônia. O uso de fontes audiovisuais na Etnomusicologia: dois relatos de pesquisa. Anais do 2º Encontro Regional Norte de História da Mí­dia. Porto Alegre: UFRGS, 2012.

MARTINS, José Ildefonso & MARTINS, José Pedro Soares. Big Bands paulistas: história das orquestras de baile do interior de São Paulo. São Paulo: Edições SESC, 2017.

NATTIEZ, J. J. O Combate entre Cronos e Orfeu: ensaios de semiologia musical aplicada. Trad. Luiz Paul Sampaio. São Paulo: Via lettera editora, 2005.

OLIVEIRA, Mateus Perdigão & MARTINS, Mônica Dias. "Os Arranjos Brasileiros de Radamés Gnattali". Tend Mund. Fortaleza: v. 2, n. 3, 2006.

Pelo Telefone. ALFREDO ROCHA VIANNA (Pixinguinha). Suporte [LP]. Disponí­vel em: <https://soundcloud.com/imoreirasalles/1-01-pelo-telefone>. Acesso em 30 de agosto 2019.

SANDRONI, Carlos. Feitiço Decente: transformações do samba no Rio de Janeiro, 1917/1933. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.: Ed. UFRJ, 2001.

SZENDY, Peter. Listen: A History of Ours Ears. Trad. Charlotte Mandell. EBOOK: Fordham University Press, 2008.

SOARES, Astréia. Outras Conversas Sobre os Jeitos do Brasil: o nacionalismo na música popular. São Paulo: Annablume Fumec, 2002.

STURM, Fred. Changes Over Time: The Evolution of Jazz Arranging. Advanced Music, 1996.

TELLES, Lucas. A Dimensão criativa no ciclo Brasilianas da Radamés Gnattali: Arranjos, Práticas e Composições. Dissertação de Mestrado. UFMG, Belo Horizonte, 2017.

VIANNA, Alfredo Rocha. O Carnaval de Pixinguinha. São Paulo: IMS/SESC/Imprensa Oficial-SP. Partitura. Org. Bia Paes Leme, Marcí­lio Lopes e Paulo Aragão. 2014. Partitura.

WRIGHT, Rayburn. Inside Score. New York: Kendor Music Inc., 1982.

ZAN, José Roberto. Do Fundo de Quinta í Vanguarda: contribuições para uma História Social da Música Popular Brasileira. Tese de Doutorado. Instituto de Artes, UNICAMP, Campinas, 1996.

Downloads

Publicado

31.08.2019

Como Citar

Tiné, P. J. de S. (2019). “Pr’um Samba”: reflexões e criações sobre o arranjo no gênero musical brasileiro. Revista Vórtex, 7(2). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/vortex/article/view/2877

Edição

Seção

Artigos