Artistas-múltiplas – Paralelos entre Varvara Stepanova e Mônica Nador.

Autores

  • Tatiane Rebelatto Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Mara Rúbia Sant'Anna Universidade do Estado de Santa Catarina - PPGAV UDESC

Palavras-chave:

Varvara Stepanova, Mônica Nador, atuação-múltipla, artistas-professoras.

Resumo

Esse texto trata-se de mostrar a atuação da artista Varvara Stepanova e Monica Nador e possí­veis aspectos que convergem para se pensar em novas definições de arte, artista e ensino de artes. Para isso, no caso de Stepanova, foi selecionado uma parte da sua produção, do perí­odo que atuou como artista, professora e operária. Já no caso da artista Mônica destacou-se o perí­odo que desenvolveu sua dissertação de mestrado e os trabalhos desenvolvidos no espaço Jamac. Percebeu-se que ambas atuaram de forma múltipla o que proporcionou a geração de produções tanto concretas como objetos, quanto no sentido intangí­vel como o conhecimento e sociabilidades. A atuação dessa forma permitiu que se percebesse e estabelecesse outra definição de artista, ou seja, suas práticas definem o artista como um multiplicador, organizador e produtor que atua em direção à autonomia, emancipação, educação da sensibilidade, compartilhamentos e coletividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiane Rebelatto, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade do Estado de Santa Catarina - PPGAV/UDESC,na linha de pesquisa Ensino das Artes Visuais. Mestre em História pelo programa de Pós-Graduação em História - PPGH/UDESC, na linha de pesquisa Linguagens e Identificações. Possui graduação em Artes Visuais - Habilitação em Desenho e Plástica pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. Membro do laboratório de pesquisa Moda, arte, ensino e sociedade - LabMAES/UDESC.

Mara Rúbia Sant'Anna, Universidade do Estado de Santa Catarina - PPGAV UDESC

Professora doutora em História (UFRGS, 2005) e membro permanente do PPGAV/UDESC.

Referências

AMAZONAS de la vanguardia: Alexandra Exter, Natalia Goncharova, LiubovPopova, Olga Rozanova, VarvaraStepanova y NadezhdaUdaltsova. New York: Guggenheim Museum Publications, 2000.

BENJAMIN, Walter. O autor como produtor. In: Magia e técnica, arte e polí­tica: ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras escolhidas I. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BRUGUERA, Tania. Reflexões sobre a Arte Útil.: SOMOS muit+s: experimentos sobre coletividad. Curadoria Jochen Volz, Fernanda Pitta e Amanda Arantes; textos Arnd Wedemeyer. São Paulo: Pinacoteca de São Paulo, 2019.

JAMAC. Organização Thais Rivitti; texto e cronologia Thais Assunção; textos Célio Turino; Rafael Vogt Maia Rosa. São Paulo: Pinacoteca do Estado: Luciana Brito Galeria , 2012.

JALLAGEAS, Neide; LIMA, Celso. Vkhutemas – O desenho de uma revolução. Sao Paulo: Kinoruss, 2020.

EXPÓSITO, Marcelo. A arte como produção de modos de organização, 2014 In.: JUNG EMÍLIA, Ana. Arte Ocupação: práticas artí­sticas e a invenção de modos de organização. Tese de doutorado. Programa de Pós-graduação em artes Visuais da ECA/USP. São Paulo, 2018.

MONICA NADOR. Textos Thais Rivitti; cronologia Isabella Rjeille. São Paulo: Pinacoteca do Estado: Luciana Brito Galeria , 2012.

LAVRENTIEV, Alexander. Varvara Stepanova, the complete work. Edição e tradução John E. Bowlt. Cambridge, Massachusetts: The MIT PRESS, 1988.

SOMOS muit+s: experimentos sobre coletividad. Curadoria Jochen Volz, Fernanda Pitta e Amanda Arantes; textos Arnd Wedemeyer. São Paulo: Pinacoteca de São Paulo, 2019.

VOLZ, Jochen. Somos Muit+s: experimentos sobre coletividade.: SOMOS muit+s: experimentos sobre coletividad. Curadoria Jochen Volz, Fernanda Pitta e Amanda Arantes; textos Arnd Wedemeyer. São Paulo: Pinacoteca de São Paulo, 2019.

Downloads

Publicado

2022-06-28 — Atualizado em 2022-07-11

Versões

Edição

Seção

Artigos