MEDIAÇÃO NO MUSEU, NA ESCOLA E NA VIDA

Autores

  • Joelma Zambão Estevam Universidade Federal do Paraná

Resumo

O presente artigo discorre sobre mediação em museus, enfatizando que, antes que ela ocorra dentro destas instituições, é importante tentar entender os motivos pelos quais um percentual tão pequeno da população, especialmente da oriunda de uma classe econômica mais baixa, frequenta museus. Reflete sobre este afastamento entre público e arte e busca nos escritos de Pierre Bourdieu, especificamente na tese do poder simbólico, explicações para este fato. Discorre sobre as construções históricas e ideológicas que levaram o público, especialmente o oriundo de classes econômicas inferiores a acreditar que os museus não foram feitos para ele e aponta a escola como uma alternativa na superação deste processo, uma vez que os professores de Arte tenham consciência deste fato e trabalhem no sentido de não reproduzi-lo. Por fim, discorre sobre a preocupação que os setores educativos dos museus precisam ter para acolher este público, ressaltando que, para além do atendimento das questões importantí­ssimas de acessibilidade, é fundamental pensar em condutas que trabalhem no sentido contrário da elitização da instituição museal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joelma Zambão Estevam, Universidade Federal do Paraná

Professora Adjunta da Universidade Federal do Paraná desde 2007.

Graduada em Educação Artí­stica com habilitação em Artes Plásticas – UFPR/1992.

Especialista em Literatura – UTP/1997.

Mestre em Engenharia de Produção – UFSC/2002.

Mestre em Educação – UTP/2006.

Doutora em Tecnologia – UTFPR/2016.

Link do Currí­culo Lattes: https://wwws.cnpq.br/cvlattesweb/PKG_MENU.menu?f_cod=0890528DE16B65465F6D730F667292DA

Referências

BARBOSA, Ana Mae; COUTINHO, Rejane Galvão. Arte/educação como mediação cultural e social. São Paulo: Unesp, 2009.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand, 1989.

______. Pierre. A distinção: crí­tica social do julgamento. Porto Alegre: Zouk, 2013.

______. A economia das trocas linguí­sticas. São Paulo: Edusp, 2008.

BRASíLIA. Instituto Brasileiro de Museus. Ministério da Cultura (Org.). Mesa redonda sobre la importancia y el desarrollo de los museos en el mundo contemporáneo: Mesa Redonda de Santiago de Chile, 1972. 2012. Organização: José do Nascimento Junior, Alan Trampe, Paula Assunção dos Santos. Disponí­vel em: <http://www.ibermuseus.org/wp-content/uploads/2014/09/Publicacion_Mesa_Redonda_VOL_I.pdf>. Acesso em: 23 set. 2014.

CAILLET, Elisabeth. Polí­ticas de emprego cultural e ofí­cio da mediação. In: BARBOSA, Ana Mae; COUTINHO, Rejane Galvão. Arte/educação como mediação cultural e social. São Paulo: Unesp, 2009. p. 71-83.

CANCLINI, Néstor Garcia. Culturas hí­bridas. São Paulo: Edusp, 2003.

______. Culturas hí­bridas. São Paulo: Edusp, 2008.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Petrópolis: Vozes, 2002.

GNERRE, Maurizzio. Linguagem, escrita e poder. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

ICOM. Conselho Internacional de Museus. Declaração de Caracas. 1999. Cadernos de Sociomuseologia. Museologia e Patrimônio: Documentos Fundamentais. Disponí­vel em: <http://www.ibermuseus.org/wp-content/uploads/2014/07/declaracao-de-caracas.pdf>. Acesso em: 04 mar. 2014.

PUIG, Carla Padró. Modos de pensar museologias: Educação e estudos de museus. In: BARBOSA, Ana Mae; COUTINHO, Rejane Galvão. Arte/educação como mediação cultural e social. São Paulo: Unesp, 2009. p. 53-70.

RAMOS, Francisco Régis Lopes. A danação do objeto: O museu no ensino de história. Chapecó: Argos, 2004.

SCOTT, Joan. Experiência. In: SILVA, Alcione da; LAGO, Mara Coelho de Souza; RAMOS, Tânia Regina Oliveira. Falas de gênero: teorias, análises, leituras. Florianópolis: Editora Mulheres, 1999. p. 21-55.

TEIXEIRA LEITE, José Roberto. Dicionário crí­tico de polí­tica cultural. São Paulo: Iluminuras, 1999.

TRAMPE, Alan. Recuperando o tempo perdido. 2012. Disponí­vel em: <http://www.ibermuseus.org/wp-content/uploads/2014/09/Publicacion_Mesa_Redonda_VOL_I.pdf>. Acesso em: 23 set. 2014.

VARINE, Hugues de. As raí­zes do futuro: O patrimônio a serviço do desenvolvimento local. Porto Alegre: Medianiz, 2013.

Downloads

Publicado

2021-11-04

Edição

Seção

Eixo 1- Dossiê Temático