Chamada para Dossiê: Formação de professores que ensinam matemática e Identidade Profissional Docente

2024-02-05
Olá!   Você já pode submeter seu trabalho para o Dossiê "Formação de professores que ensinam matemática e Identidade Profissional Docente".

 

Formação de professores que ensinam matemática e Identidade Profissional Docente

Submissão: 01 de fevereiro de 2024 a 01 de abril de 2024
Publicação: v. 16, n. 38, set./dez. 2024
Orgs: Marcia C. C. T. Cyrino (UEL); Celi Espasandin Lopes (PUC-Campinas); Andreia M. de Oliveira (UFBA)

A formação inicial e continuada de professores que ensinam matemática (PEM) é um processo complexo que envolve a interação de diferentes aspectos, quais sejam: conhecimento matemático; conhecimento sobre o ensino de matemática; compreensão de como estudantes aprendem; conhecimentos, expectativas, concepções e interesses de formandos; características, conhecimentos e concepções de formadores e de outros participantes de programas de formação; propósitos, formas de avaliação, currículo, aproximações pedagógicas e organização de programas de formação; organização e propósitos de sistemas educacionais, de materiais pedagógicos e de pesquisas educacionais, dentre outros.

A comunidade de PEM é constituída por diferentes atores, por exemplo, licenciados(as) em Pedagogia e em Matemática, pessoas formadas no Magistério, em nível médio, e aquelas formadas em outras áreas com habilitação para atuar como professores.

Na últimas décadas, pesquisadores e formadores que atuam em programas de formação de PEM têm trabalhado na busca de compreender: a natureza e a estrutura dos conhecimentos necessários aos PEM; a organização do ensino para essa formação; as histórias de professores e de formadores; o desenvolvimento profissional, a identidade profissional (IP) docente e a aprendizagem de PEM; fatores intervenientes nos processos de formação; a articulação entre a universidade e a escola para a formação de PEM, dentre outras temáticas.

Entendemos que a IP de PEM desempenha um papel central na compreensão das práticas de ensino; na motivação para ensinar; no bem-estar pessoal e profissional; na construção de futuras gerações para que possam pensar a matemática como uma possibilidade de transformação que visa equidade social; colocando-se como um desafio que envolve outras dimensões para além da construção de conhecimentos essenciais para a sua atuação profissional. Desse modo, no presente dossiê incentivamos os(as) autores(as) a compartilhar reflexões oriundas de investigações a respeito da constituição da IP de PEM em programas de formação inicial e continuada de professores.

Temos interesse em artigos que discutam a Identidade Profissional associada aos seguintes temas:

* - Agência profissional docente;

* - Educação interdisciplinar;

* - Profissionalismo colaborativo;

* - Formação continuada e orientações curriculares;

* - Formação docente e campos conceituais específicos;

* - Tecnologias digitais de informação e comunicação na formação inicial ou continuada;

* - Formação de formadores;

* - A relação entre a identidade profissional docente e a prática pedagógica em matemática;

* - A influência da cultura e do contexto na identidade profissional docente de professores que ensinam matemática;

* - Políticas públicas e a formação de professores de matemática.