PISTAS PARA UM TEATRO DE IMERSÃO NA CRIAÇÃO DO ESPETÁCULO RÉSTIAS DE HISTÓRIAS [OU] NA SOLIDÃO DE UMA CASA IMENSA

Autores

  • Walkiria Presa Paulino UNESPAR - Câmpus Curitiba II (FAP)
  • Cristóvão Oliveira Carraro UNESPAR, Campus Curitiba II - professor UDESC - Doutorando

Resumo

O presente artigo apresenta uma reflexão sobre o teatro de imersão a partir da experiência de criação do espetáculo Réstias de Histórias [ou] Na solidão de uma casa imensa do Núcleo de Intermitências Teatrais. Esse estudo foi realizado a partir da minha participação como criadora neste coletivo teatral e como pesquisadora no projeto de Iniciação Cientí­fica (PIC). No texto realizam-se descrições do processo criativo do grupo em aproximação com teorias sobre a criação da obra de arte de Cecí­lia Almeida Salles e a relação do público com a obra de arte a partir de autores como Nicolas Bourriaud, Jacques Rancière, John Dewey e Umberto Eco. O estudo passa por três importantes pontos da criação do espetáculo sendo o primeiro a imersão de artistas criadores no processo, o segundo a imersão na obra do escritor Gabriel Garcí­a Márquez e o terceiro a imersão como poética do espetáculo teatral. Nesse último considero alguns parâmetros norteadores para a construção de um espetáculo imersivo como a dramaturgia aberta, a democratização do espaço cênico e a atuação em diferentes camadas. Posteriormente o texto traz apontamentos sobre a organicidade entre processo criativo e obra final.

PALAVRAS-CHAVE: Teatro imersivo; Arte relacional; Processo criativo; Processo colaborativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walkiria Presa Paulino, UNESPAR - Câmpus Curitiba II (FAP)

Atriz, aluna do quarto ano do curso de Baccharelado em Artes Cênicas da UNESPAR participou dos grupos de extensão TOSCO e Leituras Intermitentes: da literatura para a cena. No trabalho com esse segundo grupo iniciou também uma pesquisa de iniciação cientí­fica orientada pelo professor Me. Cristóvão de Oliveira com o tí­tulo: A singularidade do espectador e a experiência do real em cena. Atualmente pesquisa a imersão como poética da cena. É também professora de inglês e português licenciada pela UTFPR Câmpus Pato Branco.

Cristóvão Oliveira Carraro, UNESPAR, Campus Curitiba II - professor UDESC - Doutorando

Doutorando em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Mestre em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2012). Bacharel em Artes Cênicas, com Habilitação em Direção Teatral, pela Faculdade de Artes do Paraná (2005). Professor Assistente da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), Campus Curitiba II-FAP, onde ministra as disciplinas Projeto de Investigação da Cena Dramática, Teatro para Criança e Pesquisa na Pedagogia Teatral no curso de Licenciatura em Teatro. Coordena o Núcleo de Intermitências Teatrais, grupo artí­stico da FAP. Pesquisa a Singularidade no Trabalho do Ator e a técnica pessoal em seu grupo artí­stico Alameda Cia. Teatral, desde 2002. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Teatro. Tem conhecimentos em Teatro de Bonecos. Atua profissionalmente como Ator e Diretor Teatral, além de ministrar aulas em Workshops, Cursos de Capacitação e Oficinas.

Downloads

Publicado

30-05-2022

Como Citar

Paulino, W. P., & Carraro, C. O. (2022). PISTAS PARA UM TEATRO DE IMERSÃO NA CRIAÇÃO DO ESPETÁCULO RÉSTIAS DE HISTÓRIAS [OU] NA SOLIDÃO DE UMA CASA IMENSA. O Mosaico, (22). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/4614