Cinema em Cena: Projeções de ví­deo no Teat(r)o Oficina

Autores

  • Ivan Augusto Soares Vinagre

Resumo

O artigo pretende analisar, embasado por uma perspectiva histórica, a apropriação da linguagem cinematográfica pelo grupo Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona, traduzida na utilização de ví­deo projeções e cinema ao vivo em suas peças. O estudo se inicia com uma investigação acerca das vanguardas na utilização de ferramentas audiovisuais no Teatro, de modo a compreender as influências que levaram o Teat(r)o Oficina a adotar tais tecnologias. Como recorte especí­fico da pesquisa, foi escolhido o espetáculo multimí­dia "Acordes" (2012, dir. José Celso Martinez Corrêa), baseado em "A Peça Didática de Baden-Baden Sobre O Acordo" , de Bertolt Brecht (1929). Ao analisar as partes constituintes do conjunto de técnicas e suportes audiovisuais inseridos no contexto da montagem de Acordes, é possí­vel compreender sua interação do ví­deo com os demais elementos cênicos presentes no espetáculo. Conclui-se desse estudo que a linguagem cinematográfica é elemento fundamental no espaço onde se dão as montagens do grupo e que os técnicos e artistas audiovisuais envolvidos no processo influenciam diretamente a estética e o ritmo das peças, de modo comparável aos próprios aos atores e músicos.

Palavras-chave: Cinema, Teatro, História, Multimí­dia

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivan Augusto Soares Vinagre

Formado em Cinema e Ví­deo pela Universidade Estadual do Paraná, atua como diretor de ví­deo da companhia teatral Teat(r)o Oficina em São Paulo.

Downloads

Publicado

01-06-2017

Como Citar

Vinagre, I. A. S. (2017). Cinema em Cena: Projeções de ví­deo no Teat(r)o Oficina. O Mosaico, (14). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/1897

Edição

Seção

SEÇÃO-ARTIGOS