Investigações acerca de ações interdisciplinares na área de Ciências da Natureza no Ensino Médio

Cátia Silene Carrazoni Lopes Viçosa, Emerson de Lima Soares, Marli Spat Taha, Rafael Roehrs

Resumo


Este trabalho objetivou pesquisar a interdisciplinaridade na percepção e no cotidiano de professores na área de Ciências da Natureza, em uma escola estadual de Ensino Médio, Uruguaiana/RS, bem como verificar a contribuição de ações interdisciplinares no processo de ensino aprendizagem dos educandos nesta área do conhecimento. A pesquisa caracteriza-se por ser quali-quantitativa, como instrumento de coleta de dados utilizou-se pré e pós questionários com questões fechadas e abertas, e como proposta interdisciplinar foi explorado de maneira conceitual e prática o espectro da luz visível. Para análise dos dados foi utilizada a Análise de Conteúdo de Bardin. Os resultados indicaram que os professores não trabalham interdisciplinarmente, mas que almejam essa possibilidade. A proposta interdisciplinar desenvolvida superou a fragmentação de conteúdos, contribuindo favoravelmente na aprendizagem dos alunos, despertando o interesse nas aulas e oportunizando a discussão e reflexão sobre o meio em que estão inseridos. Conclui-se assim, a importância da formação continuada, que forneça aporte aos professores, discuta a interdisciplinaridade e contribua em novas concepções sobre o tema. Aponta-se também ser essencial a busca de condições para desenvolve-la como perspectiva de articular diferentes disciplinas, instigando os educandos a ampliar suas potencialidades e ultrapassando o refletir fragmentado. 


Texto completo:

242-262

Referências


AUGUSTO, T. G. S. Interdisciplinaridade: Concepções de professores da área ciência da natureza em formação em serviço. Ciência & Educação, v. 10, n. 2, p. 277-289, 2004. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.

AUSUBEL, D. P.; NOVAK, J. D. Psicologia Educacional. Rio de Janeiro, Brasil: Editora: Interamericana LTDA, 1980.

AUSUBEL, D. P. Aquisição e Retenção do Conhecimento: Uma perspectiva cognitiva. Rio de Janeiro: Plátano, 2003.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3 ed. Lisboa: Edições 70, 2011.

BRASIL. Ministério da educação e Cultura. Parecer CNE/CEB n.º 15/98. 1998. Disponível em: . Acesso em: abr. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+ Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC, SEMTEC. 2000. Disponível em: . Acesso em: mai. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Médio. 2000. Disponível em: . Acesso em: mai. 2017.

BUCUSSI, A. A.; OSTERMANN, F. Projetos Curriculares Interdisciplinares e a Temática da Energia. Experiências em Ensino de Ciências, v. 1(1), p. 01-13, 2006. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

DAMÁSIO, A. E o cérebro criou o Homem. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI J. A. Metodologia do Ensino de Ciências. São Paulo: Cortez. 1992.

DELIZOICOV, D. Problemas e problematizações. 2009 Disponível em: . Acesso em: fev. 2017.

DEMO, P. Educação & conhecimento – relação necessária, insuficiente e controversa. Petrópolis: Vozes, 2001.

FAZENDA, I. C. A. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. 10 ed. Campinas: Papirus, 143 p., 2002.

GALVÃO, E. M. Memória Social e Transdisciplinaridade. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia. 2009. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

GATTI, B. A. A formação inicial de professores para a educação básica: as licenciaturas. Revista USP, n. 100, 2014. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

GARCIA, J. A Interdisciplinaridade segundo os Pcns. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 17, n. 35, 2008. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

HARTMANN, A. M.; ZIMMERMANN, E. O trabalho interdisciplinar no Ensino Médio: A reaproximação das “Duas Culturas”. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências. Vol. 7 Nº 2. 2007a. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

______________. O trabalho interdisciplinar a partir do tema Sociedade Sustentável: um desafio para a Física. In: XVII Simpósio Nacional de Ensino de Física, São Luís, MA. 2007b. Disponível em: . Acesso em: abr. 2017.

IRIBARRY, I. N. Aproximações sobre a Transdisciplinaridade: Algumas Linhas Históricas, Fundamentos e Princípios Aplicados ao Trabalho de Equipe. Psicologia: Reflexão e Crítica, 16(3), p. 483-490. 2003. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago. 220 p. 1976.

LENOIR, Y. Três interpretações da perspectiva interdisciplinar em educação em função de três tradições culturais distintas. Revista E-Curriculum, São Paulo, v. 1, dez. 2005. Disponível em: . Acesso em: mar. 2017.

LÜCK, H. Pedagogia Interdisciplinar: fundamentos teóricos - metodológicos. Petrópolis – RJ: Vozes, 1994.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar e reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand, 2000.

____________. Os setes saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2001.

____________. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios. São Paulo: Cortez, 2002.

MOREIRA, M. A. Metodologia de Pesquisa em Ensino. Ed.: Livraria da Física. 1ed., São Paulo, 2011.

NICOLESCU, B. Manifeste sur la transdisciplinarité. Bulletin interactif. Editions du Rocher du CIRET. Centre de Recherche et Etudes Transdisciplinarité, 10, 34-40. Mônaco. 1996. Disponível em: . Acesso em: mai. 2017.

RICARDO, E. C.; ZYLBERSZTAJN, A. Os Parâmetros Curriculares Nacionais na formação inicial dos professores das Ciências da Natureza e Matemática do Ensino Médio. Revista Investigações no ensino de Ciências, v. 12, n. 03, 2007. Disponível em: . Acesso em: mai. 2017.

ROCHA, W. K. S.; CARMO, E. M.; SANTOS, M. C. P. A Contribuição do estágio supervisionado para a formação profissional do professor de Ciências e Biologia. Revista Sociedade Brasileira Ensino de Biologia, n. 07, 2014. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.

SANTOMÉ, J. T. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artmed, 1998.

SANTOS, C. F.; NUNES, M. F. A indisciplina no cotidiano escolar. Candombá - Revista Virtual. v. 2, n. 1, p. 14-23, jan./ jun. 2006. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.

SANTOS, J. A.; JUNIOR, L. P. C.; BEJARANO, N. R. R. Concepções de Interdisciplinaridade-Uma análise dos trabalhos publicados pela revista Química Nova na Escola. In: SILVA, J. L et al. XVI Encontro Nacional de Ensino de Química. 2012. Disponível em: . Acesso em: mai. 2017.

TAVARES, R. Aprendizagem significativa e o ensino de ciências. Ciências & Cognição, vol. 13, 2008. Disponível em: . Acesso em: mai. 2017.

TEIXEIRA, L. N. et al. As possíveis alterações no estilo de vida e saúde de professores. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, Vol. 05, n. 02, 2015. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.