Para pensar a cena acessível

ensaiando uma noção de acessibilidade em uma perspectiva ecológica centrada na interação

Autores

  • Marcia Berselli Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Palavras-chave:

Cena Acessível, Acessibilidade, Teatro, Práticas Corporais, Capacitismo

Resumo

O texto apresenta um recorte de práticas que vêm sendo desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa Teatro Flexível: práticas cênicas e acessibilidade (CNPq), especialmente destacando as abordagens do movimento que pautam as oficinas oferecidas pelo grupo. A noção de cena acessível que ampara as práticas e estudos do coletivo direciona para um questionamento acerca dos modelos de deficiência operantes em nossa sociedade, convocando para uma leitura das práticas em uma abordagem de rompimento ou manutenção de normativas capacitistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBRIGHT, Ann Cooper. À corps ouverts. Changement et échange d’identités dans la Capoeira et le contact improvisation. Protée. 2001, vol. 29, n. 2, p. 39-49. Recuperado de <<http://id.erudit.org/iderudit/030624ar>>. Acesso em: 13 ago. 2022.

BERSELLI, Marcia. Abordagens à cena inclusiva: princípios norteadores para uma prática cênica acessível. 2019. 298 f. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) - Instituto de Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019. Recuperado de: https://lume.ufrgs.br/handle/ 10183/197213. Acesso em: 13 ago. 2022.

BERSELLI, Marcia; FAZZIONI, Matheus. A colagem e o encenador-performer na cena acessível de Pippo Delbono: uma análise a partir de Questo Buio Feroce e Vangelo. Conceição/Conception, [S. l.]. 2021, v. 10, p. 01-17. ISSN 2317-5737. Recuperado de: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conce/article/view/8664074. Acesso em: 14 jun. 2022.

BERSELLI, Marcia; ISAACSSON, Marta. Desestabilizar saberes: a indisciplina favorecendo a ampliação do acesso às artes cênicas. Ephemera Journal. 2020, vol. 3, n. 5, p. 142-158. ISSN 2596-0229. Recuperado de: https://periodicos.ufop.br/ephemera/article/view/4057. Acesso em: 13 ago. 2022.

BERSELLI, Marcia; ISAACSSON, Marta. Práticas cênicas acessíveis e a interação entre artistas com e sem deficiência: um breve olhar sobre o trabalho dos encenadores Bob Wilson e Pippo Delbono. Pitágoras 500, Campinas, SP. 2018, v. 8, n. 2 [15], p. 45-58. ISSN 2237-387X. Recuperado de: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/pit500/article/view/8653873. Acesso em: 13 ago. 2022.

BERTHERAT, Thérèse. O corpo tem suas razões: antiginástica e consciência de si. [Trad. Estela dos Santos Abreu]. 20 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

BRASIL. Lei no 13.146 de 06 de Julho de 2015. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Subchefia para Assuntos Jurídicos [da] Presidência da República. Brasília, DF, 06 jul. 2015.

FELDENKRAIS, Moshe. Consciência pelo movimento. [Trad. Daisy A. C. Souza]. São Paulo: Summus, 1977.

FERNANDES, Ciane. Movimento e Memória: Manifesto da Pesquisa Somático- Performativa. In: Congresso da Associação Brasileira de Artes Cênicas. Porto Alegre. Outubro de 2012. Anais VII Congresso da ABRACE. TEMPOS DE MEMÓRIA: vestígios, ressonâncias e mutações. Recuperado de: https://www.publionline.iar.unicamp.br/index.php/abrace/article/view/2546. Acesso em: 27 jun. 2022.

FERNANDES, Ciane. Quando o Todo é mais que a Soma das Partes: somática como campo epistemológico contemporâneo. Presença, Porto Alegre. 2015, v. 5, n. 1, p. 9-38. ISSN 2237-2660. Recuperado de: https://doi.org/10.1590/2237-266047585. Acesso em: 13 ago. 2022.

FORTIN, Sylvie. Nem do Lado Direito, nem do Avesso: o artista e suas modalidades de experiências de si e do mundo. In: WOSNIAK, Cristiane; MARINHO, Nirvana (Org.). O Avesso do Avesso do Corpo: Educação somática como práxis. Joinville: Nova Letra, p. 25-42, 2011. Recuperado de: http://festivaldedancadejoinville.com.br/acervo/wp- content/uploads/2017/09/IV-Seminarios-de-Danca-O-Avesso-do-Avesso-do-Corpo.pdf. Acesso em: 13 ago. 2022.

GUERRA, Itxi. Luta contra o capacitismo: anarquismo e capacitismo. Terra sem Amos: Brasil, 2021.

HANNA, Thomas. Dictionary definition of the word somatics. Somatics: Magazine Journal of the Bodily Arts and Sciences, vol. IV, n. 2, p. 19-28, 1983.

HANNA, Thomas. What is Somatics? Somatics: Magazine-Journal of the Bodily Arts and Sciences, Volume V, n. 4, Spring-Summer 1986. Retrieved 17 November 2014. Recuperado de: https://somatics.org/library/htl-wis1. Acesso em 13 ago. 2022.

KUPPERS, Petra. Disability Culture and Community Performance. Find a Strange and Twisted Shape. London: Palgrave, 2011.

LEITE, Fernanda Hübner de Carvalho. Contato improvisação (contact improvisation) um diálogo em dança. Movimento. 2005, vol. 11, n. 2, p. 89-110. ISSN 1982-8918. Recuperado de: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/2870. Acesso em: 13 ago. 2022.

MACHADO, Mayana Marengo. Relações entre Contato Improvisação e as práticas do BMC. Revista Nupeart, Florianópolis. 2016, v. 16, n. 2, p. 67-79. ISSN 2358-0925. Recuperado de: https://www.revistas.udesc.br/index.php/nupeart/article/view/8677. Acesso em: 13 ago. 2022.

NOVACK, Cynthia J. Sharing the Dance: Contact Improvisation and American Culture. Wisconsin: The University of Wisconsin Press, 1990.

SANTOS, Flavia Grützmacher dos; BERSELLI, Marcia. Uma cultura de cuidado e afeto: apontamentos sobre segurança e confiança em uma oficina de teatro desenvolvida com/para mulheres. Revista Científica de Artes/FAP. 2022, vol. 26, n. 2, p. 339-359. ISSN 1980-5071. Recuperado de: https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/revistacientifica/article/view/4593. Acesso em: 13 ago. 2022.

Downloads

Publicado

2022-12-16