Revisão e digitação de Desterro – Noite, para violão solo, de Maria Ignez Cruz Mello

Visualizações: 91

Autores

  • Bruno Madeira Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.33871/23179937.2018.6.3.2639

Resumo

O artigo apresenta o processo de revisão e digitação do primeiro movimento de Desterro, a única peça para violão solo escrita pela compositora Maria Ignez Cruz Mello (1962-2008). É traçada uma breve biografia da compositora, levantada a bibliografia que embasa as decisões de revisão e digitação e são descritos os procedimentos realizados na peça em questão. Anexadas ao artigo constam a edição consultada e a edição revisada e digitada, esta última sendo o produto final da pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Madeira, Universidade do Estado de Santa Catarina

Premiado nos maiores concursos de violão do Brasil, o violonista Bruno Madeira vem se destacando como solista, professor e pesquisador. Doutor em Música pela Universidade Estadual de Campinas, Bruno se apresentou em diversos festivais, salas e séries de concerto do Brasil, Argentina, Alemanha, Equador, República Tcheca, Eslováquia e Áustria. Atualmente é professor da Universidade do Estado de Santa Catarina, sendo regularmente convidado para realizar masterclasses em universidades, conservatórios e festivais. E-mail: madeirabruno@gmail.com

Referências

ALíPIO, Alisson. O processo de digitação para vilão da Ciaccona BWV 1004 de Johann Sebastian Bach. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2010.

BERLIOZ, Hector. Treatise on Instrumentation: Enlarged and Revised by Richard Strauss. Tradução de Theodore Front. New York: Kalmus, 1948 [1844].

CAMPOS, Edson Telê. A expansão urbana na região metropolitana de Florianópolis e a dinâmica da indústria da construção civil. Tese (Doutorado em Geografia). Universidade Federal de Santa Catarina, 2009.

CARLEVARO, Abel. Guitar Masterclass Volume III: Technique, Analysis and Interpretation of the Guitar Works of Heitor Villa-Lobos – 12 Studies (1929). Heidelberg: Chanterelle, 1988.

DOMENICI, Catarina Leite. O Intérprete em colaboração com o compositor: uma pesquisa autoetnográfica. In: ANAIS DO XX CONGRESSO DA ASSOCIAÇíO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇíO EM MÚSICA, 10., Florianópolis. Anais... Florianópolis: Universidade do Estado de Santa Catarina, 2010, p.1142-1147.

FERNíNDEZ, Eduardo. Technique - Mechanism - Learning: An investigation into becoming a guitarist. Columbus: Guitar Heritage, 2001.

KOONCE, Frank. Left hand movement: a bag full of tricks. 1997. Disponí­vel em <https://www.frankkoonce.com/articles/A%20Bag%20of%20Tricks.pdf>. Acesso em 2 mar. 2018.

GIMENES, Marcelo; MANZOLLI, Jônatas. Técnicas e "affordances" instrumentais: um modelo para a performance e a criação na música contemporânea. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇíO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇíO EM MÚSICA, 16., 2006, Brasí­lia. Anais... Brasí­lia: Universidade de Brasí­lia, 2006. p. 288-293.

HILL, Jonathan; CHAUMEIL, Jean Pierre (Orgs.). Burst of Breath: New Research on Indigenous Ritual Wind Instruments in Lowland South America. Lincoln: University of Nebraska, 2011.

HURON, David; BEREC, Jonathon. Characterizing Idiomatic Organization in Music: A Theory and Case Study of Musical Affordances. Empirical Musicology Review, vol. 4, n. 3, Columbus, p. 103-122, 2009.

LACERDA, Izomar; HOFFMANN, Kaio. Resenha –Jonathan D. Hill & Jean-Pierre Chaumeil (Orgs). Burst of Breath: New Research on Indigenous Ritual Wind Instruments in Lowland South America. Revista de Antropologia, v. 57, nº. 1, São Paulo, 2014, p. 537-545.

MADEIRA, Bruno. A obra para violão de Maurí­cio Orosco: Uma abordagem analí­tica, interpretativa, técnica e idiomática de peças selecionadas. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Estadual de Campinas, 2013.

MADEIRA, Bruno; SCARDUELLI, Fabio. Ampliação da técnica violoní­stica de mão esquerda: em estudo sobre a pestana. Per Musi, n. 27, Belo Horizonte, 2013, p. 182-188.

MELLO, Maria Ignez Cruz. Desterro. Florianópolis: [s.n.], 2003. Partitura.

NOGUEIRA, Isabel Porto; FONSECA, Susan Campos (Orgs.). Estudos de Gênero, Corpo e Música: abordagens metodológicas. Goiânia/Porto Alegre: ANPPOM, 2013.

RODRIGUES, Fernando Augusto. Obras brasileiras da Coleção Turí­bio Santos: Processo de elaboração de uma edição crí­tica. Tese (Doutorado em Música). Universidade Estadual de Campinas, 2018.

VASCONCELOS, Marcus André Varela. Recursos Idiomáticos em Scordatura na Criação de Repertório para Violão. 2002. Dissertação (Mestrado em Artes) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

Downloads

Publicado

01.12.2018

Como Citar

Madeira, B. (2018). Revisão e digitação de Desterro – Noite, para violão solo, de Maria Ignez Cruz Mello. Revista Vórtex, 6(3). https://doi.org/10.33871/23179937.2018.6.3.2639

Edição

Seção

Artigos