O TRADICIONAL E O CONTEMPORÂNEO NAS DANÇAS DE SALÃO

Autores

  • Fernanda Goya Setubal UNESPAR

Palavras-chave:

Dança de salão, Tradicional, Contemporâneo, Ensino

Resumo

RESUMO: O presente artigo visa tornar pública e relatar as conclusões obtidas após a realização da pesquisa de iniciação cientí­fica cujo objetivo era investigar os diferentes entendimentos dos termos "tradicional" e "contemporâneo" nas danças de salão. Para este fim elaborou-se um questionário online organizado como entrevista estruturada, possibilitando que as significações dos termos investigados neste trabalho partissem, não apenas das referências bibliográficas lidas para a pesquisa, como também das pessoas que participam dos ambientes que compõem as danças de salão. Aqui apresenta-se, portanto, um entrelaçamento de estudos voltados para a pedagogia (HOOKS, 2013) e a relação entre arte e sociedade (CANCLINI, 2003; KATZ, 2005), considerando as especificidades da dança de salão enquanto contexto social.

RESUMEN: El presente artí­culo tiene como objetivo tornar público y relatar las conclusiones obtenidas tras la realización de la pesquisa de iniciación cientí­fica cuyo objetivo era investigar los diferentes entendimientos de los términos "tradicional" y "contemporáneo" en las danzas de salón. Para este fin se dasarrolló un cuestionario online organizado como entrevista estructurada, permitiendo que las significaciones de los términos investigados en este trabajo partiesen, no solo de las referencias bibliográficas leí­dos para la pesquisa, sino también de las personas que participan de los ambientes que componen las danzas de salón. Presentase aquí­, por lo tanto, un entrecruzamiento de estudios relacionados a la pedagogí­a (HOOKS, 2013) y la relación entre arte y sociedad (CANCLINI, 2003; KATZ, 2005), considerando las especificidades de la danza de salón como contexto social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Goya Setubal, UNESPAR

Licenciada em Letras Espanhol pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014-2018). Atualmente é graduanda no curso de Dança, habilitação em licenciatura e bacharelado, pela Universidade do Estado do Paraná. Ao longo das duas graduações participou de projetos na área de ensino, pesquisa e extensão.

Referências

CANCLINI, N. G. Culturas Hí­bridas. São Paulo: Edusp, 2003.

DICKOW, K. M. C. Capital corporal: um estudo sobre a relação entre corpo e gênero na dança de salão a partir de uma perspectiva sociológica de Pierre Bourdieu. Educação, arte e inclusão. Santa Catarina, v. 16, n. 2, p. 122-141, 2020/04.

GIORGIO, Agamben. O que é o contemporâneo? E outros ensaios, Argos, Chapecó, 2009.

KATZ, H. Corpos que bordam nas linhas de Bispo. O Estado de São Paulo. São Paulo, 6 abril 2010, Caderno 2.

______. Dançar no Brasil: vistos de entrada, mestiçagem e controle de passaportes, 2005

KEIBER, T. A. A autonomia da mulher que dança a dois para a atuação nas relações sociais e de ensino. O Mosaico. Paraná, edição especial, n. 21, p. 37 - 56, 2021.

HOOKS, B. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013.

LORANDI, R. M.; CABRAL, B. S; Condução e danças de salão: Conducorporificação. Interfaces Brasil/Canadá. Florianópolis/ Pelotas/ São Paulo, v. 19, n. 1, p. 104 - 120, 2019.

LORANDI, R. M. Condução em formação nas danças de salão. 112 p. Dissertação (Mestrado em Teatro) - Centro de Artes, Universidade Estadual de Santa Catarina, Santa Catarina, 2020.

MESQUITA, J. Transposição da linguagem coreográfica dos salões para os palcos. Mimulus Cia de Dança. Disponí­vel em <https://mimulusciadanca.wordpress.com/2012/04/05/transposicao-da-linguagem-coreografica/>. Acesso em 09/09/2021.

SILVEIRA, P. de V. Pela urgência do fim da boa dama - os papéis de gênero na dança de salão. In: CONGRESSO DA ABRACE, 10., 2018. Anais"¦ Rio de Janeiro,

p. 1-18.

SILVEIRA, P. de V. Os bailes de dança de salão contemporâneos e queer: criações coletivas de modos de existência rebelde. in: CONGRESSO CIENTíFICO NACIONAL DE PESQUISADORES EM DANÇA – 2ª Edição Virtual, 6, 2021. Anais"¦ Salvador, 2021. p. 1531- 1545.

TONIAL, T. Dança de salão e o lazer na sociedade contemporânea: um estudo sobre academias de Belo Horizonte. 164 p. Dissertação (Mestrado em Lazer) - Universidade Federal de Minas Gerais, 2011.

WILLIAMS, R. Dominante, residual e emergente. In: ______. Marxismo e literatura. Rio de Janeiro: Zahar, 1979. p. 124-130.

Downloads

Publicado

2022-07-20