OS CANTOS TEMÁTICOS, A LINGUAGEM TEATRAL E A PEQUENA INFÂNCIA

Autores

  • Angela Thalyta Szychvoski Unespar- campus Curitiba 2
  • Lucas Pinheiro Unespar/Fap

Resumo

Esta pesquisa se debruça sobre a pequena infância e seu desenvolvimento no contexto da educação infantil, dialogando com a minha formação em licenciatura em teatro e a minha atuação como professora de Educação Infantil. Para tanto, trago o conceito de criança performer de Machado (2010a; 2010b), para apoiar a definição de criança vigente na legislação e na qual acredito; o conceito de nutrição deSlade(1978), para defender uma educação infantil que nutre e auxilia no desenvolvimento da criança, que vai também, ao encontro da concepção de educação infantil brasileira atual. Trago também a definição teórica recém adquirida por mim, porém já observada na prática, de jogo protagonizado, atividade na qual a criança performa sua infância, e se nutre e desenvolve. A partir desses conhecimentos teóricos pude analisar a prática chamada de cantinhos pedagógicos ou cantos temáticos, nos quais ocorre plenamente o jogo protagonizado, o desenvolvimento da autonomia, e dos aspectos fí­sicos, psicológicos, intelectuais e sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Ministério de Educação e do Desporto. Referencial curricular nacional para educação infantil. Brasí­lia, DF: MEC, 1998.

_____. Ministério da Educação. Secretária de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Brasí­lia: MEC/SEB, 2010.

_____. BNCC: Base Nacional Comum Curricular. Brasí­lia: MEC, 2017. Disponí­vel em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 20 de setembro de 2020.

_____.LDB: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. – 3. ed. – Brasí­lia: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2019.

BORIOLLO, Beatriz de Cássia. A contribuição do jogo teatral para o desenvolvimento da criança pré-escolar: uma análise na perspectiva histórico-cultural. 2003. 167 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2003.

HORN, Maria da Graça Souza. Sabores, cores, sons, aromas: a organização dos espaços na educação infantil. Porto Alegre: Artmed Editora, 2004.

MACHADO, Marina Marcondes. A criança é performer. In: Educação & Realidade, v.35, n.2., p. 115-137, maio/agosto 2010a.

________, Marina Marcondes. O imaginário infantil como trabalho em processo. Childhood & Philosophy, vol. 6, núm. 12, p. 281-295, julho/dezembro 2010b.

SLADE, Peter. O jogo dramático infantil. São Paulo: Summus, 1978.

Downloads

Publicado

2021-11-04

Edição

Seção

Eixo 1- Dossiê Temático