BALLET CLÁSSICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DIÁLOGOS ENTRE BAKHTIN E A SOCIOLOGIA DA INFÂNCIA

Autores

  • Thaís Castilho

Resumo

O presente artigo promove o diálogo entre os postulados de Bakhtin e o Cí­rculoe a Sociologia da Infância, a fim de problematizar o ensino de Ballet Clássico no contextoda Educação Infantil. Como resultados, a partir da ideia de enunciado-dançado, verifica-seque os movimentos das crianças correspondem a enunciados corporais e corroboram aimportância da dança na esfera escolar. Ao desenvolverem uma compreensão dialógica sobreo Ballet, as crianças produzem sentidos sobre essa Arte, construindo (auto)conhecimentos.Estima-se que, por meio da reprodução interpretativa, imbricada aos compartilhamentoscom seus pares, os pequenos transportem o Ballet para o universo das culturas infantis,realizando os passos clássicos num estado de coautoria, na condição de a(u)tores sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Castilho, T. (2021). BALLET CLÁSSICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: DIÁLOGOS ENTRE BAKHTIN E A SOCIOLOGIA DA INFÂNCIA. O Mosaico, (20). Recuperado de https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/mosaico/article/view/4143