Um Corpo de Mulher e Resistência em Sin Titulo. Liliana Maresca con su Obra

Mariana Watanabe Barbosa, Cristiane Ferreira Mesquita

Resumo


Neste artigo nos debruçaremos sobre a fotoperformance Sin Título. Liliana Maresca con su obra (1983), da artista argentina Liliana Maresca (1951 – 1994), de modo a propor um estudo a respeito do corpo de mulher enquanto dispositivo de resistência. Para tanto, articularemos as abordagens teóricas de Gilles Deleuze, Félix Guattari, Michel Foucault e Judith Butler, e abordaremos a categoria gênero enquanto um dispositivo de controle dos corpos. Apontaremos também uma perspectiva histórica do período da ditadura militar argentina e de como as performances ganham espaço enquanto linguagem artística neste contexto. Por fim, articularemos questões disparadas pela obra de Maresca com o nosso campo teórico-conceitual delineado para problematizar dispositivos de controle e afirmar o corpo feminino enquanto dispositivo de resistência.


Palavras-chave


arte latino-americana, corpo feminino, Liliana Maresca

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



R. Sensorium, Curitiba, PR, Brasil, eISSN 2358-0437

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

 

 

DOAJ - DIADORIM - LATINDEX - INFOBASE INDEX - MIAR

Locations of visitors to this page