Corpo, cognição e tecnologia: as potencialidades no processo de criação em dança remota no UM

Autores

  • Larissa Lorena de Oliveira UNESPAR

Palavras-chave:

Dança; Corpo-ambiente; Cognição; Tecnologia, Ambiente remoto.

Resumo

O artigo em questão discute sobre as relações de corpo, cognição e tecnologia e como estas relações se refletiram no processo de criação e improvisação em dança, no ano de 2021, dentro do grupo de extensão UM – Núcleo de Pesquisa Artística em Dança da Unespar. Como aporte teórico o texto apresenta de forma breve conceitos importantes sobre enação NOE (2004) para compreender melhor os processos de percepção; a teoria Corpomídia (KATZ; GREINER, 2005) para o entendimento do papel ativo do corpo na aquisição de conhecimento; bem como da relação contínua com o ambiente neste processo. Salienta-se também que este processo é atravessado pelas relações entre tecnologia e cognição (CLARK, 2003, 2009) (SIEDLER, 2016). Entendendo o corpo como propositor (SILVA, 2013), que se relaciona com o ambiente e com os aparatos tecnológicos, apresenta-se as percepções da autora sobre a vivência no processo de criação em dança ao longo do ano de 2021, nos encontros remotos propostos pelo UM.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-12-2022

Como Citar

Lorena de Oliveira, L. (2022). Corpo, cognição e tecnologia: as potencialidades no processo de criação em dança remota no UM. O Mosaico, (23), 100–115. Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/6982

Edição

Seção

Dossiê Rasura: Enunciados Performativos