O LULISMO E A ELITE DO ATRASO

Discursos, desafios e perspectivas de um embate político em constante transformação

Autores

  • Daniel Baez Universidade Estadual do Paraná

Palavras-chave:

Lulismo, Elite do atraso, Discurso, Filosofia, Ciência Política

Resumo

Este artigo visa se debruçar sobre o tema “O Lulismo e a Elite do atraso: discurso, desafios e perspectivas de um embate político e constante transformação”. O tema escolhido suscita importantes indagações a respeito da figura pública do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ao longo dos anos alimentou no imaginário do povo brasileiro e continua alimentado em uma grande parcela da sociedade que lhe confere como o político que mais enfrentou a Elite conservadora brasileira. Ao avançar na compressão histórica, sociológica e política da construção do Lulismo ficará evidenciado que este movimento de força política não surge por um azar da história. Ela é consequência de uma soma histórica de desigualdade e de miséria. A mesma desigualdade e miséria produzida e fortalecida pela elite do atraso ao longo da história política brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Baez, Universidade Estadual do Paraná

Professor CRES no Colegiado de Letras Português/Espanhol do Campus da Unespar – União da Vitoria. Possui Licenciatura plena em Letras e Filosofia pela Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR). E Bacharelado em Ciência Política, Curso superior em Marketing e Sociologia pela UNINTER. E-mail: danan1011@hotmail.com

Referências

ANDERSON, P. (2011) O Brasil de Lula. Artigo. http://www.scielo.br/pdf/nec/n91/a02n91.pdf. Acesso em: 07 de janeiro. 2022.

ANTUNES, R. (2017) Fenomenologia do lulismo. 03 de janeiro de 2017. São Leopoldo-RS Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/176-noticias/noticias-2007/566688-fenomenologia-do-lulismo-artigo-de-ricardo-antunes Acesso em: 18 de janeiro 2022.

ALVES, M. Lula e o novo ‘presidencialismo de conciliação’. Artigo. Disponível em: https://www.brasil247.com/blog/lula-e-o-novo-presidencialismo-de-conciliacao. Acesso em 27 de janeiro de 2022.

BORGES, A, & VIDIGAL, R. (2018). Do lulismo ao antipetismo? Polarização, partidarismo e voto nas eleições presidenciais brasileiras. Opinião Pública, 24 (1), 53-89. https://dx.doi.org/10.1590/1807-0191201824153 Acesso em: 03 de fevereiro de. 2022.

CONGESSO EM FOCO.UOL. PSB oficializa Alckmin como vice de Lula e petista defende aliança “para a democracia”: https://congressoemfoco.uol.com.br/area/pais/psb-oficializa-na-alckmin-como-vice-de-lula-e-petista-defende-alianca-para-a-democracia/ : Acesso em: 08 de Abril de 2022.

DE SOUZA, I. Para além do lulismo. Opinião. São Leopoldo-RS. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/607508-para-alem-do-lulismo: Acesso em 22 de janeiro 2022.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Organização e tradução de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

FURNO, J. O impacto econômico da Lava Jato. Artigo. Jornal Brasil de Fato. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2021/03/24/impactos-economico-da-lava-jato Acesso em 28 de Abril de 2022.

JORNAL DIA A DIA, Lula: “Minha candidatura é um movimento para reconstruir a democracia e a economia”. Entrevista. Três lagoas-MS. Disponível em: https://jornaldiadia.com.br/lula-minha-candidatura-e-um-movimento-para-reconstruir-a-democracia-e-a-economia/. Acesso em 10 de março 2022.

PERISSINOTTO, R e CODATO, A (Orgs), Como estudar elites. Curitiba: Editora UFPR, 2015.

PERISSINOTTO, R. M; COSTA, L. D; MASSIMO, L. As Elites Políticas: questões de teoria e método. 2. ed. PR: Intersaberes, 2018.

POCHMANN, M. (2017) O modelo desenvolvimentista é um projeto inconcluso. Entrevista especial com Márcio Pochmann, 05 de outubro de 2017. São Leopoldo-RS Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/547577-o-modelo-desenvolvimentista-e-um-projeto-inconcluso-entrevista-especial-com-marcio-pochmann. Acesso em: 02 de março. 2022.

RICCI, R. Lulismo: três discursos e um estilo. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/ls/article/view/18849/14006 In Revista Lutas Sociais: n. 15/16 (2006): Governo Lula em questão, p. 171 – 183. Acesso em: 19 de fevereiro de 2022.

SINGER, A. (2018) “Os miseráveis que receberam um auxílio se tornaram lulistas de carteirinha”. 28 de junho de 2018. São Leopoldo-RS. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/580373-os-miseraveis-que-receberam-um-auxilio-se-tornaram-lulistas-de-carteirinha-diz-andre-singer. Acesso em: 29 de janeiro de 2022.

SINGER, A. (2021) Lula – o retorno do ostracismo. Artigo de André Singer. 16 de março de 2021. São Leopoldo-RS. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/607539-lula-o-retorno-do-ostracismo-artigo-de-andre-singer: Acesso em: 20 de fevereiro de 2022.

SINGER, A. Os sentidos do lulismo: reforma gradual e pacto conservador. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

SOUZA, J. A elite do atraso: da escravidão à lava Jato. Rio de Janeiro: Leya, 2017.

SOUSA, J. 'A esquerda foi singularmente incapaz e burra nessas eleições'. Entrevista com Jessé Souza. 20 novembro 2018. São Leopoldo-RS. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/584753-a-esquerda-foi-singularmente-incapaz-e-burra-nessas-eleicoes-entrevista-com-jesse-souza Acesso em: 28 de fevereiro de 2022.

Downloads

Publicado

2022-07-26

Como Citar

Baez, D. (2022). O LULISMO E A ELITE DO ATRASO: Discursos, desafios e perspectivas de um embate político em constante transformação. Revista Paranaense De Filosofia, 2(1), 194–228. Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/rpfilo/article/view/6832

Edição

Seção

Artigos