CORPO? CORPO! POR UMA POÉTICA DE EFEITOS DE PRESENÇA EM CORPOS PERFORMATIVOS EM AMBIENTES TECNOLÓGICOS SENCIENTES

Gisele Miyoko Onuki

Resumo


O presente trabalho propõe uma reflexão sobre uma possível construção social do corpo e a constituição de uma poética de efeitos de presença em corpos performativos imersos em ambientes tecnológicos sencientes, no contexto da Dança. Para tanto, intenta-se compreender os principais paradigmas da episteme homem-máquina pelos pressupostos filosóficos, científicos e culturais, ao estabelecer aspectos peculiares de perceber os desejos de presença através da dialogia entre a teoria das Materialidades da Comunicação e dos Estudos Culturais. Ao longo deste percurso, construímos o argumento que os fenômenos de presença atualizam a construção social do corpo e defende-se que a continuidade da evolução humana ultrapassou o limite das extensões tecnológicas e se reorganiza, na contemporaneidade, através da percepção.
Palavras-chave: Corpo. Cultura. Materialidade Comunicacional. Tecnologias do sensível.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Contato

Revista Científica / FAP

Rua dos Funcionários 1357 – Cabral

Curitiba - PR - 41 3250-7339 - 41 3250-7301

revistadeartes.fap@unespar.edu.br