TRÂNSITOS E PRÁTICAS DECOLONIAIS EM ARTE E EDUCAÇÃO

Autores

  • Mónica Marcell Romero Sánchez
  • Sonia Tramujas Vasconcellos

Resumo

A relação com o ensino e a história da arte, na América Latina, permanece dependente de narrativas hegemônicas e colonizadoras. O domí­nio norte eurocêntrico continua a produzir implicações sociais negativas sobre a história e a memória de paí­ses que foram colonizados. As autoras deste texto, atuantes em instituições de ensino superior na Colômbia e no Brasil, têm aprofundado suas investigações em torno do pensamento decolonial e em 2019 decidiram realizar ações pontuais com um grupo de estudantes de arte, do bacharelado e da licenciatura. O intuito era desestabilizar narrativas sobre história da arte e processos de criação, questionar a colonialidade do saber (Mignolo, 2003) e incentivar outras relações com a arte. O fio condutor foi a apresentação do ví­deo de Chimamanda Adichie intitulado "O perigo de uma história única" . Esta ação em comum foi ogatilho para a discussão e elaboração de propostas por parte dos estudantes. Procurou-se ampliar a relação com os saberes e questionar os que são invisibilizados pelas historiografias eurocêntricas para que sejam elaborados outros modos de pensar e compreender a arte e a realidade latino-americana. Ao final apresenta-se o trabalho artí­stico das autoras com forma particular de nomear o invisí­vel e demarcar posicionamentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Edição

Seção

Eixo 1- Dossiê Temático