Imagem para capa

Edward Lear: considerações sobre a tradução de uma carta de Lear para Chichester Fortescue

Andréa Luciane Buch Bohrer

Resumo


Resumo: O presente artigo apresenta a tradução de uma das cartas escritas por Edward Lear durante as viagens que fez ao longo se sua vida. Lear foi um dos precursores da literatura nonsense no século XIX, com a publicação do livro A Book of Nonsense. Durante esse trabalho, foram abordados alguns textos importantes do pensamento das teorias analisadas durante as aulas de História da Tradução. Há comentários acerca da tradução que realizei desta carta, assim como as decisões que foram sendo adotadas no decorrer dessa tradução.

Palavras-chave: Edward Lear. Tradução. Teorias da Tradução. Cartas. Nonsense.


Texto completo:

7-24

Referências


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ÁVILA, Myriam. Rima e Solução: A Poesia Nonsense de Lewis Carroll e Edward Lear. São Paulo: Annablume, 1996.

BASSNETT, Susan. “História da teoria da tradução”, In Estudos de tradução. p. 75 a 124. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2003.

BENJAMIN, Walter. “A tarefa do tradutor”. In Clássicos da teoria da tradução. p.203 a 231. / Werner Heidermann, org. – 2. ed. – Florianópolis: UFSC / Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução, 2010.

BERMAN, Antoine. A tradução e a letra ou o albergue do longínquo. Tubarão: Copiart/Florianópolis: PGET, 2013. Tradução de Marie-Hélène C. Torres, Mauri Furlan e Andréia Guerini.

______. A prova do estrangeiro. Bauru: EDUSC, 2002. Tradução de Maria Emília Pereira Chanut.

KELEN, Emery. Mr. Nonsense A Life of Edward Lear. Nashville: Thomas Nelson Inc., 1973.

NOAKES, Vivien. EDWARD LEAR – the life of a wanderer. Glasgow: William Collins Sons & Co Ltd, 1979.

RÓNAI, Paulo. Escola de tradutores. Rio de Janeiro: José Olympio, 2012.

SCHLEIERMACHER, Friedrich. “Sobre os diferentes métodos de tradução”. In Clássicos da teoria da tradução. p.39 a 101. / Werner Heidermann, org. – 2. ed. – Florianópolis: UFSC / Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução, 2010.

STEINER, George – Depois de Babel. Tradução de Carlos Alberto Faraco. Editora da Universidade Federal do Paraná, 2006.

STRACHEY, Lady (org.). Letters of Edward Lear. Nova Iorque: Books for Libraries Press, 1970.

TIGGES, Wim (org.). Explorations in the Field of Nonsense. Amsterdã: Rodopi, 1987.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.