Panorama nacional das publicações de musicoterapia do Transtorno do Espectro Autista (TEA) - de 2005 a 2015

Josane Moreira Gonçalves de Araújo, Noemi Nascimento Ansay

Resumo


Este artigo refere-se a uma pesquisa bibliográfica sobre a temática Musicoterapia e Transtorno do Espectro Autista (TEA), no período de 2005 a julho de 2015. As fontes pesquisadas foram: SciELO, Portal Periódico Capes, Google Acadêmico, Revista Brasileira de Musicoterapia e os Anais de Simpósio Brasileiro de Musicoterapia online. Foram incluídos no levantamento da pesquisa: um livro e um capítulo de um livro, escritos por profissionais musicoterapeutas e que tratam da temática pesquisada. O retorno das publicações evidenciou as diversas formas de aplicabilidade musicoterapêutica com essa clientela. As pesquisas mostraram que a improvisação musical, no atendimento a crianças com TEA, tem se caracterizado como uma forma de intervenção fundamental no processo musicoterapêutico.
Palavras-chave - Musicoterapia. Transtorno do Espectro Autista. Pesquisa Bibliográfica.


Texto completo:

VISUALIZAR PDF

Referências


ABADIA, et al. Musicoterapia e Síndrome de Asperger: relato de experiência. Revista Brasileira de Musicoterapia, n 9, s/ página, ano XI, 2009.

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. DSM-5: manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

ARAGÃO, L. M. O envelope Sonoro e o Palming: a integração entre o toque e o canto como base da relação com uma criança autista. Revista Brasileira de Musicoterapia, n 16, p. 78-86, ano XVI, 2014.

BRANDALISE, A. Musicoterapia Aplicada à Pessoa com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA): uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Musicoterapia, n. 15, p. 28-42, ano XV, 2013.

__________ A Musicoterapia e o Teatro: uma proposta de intervenção social e profissionalizante do indivíduo com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) (estudo e prática de Musicoterapia musicocentrada). In: CARLO, S. (org.). Autismo, Educação e Transdisciplinaridade. 1ª ed. Campinas, SP: Papirus, 2013.

BRUSCIA, K. E. Definindo Musicoterapia. 2ª ed. Rio de Janeiro: Enelivros, 2000.

CARRER, J. L. Luiz; LIRA, V. S. Musicoterapia Vibroacústica na Associação Brasileira de Síndrome de Rett (Abre-te/SP). In XIV Simpósio Brasileiro de Musicoterapia, XI Fórum paranaense de musicoterapia e XII Encontro Nacional de Pesquisa em Musicoterapia. Olinda, 2012. Disponível em . Acesso em: 30/07/2015.

CIRIGLIANO, M. M. S. Contribuições da análise de Discurso e da Psicanálise aos Discursos do autismo. In Anais do I Seminário Interno de Pesquisas do Laboratório Arquivos do Sujeito. Niterói, 1, p. 93-101, 2012. Disponível em: Acesso em 20/07/2015.

__________ Voz na Clínica do Autismo: Análise de Discurso, Musicoterapia e Psicanálise.

Anais do II Seminário Interno de Pesquisas do Laboratório Arquivos do Sujeito. UFF, Niterói, 2, p. 89-96, 2013. Disponível em: . Acesso em: 20/07/2015.

COSTA C.M. A especificidade da Musicoterapia e a identidade do Musicoterapeuta. In: XI Fórum Paranaense de Musicoterapia e IX Encontro Nacional de Pesquisa em MT, Biblioteca da Musicoterapia Brasileira, 2009. Disponível em: . Acesso em 13/10/2015.

__________ Musicoterapia e Autismo. Jornal Médico de Família. Portugal, out. 1992 – nº49.

COSTA, C. M. A; CARDEMAN, C. Musicoterapia no Rio de Janeiro 1955 – 2005. Biblioteca da Musicoterapia Brasileira, 2006. Acesso em: 13/10/2015. Disponível em: .

CRAVEIRO DE SÁ, L. Ateia do tempo e o autista: música e musicoterapia. Goiânia: Ed. UFG, 2003.

FIGUEIREDO, F. G. Musicoterapia improvisacional aplicada à comunicação pré-verbal de crianças com transtornos do espectro autista: ensaio controlado e randomizado. 128f. Dissertação (mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente). Programa de pós-graduação.

Saúde da Criança e do Adolescente. Universidade do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. Disponível em: . Acesso em: 13/07/2015.

FREIRE, M; MOREIRA, A; KUMMER, A. Protocolo de atendimento de Musicoterapia Improvisacional musico-centrada para crianças com autismo. Revista Brasileira de Musicoterapia, n 18, p. 104–117, ano XVII, 2015.

GATTINO, G. S. A Influência do Tratamento Musicoterapêutico na Comunicação de Crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). 119 f. Dissertação (mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente) Programa de Pós-Graduação, Universidade do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009. Disponível em: . Acesso em: 12/07/2015.

__________Musicoterapia aplicada à avaliação da comunicação não verbal de crianças com TEA: revisão sistemática e estudo de validação. 180 f. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente). Programa de Pós-Graduação, Universidade do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: . Acesso em: 15/07/2015.

__________Musicoterapia e autismo: teoria e prática. São Paulo: Memnon,2015.

GALVÃO, C.M, SAWADA, N.O, TREVIZAN, M.A. Revisão sistemática: recurso que proporciona a incorporação das evidências na prática da enfermagem. Rev. Latino-am Enfermagem,12(3):549-556, maio-junho, 2004. Disponível em: . Acesso em: 28/10/2015.

LÓPEZ, A. L. A escuta psicanalítica de uma criança autista. Estudos de Psicanálise, Aracaju, n. 34, p.13-20, 2010. Disponível em: . Acesso em: 28/07/2015.

MARCONI, M. A; LAKATOS, E. M; Técnicas de Pesquisa: 5ª Ed. São Paulo. Atlas, 2003.

__________Técnicas de Pesquisa: planejamento e execução de pesquisas; amostragens e técnicas de pesquisa; elaboração, análise e interpretação de dados. 6º Ed. São Paulo. Atlas, 2007.

MARTINS, R. O Corpo como Primeiro Espaço de Comunicação O Diálogo Tónico-Emocional no Nascimento da Vida. Revista do Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE, n 1, p. 34 – 43, vol 13, 2015.

PRESTES, C. Musicoterapia: estudo de caso de uma criança autista. In: XVII Encontro Nacional da ABEM. 2008, São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 12/07/2015.

RAPOSO, C. C. S; FREIRE, C. H. R; LACERDA, A.M. O cérebro autista e a sua relação com os neurônios-espelho. HumanAE. Questões controversas do mundo contemporâneo, n. 9, s/p, v. 2, 2015. Acesso em 17/07/2015. Disponível em: .

SPOSITO, M. S. Musicoterapia para Angel. Autismo, Ritmo e um Espaço-Tempo de Ser. Revista Brasileira de Musicoterapia, n 14, p. 15 – 29, ano XV, 2013.

Recebido em: 26/04/2016

Aceito em: 15/07/2016


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Governo do Estado do Paraná
Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
InCantare: R. Pesq. Musicoterapia, Curitiba, Faculdade de Artes do Paraná, ISSN 2317-417X