O uso de história de mulheres em aulas do ensino fundamental: existir, resistir e persistir é preciso

Autores

  • Lindamir Salete Casagrande

Resumo

Estamos saindo de um período no qual os direitos humanos foram duramente atacados por um
governo sustentado por uma parcela da população que se mostrou extremamente conservadora e
violenta. Falar sobre gênero e sexualidade passou a ser arriscado e ofensivo à família brasileira. Cabe
lembrar que a maioria das violações sexuais contra crianças e adolescentes são praticadas por familiares
próximos. Precisamos existir, resistir e persistir na busca de formas diferenciadas para abordar estas
temáticas com as/os estudantes. O uso de história de mulheres pode ser uma boa alternativa, além de ser
uma atividade lúdica e interessante para as crianças. O objetivo deste artigo é refletir sobre o uso de
história das mulheres em aulas do Ensino Fundamental para abordar diversos temas do currículo escolar.
No decorrer do artigo apresentaremos algumas sugestões de atividades que as/os professoras/es podem
desenvolver com os/as estudantes, bem como, faremos algumas indicações de livros e outros materiais
que podem servir de ponto de partida para tais atividades. Convidamos as/os docentes a refletir sobre
esta possibilidade e a proporcionar aulas diferenciadas para seus/suas alunos/as.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-11-23