A História de uma região nos filmes da Universidade da Beira Interior: silêncios, homenagens e inquietudes

Autores

  • Ana Catarina Pereira

Resumo

A revisitação da memória e a constituição de uma identidade são traços comuns a dois documentários recentemente realizados por exalunas da Universidade da Beira Interior. Da meia-noite pró dia foi concluí­do por Vanessa Duarte, em 2013, no final da licenciatura, e Trama constitui um projeto de final de mestrado da autoria de Luí­sa Soares. Após o processo de avaliação final, pelo corpo docente da instituição, os filmes têm sido distinguidos nacionalmente e elogiados pela sua importância tanto artí­stica como sociológica. Em ambos, podem escutarse os depoimentos dos antigos operários e operárias do sector têxtil da Beira Interior, sem um recurso contí­nuo à imagem. Na primeira pessoa, revelam-se as principais dificuldades enfrentadas em tempos de crise polí­tica, económica e social, que deixaram marcas na postura, no discurso e nas percepções. Na presente reflexão, propomos analisar as diferentes visões das jovens cineastas, ao mesmo tempo em que reconheceremos traços urbaní­sticos e contextualizaremos séculos de História de uma indústria.

Palavras-chave: Têxtil. Memória. Beira Interior. Documentário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Catarina Pereira

Ana Catarina Pereira é docente na Universidade da Beira Interior e doutorada em Ciências da Comunicação, na vertente Cinema e Multimedia, com a tese "A mulher-cineasta: Da arte pela arte a uma estética da diferenciação". Investigadora do centro LabCom.IFP, é licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa e mestre em Direitos Humanos pela Universidade de Salamanca. É co-organizadora da obra "Geração Invisí­vel: Os novos cineastas portugueses" (2013) e autora do "Estudo do tecido operário têxtil da Cova da Beira" (2007).

Publicado

2015-06-01