UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A PERCEPÇÃO DE PROFESSORES COM RELAÇÃO AO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL DE MATEMÁTICA

Autores

Resumo

Esta pesquisa teve o objetivo de identificar aspectos das práticas de ensino de professores que lecionaram Matemática durante certo período da pandemia da COVID-19, particularmente os recursos e as dinâmicas utilizados no ensino remoto emergencial, bem como investigar as percepções desses professores sobre os aspectos positivos e negativos dessa utilização. Para isso, elaborou-se um questionário online que foi respondido por cem professores. A partir da análise qualitativa dos dados, inspirada na análise de conteúdo de Laurence Bardin, concluiu-se, dentre outros, que: os professores utilizaram diferentes estratégias para se aproximar dos alunos, mesmo que remotamente; o acesso às atividades e aulas não foi uniforme pelos alunos; metodologias próprias do ensino híbrido foram utilizadas e houve a percepção, por parte dos docentes, da necessidade de formação continuada referente a tecnologias digitais. Dessa forma, a maioria dos participantes reconheceu a importância do uso de recursos e dinâmicas do ensino remoto emergencial no retorno do ensino presencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M. V.; Material para o Ensino do Cálculo Diferencial e Integral: Referências de Tall, Gueudet e Trouche. 2017. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2017.

ALYRIO, R. D. Métodos e técnicas de pesquisa em administração. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2009. Disponível em: https://canal.cecierj.edu.br/recurso/6448. Acesso em: 16 mar. 2021.

BARCELOS, G. T.; BATISTA, S. C. F. Ensino Híbrido: aspectos teóricos e análise de duas experiências pedagógicas com Sala de Aula Invertida. Novas Tecnologias na Educação. Rio Grande do Sul, v. 17, n. 12, p. 60-75, 2019. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/96587/54187. Acesso em: 03 abr. 2021.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Trad. Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

CHRISTENSEN, C. M.; HORN, M. B.; STAKER, H. Ensino Híbrido: uma Inovação Disruptiva? Uma introdução a teoria dos híbridos. Trad. Fundação Lemann, Instituto Penínsulo, 2013. Disponível em: https://porvir.org/wp-content/uploads/2014/08/PT_Is-K-12-blended-learning-disruptive-Final.pdf. Acesso em: 23 mai. 2021.

ENGELBRECHT, J.; LLINARES, S.; BORBA, M.C. Transformation of the mathematics classroom with the internet. ZDM Mathematics Education, n. 52, p. 825-841, 2020.

GIL, A. C. Método e técnica de pesquisa social. 6ª ed., São Paulo: Atlas, 2008.

GRAHAM, C. R. Blended learning systems: definition, current trends and future directions. In: BONK, C. J; GRAHAM C. R. (Ed.), The handbook of blended learning: Global perspectives, local Designs. San Francisco: Pfeiffer, p. 3-21, 2006.

GUEUDET, G; TROUCHE, L. Teachers’ Work with Resources: Documentational Geneses and Professional Geneses. In: GUEUDET, G; PEPIN, B; TROUCHEE, L. From Text to ‘Lived’ Resources: Mathematics Teacher Education, v. 7. Dordrecht: Springer Netherlands, 2011. p. 23-41. Disponível em: http://link.springer.com/chapter/10.1007/978-94-007-1966-8_2. Acesso em: 23 mai. 2021.

HODGES, C.; MOORE, S.; LOCKEE, B.; TRUST, T.; BOND, A. The Difference Between Emergency Remote Teaching and Online Learning. Educause Review, 27 mar. 2020. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-difference-between-emergency-remote-teaching-and-online-learning. Acesso em: 23 mai. 2021.

MARQUES, P. P. M. R.; CARVALHO, T. R. S.; ESQUINCALHA, A. C. Impactos da Pandemia de COVID-19 na Rotina Profissional de Professores que Ensinam Matemática: Alguns Aspectos de Precarização do Trabalho Docente. RIPEM, v. 11, n. 3, 2021, p. 19-40. Disponível em: http://sbem.iuri0094.hospedagemdesites.ws/revista/index.php/ripem/article/view/2565/1944. Acesso em: 04 ago. 2021.

MENDES, R. M.; MISKULIN, R. G. S. A análise de conteúdo como uma metodologia. Cadernos de Pesquisa, v. 47, n. 165, p. 1044-1066, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cp/v47n165/1980-5314-cp-47-165-01044.pdf. Acesso em: 03 abr. 2021.

MORAES, R. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999. Disponível em: http://cliente.argo.com.br/~mgos/analise_de_conteudo_moraes.html. Acesso em: 28 mar. 2021.

MORGADO, L. O Papel do Professor em Contextos de Ensino Online: Problemas e virtualidades. In: Discursos, III Série, nº especial, p.125-138, 2001. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/1743/1/professor_online_linamorgado.pdf. Acesso em: 03 abr. 2021.

OLIVEIRA, E.; ENS, R. T.; ANDRADE, D. B. S. F.; MUSS, C. R. Análise de Conteúdo e Pesquisa na área da Educação. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n. 9, p. 11-27, maio/ago. 2003. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/6479. Acesso em: 28 mar. 2021.

RUTHVEN, K. From design-based research to re-sourcing ‘in the wild’: reflections on studies of the co-evolution of mathematics teaching resources and practices, ZDM Mathematics Education, n. 45, p. 1071–1079,2013. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007%2Fs11858-013-0547-x. Acesso em: 23 mai. 2021.

SANTANA, C. L. S.; SALES, K. M. B. Aula em casa: educação, tecnologias digitais e pandemia. Interfaces Científicas, v. 10, n. 1, p. 75-92, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v10n1p75-92. Acesso em: 03 abr. 2021.

SANTO, E. E.; TRINDADE, S. D. Educação a distância e educação remota emergencial: convergências e divergências. In: MACHADO, D. P. Educação em tempos de COVID-19: reflexões e narrativas de pais e professores. Curitiba: Editora Dialética e Realidade, p. 141-151, 2020.

TOMAZINHO, P. Ensino Remoto Emergencial: a oportunidade da escola criar, experimentar, inovar e se reinventar. Paulo Tomazinho, 5 abr. 2020. Disponível em:https://tomazinho.com.br/ensino-remoto-emergencial-a-oportunidade-da-escola-criar-experimentar-inovar-e-se-reinventar /. Acesso em: 03 abr. 2021.

VALENTE, J. A. Blended Learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, Curitiba, n. 4, p. 79-97, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/nspe4/0101-4358-er-esp-04-00079.pdf. Acesso em: 03 abr. 2021.

Downloads

Publicado

06-06-2022

Como Citar

Silva, E. S. da, Caldato, J. C. ., Almeida, M. V. de, Baccar, M. H. M. M. ., & Moura, M. K. G. . (2022). UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A PERCEPÇÃO DE PROFESSORES COM RELAÇÃO AO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL DE MATEMÁTICA. REVISTA PARANAENSE DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 11(24), 244–266. Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/view/6705

Edição

Seção

Artigos Científicos