O TEXTO E O DOCUMENTÁRIO: UM ESTUDO DA PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA E DA ESTILÍSTICA DO REGISTRO NA OBRA DE DAVID NEVES E GUSTAVO DAHL

Autores

  • Gabriel Philippini Ferreira Borges da Silva Unespar - Campus de Curitiba II (FAP)
  • Eduardo Tulio Baggio

Resumo

Dois dos principais crí­ticos-cineastas envolvidos na formulação do Cinema Novo Brasileiro, nova onda de cinema moderno desenvolvida no paí­s a partir do final dos anos 50, David Neves e Gustavo Dahl tiveram trajetórias bastante prolí­ficas em diferentes áreas do cinema. Muitas vezes mais lembrados por suas atuações na crí­tica e na polí­tica do que propriamente por seus filmes, ambos tiveram intensa produção fí­lmica, realizando, além de seus longas-metragens ficcionais, uma série de curtas-metragens documentais. Tomando como ponto de partida os textos crí­ticos escritos pelos cineastas e a obra historiográfica de Alex Viany e Paulo Emí­lio Salles Gomes, este artigo busca encontrar as relações existentes entre o cinema documentário de Gustavo Dahl e o de David Neves e identificar, pela análise das obras fí­lmicas e das correlações entre os diferentes textos produzidos pelos autores, algumas das particularidades autorais e aproximações entre as obras, estilos e influências dos cineastas.A partir da análise dos filmesMauro, Humberto(1965, dir: David Neves) eMuseu Nacional de Belas Artes(1971, dir: Gustavo Dahl, João Carlos Horta, Hugo Carvana, Antônio Penido, Eduardo Gomes dos Santos e Nelson Honorino), concluiu-se queem comum a Neves e Dahl estava uma forte consciência nacional e a busca por um cinema brasileiro ligado a suas autênticas raí­zes e ao contato com sua História e sociedade. Seja na solenidade deMuseu Nacional de Belas Artesou na "ingenuidade" da visita ao cotidiano emMauro, Humberto, ambos os cineastas buscaram os sujeitos brasileiros e as raí­zes de seu agrupamento humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Philippini Ferreira Borges da Silva, Unespar - Campus de Curitiba II (FAP)

Gabriel P. F. Borges da Silva é realizador e estudante de Cinema e Audiovisual. É natural de Ponta Grossa e mora em Curitiba - PR. Graduando em Bacharelado em Cinema e Audiovisual pela Unespar - Campus de Curitiba II (FAP), trabalha com produção cinematográfica nas áreas de direção, roteiro, produção e montagem, tendo atuado na realização de filmes de curta e longa-metragem e na organização de diferentes eventos e mostras de cinema. Foi bolsista de extensão do projeto "Educine -Laboratório de Cinema e Educação" e é membro do grupo de pesquisa CINECRIARE - Cinema: Criação e Reflexão (CNPq/Unespar).

Downloads

Publicado

28-04-2021

Como Citar

Philippini Ferreira Borges da Silva, G., & Baggio, E. T. (2021). O TEXTO E O DOCUMENTÁRIO: UM ESTUDO DA PRODUÇÃO CINEMATOGRÁFICA E DA ESTILÍSTICA DO REGISTRO NA OBRA DE DAVID NEVES E GUSTAVO DAHL. O Mosaico, (20). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/3880