Jauss e Iser: efeitos estéticos provocados pela leitura de Conversa de Bois e Campo Geral, de João Guimarães Rosa

Autores

  • Salete Paulina Machado Sirino
  • Rita das Graças Felix Fortes

DOI:

https://doi.org/10.33871/19805071.2011.7.1.1536

Resumo

Partindo da premissa de que a práxis da leitura literária é uma inesgotável
fonte de pesquisa, este estudo tem como fator norteador o exercí­cio de leitura
analí­tico interpretativa, do conto Conversa de Bois e da novela Campo Geral/Miguilim– publicados respectivamente em 1946 e 1956 –, de João Guimarães Rosa, aliado í steorias da recepção de Hans Robert Jauss (1979) e Wolfgang Iser (1979). Tal análiseobjetiva, especialmente, a leitura da temática infância presentes nos referidos textosrosianos.


Palavras"chave: Conversa de Bois e Campo Geral. Teorias da Recepção. Infância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-06-01

Como Citar

SIRINO, Salete Paulina Machado; FORTES, Rita das Graças Felix. Jauss e Iser: efeitos estéticos provocados pela leitura de Conversa de Bois e Campo Geral, de João Guimarães Rosa. Revista Cientí­fica/FAP, Curitiba, v. 7, n. 1, 2011. DOI: 10.33871/19805071.2011.7.1.1536. Disponível em: https://periodicos.unespar.edu.br/revistacientifica/article/view/1536. Acesso em: 17 jun. 2024.