DE FEBRE DO RATO A BOLSONARO: CORPOS DESNUDOS VERSUS O AUTORITARISMO FARDADO

Autores

  • Felipe Alexandre Moura Cosmo Universidade Federal do Pará

Resumo

Com base na premissa do teórico alemão Siegfried Kracauer, na obra From Caligari to Hitler (1947), de que os filmes são capazes de refletir a mentalidade de uma nação e seus mecanismos mais ocultos, este artigo busca propor a hipótese de que o terceiro longa-metragem do diretor pernambucano Cláudio Assis, Febre do Rato (2011), a partir de sua temática visual e sua construção narrativa, antecipou as jornadas de junho de 2013, a reação violenta às manifestações por parte da polí­cia e o surgimento do bolsonarismo como força polí­tica a partir da confluência de fatores sociais, polí­ticos e econômicos. Além disso, busca fazer uma leitura do filme a partir da representação dos corpos despidos como resistência ao crescente autoritarismo das instituições e ao conservadorismo da sociedade. Além da pesquisa bibliográfica, este trabalho utiliza como metodologia a análise do filme segundo Francis Vanoye e Anne Goliot-Lété (2011). Ao longo de nossa pesquisa constatamos que Febre do Rato, ao exibir elementos que iriam marcar os anos posteriores à sua estreia, como as manifestações de cunho apartidário, a crescente militarização dos espaços urbanos e a violência policial, deixou entrever o surgimento do sentimento antipolí­tica no bojo da sociedade e a ascensão da extrema-direita nas eleições de 2018.

Biografia do Autor

Felipe Alexandre Moura Cosmo, Universidade Federal do Pará

Graduado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Pará (2016). Está cursando Licenciatura em Letras - Lí­ngua Portuguesa. Possui trabalhos na área de Teoria do Cinema e Semiologia e na área de Teoria Literária com foco na Intertextualidade. Foi bolsista no projeto de extensão Núcleo de Produção Audiovisual (NUPA) no perí­odo de 2012-2014 pela PROEX/UFPA e no projeto de Monitoria Acadêmica (2018) pela PROEG/UFPA. Participa do projeto de pesquisa "Leituras do Romance Chão Dos Lobos, de Dalcí­dio Jurandir" do grupo Fontes Literárias no qual foi bolsista PRODOUTOR/UFPA no perí­odo 2019-2020. Atua nos seguintes temas: Teoria da Literatura, Crí­tica Literária, Intertextualidade e Estudos Cinematográficos.

Link para o currí­culo lattes:http://lattes.cnpq.br/3101337903199678

Link para Orcid:https://orcid.org/0000-0002-0519-7936

Downloads

Publicado

2021-10-28