ANÁLISE DE ERROS NO CONTEÚDO DE ÁLGEBRA NO 8° E 9° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL: ESTUDO DE CASO

Autores

Resumo

Neste estudo, analisamos e categorizamos as possíveis dificuldades de estudantes do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental na resolução de problemas de álgebra. A perspectiva adotada baseia-se na abordagem teórica da análise de erros, no ensino de matemática, e tem enquanto premissa a noção de que um erro pode revelar vários tipos de conhecimento implícito não necessariamente detectados em uma avaliação comum. Nesse sentido, propomos uma categorização de prováveis ​​dificuldades vivenciadas por 17 alunos do 8º e 9º ano, em uma amostra de 48 discentes, a partir de “perguntas-modelo”. A amostra inclui duas escolas públicas diferentes do interior do Estado do Paraná, sendo uma delas localizada na periferia do Município de Pato Branco e a outra na sua região central. Depois de analisar os exercícios respondidos pelos discentes e aplicar categorias geradas para cada grupo, sem desconsiderar o eventual peso de barreiras individuais, realizamos duas atividades lúdicas específicas, atentando-se ao tipo de dificuldade de cada grupo. Os resultados sugerem que as atividades lúdicas, especialmente, aquelas pensadas a partir das dificuldades do discente, ideia de situação proposta pela Teoria dos Campos Conceituais de Gérard Vergnaud, podem auxiliar na compreensão e emergência de conhecimentos implícitos. Além disso, foram essenciais para despertar e elevar o interesse pela matemática, sobretudo, entre os estudantes cujo histórico de aprendizado havia sido de maior dificuldade em avaliações anteriores a esse estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARANTES, V. A. Estados de ânimo e os Modelos Organizadores do Pensamento: um estudo exploratório sobre a resolução de conflitos morais. Barcelona. Tese de Doutorado. Facultat de Psicologia da Universitat de Barcelona, 2000.

ARAUJO, V. A. A. de. Modelos organizadores do pensamento e o seu desenvolvimento teórico-metodológico: estudos de psicologia e educação. 2013. Tese (Livre Docência em Psicologia e Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.11606/T.48.2013.tde-17092013-102132. Acesso em: 09 abr 2022.

BARBOSA, G. S.; MAGINA, S. M. P. Atividades lúdicas como um caminho didático apropriado para introduzir conceitos associados ao número primo. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 127 – 148, 2012. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/7927. Acesso em: 23 dez. 2020.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3 ed. Lisboa: Edição 70 Ltda., 2004.

BORGES, P. A. P; PIVA, A; MIECOANSKI, B; SORDI, M. M. A formação dos invariantes do campo conceitual do teorema de Pitágoras em uma experiência de ensino na escola básica. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 22, n. 2, p. 220-251, 2020. Disponível em https://doi.org/10.23925/1983-3156.2020v22i2p220-251. Acesso em: 23 jan. 2021.

CURY, H. N. Análise de erros: o que podemos aprender com as respostas dos alunos. 1. ed., Coleção: Tendências em Educação Matemática, Belo Horizonte: Autêntica, 2008. 112 p.

CURY, H. N; KONZEN, B. Uma Aplicação de Jogos na Análise de Erros em Educação Matemática. REVEMAT, Florianópolis, v.2, n.1, p. 107-117, 2007. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/12994. Acesso em: 17 set. 2020.

CURY, H. N; SILVA, P. N. Análise de erros em resolução de Problemas: uma experiência de estágio em um curso de licenciatura em matemática. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Curitiba, v. 1, n.1, jan/abr, p.85-97, 2008. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbect/article/view/226/199. Acesso em: 12 ago. 2020.

FIGUEIREDO, A. P. N. B; BELLEMAIN, P. M. B; TELES, R. A. M. Grandeza Volume: um estudo exploratório sobre como alunos do ensino médio lidam com situações de comparação. BOLEMA, Rio Claro (SP), v.28, n.50, p. 1172-1192, 2014. Disponível em https://doi.org/10.1590/1980-4415v28n50a09. Acesso em: 08 jan. 2021.

FREITAS, M. A. Equação do 1º grau: métodos de resolução e análise de erros no ensino médio. 2002. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2002. Disponível em https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/11223. Acesso em: 03 Ago. 2020.

GUIMARÃES, S. D; FREITAS, J. L. G. Contribuições de uma Prática Regular de Cálculo Mental para a Aprendizagem de Conceitos Matemáticos nos Anos Iniciais. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.12, n.2, p. 292-309, 2010. Disponível em https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/3542. Acesso em: 18 dez. 2020.

JOHNSON-LAIRD, P. La théorie des modèles mentaux. In: EHRLICH, M. F; TARDIEU, H; CAVAZZA, M. (org.) Les modèles mentaux: approche cognitif des répresentations, Introducción, Paris: Masson, p. 1-20, 1993.

JUSTO, J. C. R; Resolução de problemas matemáticos aditivos: um ensaio teórico. Em Teia - Revista de Educação Matemática e Tecnológica Iberoamericana, v.3, n.2, p. 1-18, 2012.

KIKUCHI, L. M. A Teoria dos Campos Conceituais e a análise dos invariantes operatórios no conteúdo de álgebra. 2019. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.11606/T.48.2019.tde-23102020-164025. Acesso em: 09 abr 2022.

KRUTETSKII, V. A. The psychology of mathematical abilities in schoolchildren. Tradução de Joan Teller. Chicago: The University of Chicago Press, 1976. 417 p.

LIMA, D. C; COUTO, M. E. S; SANTANA, E. R. S. Mobilização de saberes no processo formativo de professoras dos anos iniciais. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.21, n.1, p.111-135, 2019. Disponível em https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/37083. Acesso em: 06 fev. 2021.

MORENO, M.; SASTRE, G.; BOVET, M.; LEAL, A. Conhecimento e mudança: os modelos organizadores na construção do conhecimento. Tradução de Ana Venite Fuzzato. Campinas: Unicamp; São Paulo: Moderna, 2000. 399 p.

MOREIRA, M. A. A Teoria Dos Campos Conceituais De Vergnaud, O Ensino De Ciências E A Pesquisa Nesta Área (Vergnaud’s conceptual field theory, science education, and research in this area). Investigações em Ensino de Ciências. Porto Alegre, V.7(1), p. 7-29, 2002.

OLIVEIRA, R. M; BARRETO, M. C; FARIAS, G. F. Elementos decorrentes de formação continuada na prática de professora que ensina matemática. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.22, n.2, p.171-199, 2020. Disponível em https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/46441. Acesso em: 27 jan 2021.

PEREIRA, M. G. G; COUTO, A. P. N. P; COSTA, A. C. Análise de Erros em Questões de Teorema de Pitágoras: um estudo com alunos do Ensino Fundamental. In: ENEM (ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA),12, 2016, São Paulo. Anais [...] São Paulo: SBEM, 2016, p. 1-12.

POLYA, G. A arte de resolver problemas. Rio de Janeiro: Interciência, 1978.

REZENDE,V; BORGES, F. A. Futuros professores de Matemática nos Anos Iniciais e suas estratégias diante de problemas do campo conceitual aditivo. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.19, n.1, p. 327-352, 2017. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/30405. Acesso em: 01 fev. 2021.

SANTANA, E; ALVES, A. A; NUNES, C. B. A Teoria dos Campos Conceituais num Processo de Formação Continuada de Professores. Bolema, Rio Claro, v.29. n.53, p.1162-1180, 2015. Disponível em https://doi.org/10.1590/1980-4415v29n53a18. Acesso em: 19 jan. 2021.

SANTOS, E. R. dos; BURIASCO, R. L. C. de. Análise da Produção Escrita em Matemática como uma Estratégia de Ensino: Algumas Considerações. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.17, n.1, pp.119-136, 2015. Disponível em https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/22233. Acesso em: 09 abr 2022.

SANTOS, J. S. S; MERLINI, V. L. Situações-problema elaboradas por professores dos anos iniciais, Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.20, n.1, p. 21-40, 2018. Disponível em https://doi.org/10.23925/1983-3156.2018v20i1p21-40. Acesso em: 04 fev. 2021.

VERGNAUD, G. La Théorie des Champs Conceptuels. RDM, 10 (23), p. 133-170, 1990.

ZANELLA, M. S; BARROS, R. M. O. Estrutura multiplicativa de números racionais na representação fracionária: indicativos de teoremas em ação. Revista Paranaense de Educação Matemática, Campo Mourão, v.3, n.5, P. 225-247, 2014. Disponível em: http://rpem.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/viewArticle/925. Acesso em: 13 jan. 2021.

Downloads

Publicado

06-06-2022

Como Citar

Artuzo, A. B. M. ., Riva, F. ., & Albani, J. M. de S. (2022). ANÁLISE DE ERROS NO CONTEÚDO DE ÁLGEBRA NO 8° E 9° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL: ESTUDO DE CASO. REVISTA PARANAENSE DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 11(24), 442–464. Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/view/6712

Edição

Seção

Artigos Científicos