A LUZ PERFORMATIVA COMO MATÉRIA DOS SONHOS NA IMAGINAÇÃO DO ESPECTADOR VIRTUAL

Autores

  • Nadia Moroz Luciani

DOI:

https://doi.org/10.33871/19805071.2021.24.1.4280

Resumo

Este artigo é resultante da sessão de debate virtual de mesmo tí­tulo apresentada no evento cientí­fico Rumos da Pesquisa em Artes Cênicas em Tempos de Crise II: organizar a vida – viver na arte, organizado pelo Grupo de Pesquisa em Artes Cênicas da UNESPAR/CNPq com o objetivo de analisar e repensar a produção artí­stica em situação pandêmica. Contando com a valiosa contribuição da iluminadora, professora e pesquisadora Cibele Forjaz e do professor e pesquisador Luiz Fernando Ramos, a discussão girou em torno da necessidade de rever, reinventar e ressignificar a presença e atuação performativa da luz nos espetáculos à distância em tempos de isolamento e realizações virtuais e midiatizadas. Partindo dos textos disparadores "Como viver junto. Simulações romanescas de alguns espaços cotidianos" de Roland Barthes e "O ar e os sonhos" de Gaston Bachelard, complementados por suas próprias pesquisas individuais: a performatividade da luz, a luz como linguagem e a mimesis performativa, os três debatedores devanearam a respeito dos efeitos da luz sobre o espectador em relação no teatro praticado e realizado na atualidade das artes cênicas e midiáticas. Este artigo em especí­fico confronta minhas próprias reflexões às dos meus convidados tendo como principal pressuposto a pesquisa doutoral recentemente defendida a respeito da iluminação como elemento de conexão e interação entre o espectador e a cena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-03-31

Como Citar

LUCIANI, N. M. A LUZ PERFORMATIVA COMO MATÉRIA DOS SONHOS NA IMAGINAÇÃO DO ESPECTADOR VIRTUAL. Revista Cientí­fica/FAP, Curitiba, v. 24, n. 1, 2023. DOI: 10.33871/19805071.2021.24.1.4280. Disponível em: https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/revistacientifica/article/view/4280. Acesso em: 20 abr. 2024.