Análise de roteiros experimentais de Química presentes nos livros didáticos aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático - triênio 2015-2017

Emerson Luiz dos Santos Veiga, Elias da Costa

Resumo


A experimentação no Ensino de Química tem como objetivo ilustrar teorias
para facilitar o aprendizado, além de criar um ambiente favorável para a discussão de temas
pertinentes à sociedade. Logo, deve ser constantemente utilizada pelo professor. Porém, nos últimos
anos, vem sendo criticada por estudiosos da área por não alcançar seus principais objetivos. Conforme
os critérios presentes no guia do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de Química, também
em concordância com os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio e as Diretrizes
Curriculares da Educação Básica do Estado do Paraná para a disciplina de Química, a experimentação
deve adotar uma metodologia construtiva e investigativa, como o enfoque CTS ou CTSA, abandonando então a abordagem tradicional, que prioriza a reprodução de um roteiro de forma mecânica, sem a constante participação dos estudantes. Este trabalho é voltado para a busca de experimentos no livro didático, instrumento presente desde antes da metade do século passado nas escolas brasileiras. Foram analisados todos os 128 experimentos das quatro coleções de Química selecionadas pelo PNLD de 2015, averiguando se as propostas de atividades experimentais estão de acordo com o que é exigido nos documentos oficiais, com temas contextualizados, que proporcionem não só a construção do conhecimento, mas também a alfabetização científica. Após a análise verificou-se que cada coleção faz uso da experimentação com frequências e metodologias diferentes, além disso, alguns temas, principalmente no terceiro volume de cada coleção poderiam ser melhor explorados. Algumas obras não trazem avisos suficientes de segurança ou descarte adequado de resíduos, fatores importantes para a correta execução de uma aula experimental. Por fim, é perceptível a necessidade de pequenas adaptações metodológicas e informativas nos livros selecionados pelo PNLD, para que a experimentação atinja seus objetivos e contribua para o desenvolvimento científico-social do aluno, associado também ao compromisso ambiental.


Palavras-chave


PNLD, Ensino Médio, Experimentação, Ensino de Química

Texto completo:

170-190

Referências


ALMEIDA, V. V. et al. Análise Qualitativa de Proteínas em Alimentos Por Meio de Reação de Complexação do Íon Cúprico. In: Química Nova na Escola, v. 35, n.1, 2013, p. 34-40.

BRASIL, Ministério da Educação. Guia de livros didáticos: PNLD 2015: Química: Ensino Médio. Brasília: MEC, 2014, p. 1- 63.

_______. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais – Ensino Médio, Parte I – Bases Legais. Brasília: MEC, 2000a, p. 1-109.

_______. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais – Ensino Médio, Parte III – Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC, 2000b, p. 1- 58.

BUENO, L. et al. O ensino de química por meio de atividades experimentais: a realidade

do ensino nas escolas. Disponível em: . Acesso em: 04 abr. 2016.

CHASSOT, A. Alfabetização científica: uma possibilidade para a inclusão social. In: Revista

Brasileira de Educação, n.22, 2003, p. 89-100.

COSTA, F. M. et al. CTSA no Ensino de Química: um estudo realizado em duas universidades públicas da capital do estado do Pará. In: 14º ENCONTRO DE PROFISSIONAIS DA QUÍMICA DA AMAZÔNIA, 8p, Belém. Anais eletrônicos... Belém: CRQ VI/PA, 2015. Disponível em: . Acesso em: 30 jun. 2016.

FERREIRA, D. C. A. M.; MACHADO, C. J. O conteúdo de ecologia nos livros didáticos do ensino médio aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2012. In:

Revista Ensino & Pesquisa, v. 14, n.1, 2016, p. 25-35.

FRANCISCO JUNIOR, W. E. Carboidratos: Estrutura Propriedades e Funções. In: Química

Nova na Escola, n.29, 2008, p. 8-13.

GALIAZZI, M. C.; GONÇALVES, F. P. A natureza pedagógica da experimentação: uma pesquisa na licenciatura em química. In: Química Nova, v. 27, n.2, 2004, p. 326-331.

GIANI, K. A experimentação no Ensino de Ciências: possibilidades e limites na busca de

uma Aprendizagem Significativa. 2010. 190f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) – Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

GIORDAN, M. O papel da experimentação no ensino de ciências. In: II ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 13p, Valinhos. Anais

eletrônicos... Valinhos: ABRAPEC, 1999. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2016.

GOULART, G. S.; RUVIARO, C. T.; DUTRA, C. M. Atividade experimental no ensino de física: uma ferramenta didática na aprendizagem de conceitos físicos. In: Revista Ensino &

Pesquisa, v. 13, n.2, 2015, p. 57-68.

GUIMARÃES, C. C. Experimentação no Ensino de Química: caminhos e descaminhos rumo à aprendizagem significativa. In: Química Nova na Escola, v. 31, n. 3, 2009, p. 198-202.

GÜLLICH, R. I. C.; SILVA, L. H. A. O enredo da experimentação no livro didático: Construção de conhecimentos ou reprodução de teorias e verdades científicas? In: Revista

Ensaio, v.15, n.2, 2013, p. 155-167.

IBRAHIM, N. H. et al. “Typical” Teaching Method Applied in Chemistry Experiment. In:

Procedia - Social and Behavioral Sciences (ELSEVIER), v. 116, 2014, p. 4946-4954.

LEAL, M. C.; MORTIMER, E. F. Apropriação do discurso de inovação curricular em química por professores do Ensino Médio: perspectivas e tensões. In: Ciência & Educação, v. 14, n. 2, 2008, p. 213-231.

LEDESMA, J. M. La virtud, um paradigma filosófico loable em la educación química. In:

Quimotrivia Rejecta. v.26, n.1, 2015, p. 43-49.

LIMA, M. E. C. C.; SILVA, P. S. Critérios que professores de química apontam como orientadores da escolha do livro didático. In: Química Nova na Escola, v. 12, n.2, 2010, p. 121-136.

LIMA, S. L. T. et al. Estudo da Atividade Proteolítica de Enzimas Presentes em Frutos. In:

Química Nova na Escola, n.28, 2008, p. 47-49.

LÔBO, F. S. O trabalho experimental no Ensino de Química. In: Química Nova, v. 35, n. 2, 2012, p. 430-434.

MAIA, J. O. et al. O Livro Didático de Química nas Concepções de Professores do Ensino Médio da Região Sul da Bahia. In: Química Nova na Escola, v. 33, n.2, 2011, p. 115-124.

MORTIMER, E. F. A evolução dos livros didáticos de química destinados ao ensino secundário. In: Em Aberto, n. 40, 1988, p. 1-12.

PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica

– Química. Disponível em: . Acesso em: 05 abr. 2016.

PENAGOS, W. M. M.; LOZANO, D. L. P. La imagen pública de la química y su relación con la generación de actitudes hacia la química y su aprendizaje. In: Tecné, Episteme y Didaxis. n.27, 2010, p.67-93.

PRSYBYCIEM, M. M. A experimentação investigativa em um enfoque CTS no ensino

das funções químicas inorgânicas ácidos e óxidos na temática ambiental. 2015. 213f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2015.

SANTOS, A. O.; SILVA, R. P.; LIMA, J. P. M. Dificuldades e motivações de aprendizagem em Química de alunos do ensino médio investigadas em ações do (PIBID/UFS/Química). In:

Scientia Plena, v. 9, n.7, 2009, p. 2-6.

SARAIVA-NEVES, M. S.; CABALLERO, C.; MOREIRA, M. C. Repensando o papel do trabalho experimental, na aprendizagem da física, em sala de aula – um estudo exploratório. In: Investigações em Ensino de Ciências. v.11, n.3, 2006, p. 383-401.

SAUTHIER, K. D.; JUNGES, K. S. Pressupostos teóricos e percepções docentes em torno da didática. In: Revista Ensino & Pesquisa, v. 14, n.1, 2016, p. 12-24.

SCHWAHN, M. C. A.; OAIGEN, E. R. O uso do laboratório de ensino de Química como ferramenta: investigando as concepções de licenciandos em Química sobre o Predizer, Observar, Explicar (POE). In: Acta Scientiae, v. 10, n. 2, 2008, p. 151-169.

SUART, R. C.; MARCONDES, M. E. R. A manifestação de habilidades cognitivas em atividades experimentais investigativas no ensino médio de química. In: Ciências &

Cognição, v. 14, n.1, 2009, p. 50-74.

VAZ, C. E.; FAGUNDES, A. B.; PINHEIRO, N. A. M. O Surgimento da Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) na Educação: Uma Revisão. In: I SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, 19p, Ponta Grossa. Anais eletrônicos... Ponta Grossa: UTFPR, 2009. Disponível em: . Acesso em: 26 out. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.