Situação e perspectivas da pesquisa sobre ensino coletivo de instrumentos no Brasil – Uma análise do período compreendido entre 1990 e 2013

Wilson Rogério dos Santos, Ana Roseli Paes dos Santos

Resumo


O trabalho procurou catalogar, analisar, interpretar e considerar a produção acadêmica brasileira acerca do ensino coletivo de instrumentos musicais, prática de ensino consolidada e utilizada em diversos países. Trata-se de recorte de revisão bibliográfica que fundamentou uma tese sobre o assunto e que objetivou oferecer um panorama da situação e das perspectivas das pesquisas na área. A proposta poderá auxiliar e incentivar novas iniciativas de investigação sobre o tema.

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Maria Luiza. A produção de livro didático para ensino coletivo de teclado. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE PIANO EM GRUPO, 2, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 72-4.

ANJOS, Francisco W. O violão coletivo: Múltiplas faces da pedagogia instrumental na prática docente da UFC – Cariri. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 1.683-90.

BARBOSA, Joel S. Considerando a viabilidade de inserir música instrumental no ensino de primeiro grau. Revista da ABEM, Porto Alegre, n.º 3, p. 39-49, jun. 1996.

______. Desenvolvendo um método de banda brasileiro. In: CONGRESSO DA ANPPOM, 10, 1997, Goiânia, Anais. Goiânia: UFG, 1997, p. 194-7.

______. Disciplinas de música instrumental no currículo de licenciatura em música. In: ENCONTRO DE EDUCAÇÃO MUSICAL DO CENTRO OESTE, 1, 1998, Cuiabá. Anais. Cuiabá: UFMT, 1998. p. 24-30.

______. Produção científica em ensino coletivo de instrumentos de banda e o terceiro setor: avaliação e perspectivas. In: CONGRESSO DA ANPPOM, 14, 2003, Porto Alegre. Anais. Porto Alegre: UFRS, 2003. V.1. p.1-4.

______. Uma proposta de educação musical social e brasileira através da prática de instrumentos musicais em “orquestras brasileiras”. Revista Espaço Intermediário, São Paulo, v.1, n.º 1, p. 53-64, mai. 2010.

______. Educação musical com ensino coletivo de instrumentos de sopro e percussão. In: ALCÂNTARA, Luz Marina; RODRIGUES, Edvania B. T. (Org.). Abrangências da música na educação contemporânea: conceituações, problematizações e experiências. Goiânia: Kelps, 2011, p. 223-239.

BORÉM, Fausto; LAGE, Guilherme M.; COELHO, R. Comportamento motor e o ensino de cordas orquestrais para crianças no CMI (UFMG): perspectivas de aplicação de conceitos. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 15, 2006, João Pessoa. Anais. João Pessoa: UFPB, 2006. p. 235-42.

BORGES, Giulliano C.; CRUVINEL, Flávia. Ensino coletivo de instrumentos musicais: Estudo sobre o processo de ensino-aprendizagem da Camerata de Violões de Barro Alto. In: ENCONTRO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 874-9.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretária de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: arte, primeiro e segundo ciclos. Brasília. 1997.

BRASIL. Lei n.º 13.415, de 13 de fevereiro de 2017. Altera as Leis n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, e 11.494, de 20 de junho de 2007.

BRASIL. Lei n.º 11.769, de 18 de agosto de 2008. Altera a Lei n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Diário Oficial da União, Brasília, 19 ago. 2008, seção 1, p.1.

BRITO, Joziely Carmo. Proposta pedagógica de ensino coletivo do violino para crianças de 5 anos na Escola de Música da Universidade Federal do Pará. In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO MUSICAL INFANTIL, 2, 2011, Salvador. Anais. Salvador: UFBA, 2011. p. 57-67.

BRITO, Joziely Carmo. Desenvolvimento cognitivo musical da criança de cinco anos com implicações ao ensino coletivo de violino. In: SIMPÓSIO DE COGNIÇÃO E ARTES MUSICAIS (SIMCAM), 9, 2013, Belém. Anais. Belém: UFPA, 2013. p. 250-60.

CABRAL, Maria H. B.; VIEIRA, Maria Helena. O ensino de flauta doce em grupo na aula de educação musical: Projeto de investigação-ação. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 1.414-23.

CAETANO, Milena Tibúrcio. Ensino coletivo de instrumento musical no ensino básico: Avaliação de uma proposta. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 864-73.

CALLEGARI, P. Oficina de flauta doce: Uma alternativa para o ensino de música. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 15, 2006b, João Pessoa. Anais. João Pessoa: UFPB, 2006. p. 581-7.

CAMPOS, Denise A. et al. Projetos musicais para a escola de ensino básico: O projeto pequeninos. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 1.990-8.

CERQUEIRA, Daniel Lemos. O arranjo como ferramenta pedagógica no ensino coletivo de piano. Música Hodie, Goiânia, V.9, n.º 1, p. 129-40, jun. 2009.

CIARLO, Alexander. A formação e a transformação de cidadãos por meio do ensino coletivo de instrumentos através da iniciação instrumental de cordas. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 13, 2004, Rio de Janeiro. Anais. Rio de Janeiro: CBM/UNIRIO, 2004. p. 1-8.

CORRÊA, Marcos Kröning. A dinâmica da aprendizagem musical em grupo: Um estudo dos processos e procedimentos nas práticas instrumentais – violão. In: ENCONTRO NACIONAL DA ABEM, 10, 2001, Uberlândia. Anais. Uberlândia: UFU, 2001. p. 188-92.

COSTA, Dimas C. Estudo sobre o ensino coletivo de cordas: Uma experiência na universidade. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 18, 2009, Londrina. Anais. Londrina: UEL-UEM, 2009. p. 623-8.

CRUVINEL, Flávia. Efeitos do ensino coletivo na iniciação instrumental de cordas: A educação musical como meio de transformação social. 2003. 210p. Dissertação (Mestrado em Música) – Escola de Música e Artes Cênicas, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2003.

______. I ENECIM – Encontro nacional de ensino coletivo de instrumento musical: O início de uma trajetória de sucesso. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 1, 2004, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2004. p. 30-6.

______. Educação musical e transformação social: uma experiência com ensino coletivo de instrumentos de cordas. Goiânia: Instituto Centro-Brasileiro de Cultura, 2005.

______. Ensino coletivo de instrumento musical: Uma alternativa para uma educação musical ativa e transformadora por um mundo melhor. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 2, 2006, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2006. p. 105-13.

______. O ensino coletivo de instrumentos musicais na educação básica: Compromisso com a escola a partir de propostas significativas de ensino musical. In: ENCONTRO REGIONAL CENTRO-OESTE DA ABEM e ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTO MUSICAL (ENECIM), 8 e 3, 2008, Brasília. Anais. Brasília: UNB, 2008. p. 1-13.

______. O ensino coletivo de instrumento musical como alternativa metodológica na educação básica. In: ALCÂNTARA, Luz Marina; RODRIGUES, Edvania B. T. (Org.). O ensino de música: desafios e possibilidades contemporâneas. Goiânia: SEDUC, 2009, p. 71-79.

DANTAS, Taís. O ensino coletivo de instrumentos de cordas friccionadas em Salvador – Bahia: Cenário comparativo entre os anos de 2007 e 2009. In: ENCONTRO REGIONAL ABEM NORDESTE, 9, 2010a, Natal, Anais. Natal: UFRN, 2010a, p. 1-7.

______. Ensino coletivo de instrumentos musicais: Contribuições para o desenvolvimento psicossocial e musical dos alunos. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010b, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010b. p. 880-90.

DIAS, José Leonel G. IPICEC - Iniciação e prática de instrumentos de cordas através do ensino coletivo. 1993. Dissertação (Mestrado em Musicologia) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

FERNANDES, Alexandre P. Projeto “Toque... e se toque!”: Uma busca por novas perspectivas para o ensino de violão. In: ENCONTRO NACIONAL DA ABEM, 18, 2009, Londrina. Anais. Londrina: UEL-UEM, 2009. p. 1.037-44.

FERREIRA, Daniel. Ensino coletivo de instrumentos de cordas friccionadas: Estudo de caso dos alunos do CECBASA. In: CONGRESSO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 5, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 1-8.

FIALHO, Vania M.; ORTEGA, Marilda. Projeto música na escola: Aulas coletivas de instrumento. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 18, 2009, Londrina. Anais. Londrina: UEL-UEM, 2009. p. 1.059-64.

GALINDO, João Maurício. Instrumentos de arco e ensino coletivo: a construção de um método. 180p. Dissertação (Mestrado em Musicologia) – Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

GONÇALVES, Augusto B. O ensino de choro no violão em grupo: Um estudo de caso com dois professores da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello de Brasília. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUANDOS EM MÚSICA (SIMPOM), 2, 2012, Rio de Janeiro. Anais. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2012. p. 298-306.

IZAIAS, Milena C.; BERG, Silvia Maria. Relato de experiência: Aplicação da coletânea “Flauta sem mistério” em sala de aula dentro do Projeto Guri. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 5, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 1-8.

KANDLER, Maira Ana. Iniciação musical através do ensino coletivo de instrumentos de sopro: relato de uma experiência. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 18, 2009, Londrina. Anais. Londrina: UEL-UEM, 2009. p. 719-24.

MONIZ, Roberto C.; VIEIRA, Maria Helena G. O ensino em grupo dos cordofones tradicionais madeirenses na disciplina de “educação musical”: Projeto de investigação-ação numa escola da Região Autônoma da Madeira. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 5, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 1-11.

MONTANDON, Maria Isabel. Aula de piano e ensino de música: análise da proposta de reavaliação da aula de piano e sua relação com as concepções pedagógicas de Pace, Verhaalen e Gonçalves. 1992. 171p. Dissertação (Mestrado em Educação Musical) – Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1992.

______. Ensino coletivo, ensino em grupo: Mapeando as questões da área. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 1, 2004, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2004. p. 44-8.

MORAES, Abel. Ensino instrumental em grupo: Uma introdução. Música Hoje, Belo Horizonte, V.4, p. 70-78. 1997.

MOREIRA, Marcos S. O método Da Capo na aprendizagem inicial da Filarmônica do Divino, Sergipe. Opus, Goiânia, V.15, n.º1, p. 126-40, jun. 2009.

______. Possibilidades de mapeamento estrutural, pedagógico e social em Filarmônicas Alagoanas. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUANDOS EM MÚSICA (SIMPOM), 1, 2010, Rio de Janeiro. Anais. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2010. p. 319-25.

MOURA, Risaelma J. Ensino coletivo de violão: Possibilidades para a aprendizagem colaborativa e cooperativa em EAD. Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, V.7, n.º 2, p. 1-7, out. 2009.

NASCIMENTO, Marco Antonio. Método elementar para o ensino coletivo de instrumentos de banda de música: “Da Capo” um estudo sobre sua aplicação. 2007. 87p. Dissertação (Mestrado em Música) – Centro de Ciências Letras e Artes, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

______. Contribuição da iniciação musical por meio do ensino coletivo de instrumentos musicais no desenvolvimento profissional do músico: O caso dos egressos da Banda 24 de Setembro. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 606-17.

NASCIMENTO, Marco Antonio. et al. O ensino coletivo de instrumentos musicais no curso de música – licenciatura da UFC. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 5, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 1-10.

OLIVEIRA, Alda J. Iniciação musical com introdução ao teclado – IMIT. Opus, Porto Alegre, V. 2, n.º 2, p. 7-14, jun. 1990.

OLIVEIRA, Marcelo M.; MATOS, Elvis A. A criação musical na iniciação coletiva ao violão à luz da Teoria de Aprendizagem Musical de Gordon. In: ENCONTRO REGIONAL ABEM NORDESTE, 10, 2011, Recife, Anais. Recife: UFPE, 2011, p. 50-60.

PAIVA, Adriana C. Educação musical no programa cordas da Amazônia: Descrição analítica dos procedimentos metodológicos das turmas de violoncelo. 2013. 101p. Dissertação (Mestrado em Artes) – Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013.

PEIXOTO, Anamaria. Iniciando cordas através do folclore. Opus, Porto Alegre, v. 2, n.º 2, p. 15-20, jun. 1990.

PINTÃO, Rui Pedro; VIEIRA, Maria Helena. O ensino de piano em grupo com vista à obtenção de uma alfabetização musical: Impactos de um projeto de investigação numa escola pública de Portugal. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 5, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 1-11.

QUEIROZ, Thiago C. O processo de ensino aprendizagem coletivo de violão no Movimento Ecoarte. In: ENCONTRO REGIONAL ABEM NORDESTE, 10, 2011, Recife, Anais. Recife: UFPE, 2011, p. 463-70.

RIBEIRO, Giann M.; BRAGA, Paulo D. Aprendizagem por videoconferência nas aulas coletivas de instrumento. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 445-55.

RODRIGUES, Társilla Castro. O ensino coletivo: Uma alternativa de ensino aplicada aos instrumentos de cordas friccionadas. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUANDOS EM MÚSICA (SIMPOM), 2, 2012, Rio de Janeiro. Anais. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2012. p. 613-22.

SÁNCHEZ, Freddy. El Sistema Nacional para las orquestras juveniles e infantiles: La nueva educación musical de Venezuela. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 18, p. 63-9, out. 2007.

SANTIAGO, Diana. As “oficinas de piano em grupo” da Escola de Música da Universidade Federal da Bahia (1989-1995). Revista da ABEM, s.l., n.º 2, p. 74-81, jun. 1995.

SANTOS, Ana Roseli P.; VIEIRA, Maria Helena G. O ensino em grupo de instrumentos musicais e a pedagogia sociocultural: Um estudo de caso múltiplo em Portugal e no Brasil. In: CONGRESSO INTERNACIONAL GALEGO-PORTUGUÊS DE PSICOPEDAGOGIA, 11, 2011, A Coruña. Anais. A Coruña: UDC, 2011. p. 2.649 – 59.

SANTOS, Carla Pereira. Ensino coletivo e formação de grupos instrumentais: Propostas para o ensino-aprendizagem do violão no Instituto de Música Waldemar de Almeida – Natal/RN. In: ENCONTRO NACIONAL DA ABEM, 17, 2008, São Paulo. Anais. São Paulo: UNESP, 2008. p. 1-7.

______. Modos de ensinar música na escola: Um estudo a partir de uma orquestra escolar. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 1.226-39.

SANTOS, Wilson R. Orquestras-escola estudo e reflexão. 2001. 190p. Dissertação (Mestrado em Artes – Música) – Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2001.

______. Educação musical coletiva com instrumentos de arco: uma proposta de sistema em níveis didáticos. 2016. 498p. Tese (Doutorado em Música - Educação Musical) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2016.

SILVA, José A.; CRUVINEL, Flávia. O ensino coletivo de flauta doce no Grupo Espírita Seareiros do Bem: Estudo sobre o repertório musical utilizado na evangelização. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 19, 2010, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2010. p. 1.386-94.

SILVA, Marco Antonio. Formação de instrumentistas de cordas friccionadas: A perspectiva da metodologia introduzida por Alberto Jaffé. In: ENCONTRO REGIONAL ABEM NORDESTE, 9, 2010, Natal, Anais. Natal: UFRN, 2010, p. 1-7.

SIMÕES, Alan C.; ALVARES, Sérgio L. A descrição da interação professor-aluno em selecionadas aulas coletivas de violão: Uma análise observacional a partir do sistema RIOS. In: CONGRESSO DA ANPPOM, 23, 2013, Natal. Anais. Natal: UFRN, 2013. p. 1-8.

SOARES, Mauro L. Aulas de instrumentos musicais em grupo: uma proposta a partir do conceito de zona de desenvolvimento proximal de Vygotsky. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 5, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 1-11.

TAMONTE, Cristiana A.; GRUBISIC, Katarina. Orquestra escola: Educação musical e prática social. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 5, 2012, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2012. p. 1-10.

TIAGO, Roberta A.; PERDOMO, Ana Paula. “Um cantinho, um violão...”: Uma experiência com a abordagem sócio-cultural da educação musical e com o modelo (T)EC(L)A (Swanwick, 1919) no Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli, Uberlândia-MG. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 13, 2004, Rio de Janeiro. Anais. R. de Janeiro: CBM/UNIRIO, 2004. p. 1-8.

TOURINHO, Ana Cristina. A formação de professores para o ensino coletivo de instrumento. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 12, 2003, Florianópolis, Anais. Florianópolis: UDESC-CEART, 2003. p. 51-7.

______. Reflexões sobre o ensino coletivo de instrumentos na escola. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 1, 2004, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2004. p. 37-43.

______. Ensino coletivo de violão e princípios da aprendizagem colaborativa. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO COLETIVO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS (ENECIM), 2, 2006, Goiânia. Anais. Goiânia: UFG, 2006. p. 89-96.

______. Ensino coletivo de instrumentos musicais: crenças, mitos, princípios e um pouco de história. In: CONGRESSO NACIONAL DA ABEM, 16, 2007, Campo Grande. Anais eletrônicos. Campo Grande: UFMS, 2007. p 1-8.

VECCHIA, Fabrício D. Desenvolvimento e produção de audiovisual suplementar ao Da Capo: Método coletivo para o ensino de instrumentos de banda. In: ENCONTRO ANUAL DA ABEM, 15, 2006, João Pessoa. Anais. João Pessoa: UFPB, 2006. p. 269-75.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


© 2020 Revista Vórtex | Vortex Music Journal