A concepção de educação de Émile Durkheim e suas interfaces com o ensino

Autores

  • Audrey Pietrobelli de Souza Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG
  • Névio de Campos Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Resumo

Este artigo apresenta um breve ensaio reflexivo sobre a concepção de educação presente na teoria de Émile Durkheim e suas implicações para o ensino. Os princí­pios, ideias e conceitos centrais do pensamento de Durkheim são abordados no texto com o objetivo de melhor entender e explicitar a sua concepção educacional. Destaca-se a perspectiva consensual e funcionalista que personaliza a concepção de educação presente na teoria durkheimiana, na qual a educação é reconhecida como instrumento destinado à instalação e manutenção da ordem social.

Palavras-chave: Émile Durkheim, Concepção funcionalista de educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Audrey Pietrobelli de Souza, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Atualmente cursa Doutorado em Educação na Universidade Estadual de Ponta Grossa, Linha de Pesquisa História e Polí­ticas Educacionais. Licenciada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Linha de Pesquisa Cognição e Aprendizagem. Docente do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), lecionando Psicologia da Educação no Curso de Pedagogia e Licenciaturas. Foi coordenadora do Curso de Pedagogia nos anos de 2004 í  2006. Atuou como Diretora Geral do CAIC Reitor Álvaro Augusto Cunha Rocha da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), de 2006 a 2013.

Névio de Campos, Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG

Pós-Doutor em História no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (2015); Doutor em Educação, na Linha de Pesquisa de História e Historiografia da Educação pela Universidade Federal do Paraná (2006); Mestre em Educação, na Linha de Pesquisa de História e Historiografia da Educação pela Universidade Federal do Paraná (2002); Bacharel e Licenciado em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (1999). Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação e Professor no Programa de Mestrado em História da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Referências

COSTA, C. Sociologia: introdução í ciência da sociedade. 2. ed. São Paulo: Editora Moderna, 1997.

DIAS, F. C. Durkheim e a Sociologia da Educação no Brasil. Em Aberto, Brasí­lia, ano 9, n. 46, p. 33-48, abr./jun. 1990.

DURKHEIM, E. Educação e sociologia. 3. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1952.

GUSMíO, P. D. Teorias Sociológicas. 3. ed. Rio de Janeiro: Companhia Editora Forense, 1972.

LUCENA, C. O pensamento educacional de Émile Durkheim. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 40, p. 295-305, dez. 2010.

LAKATOS, E. M. Sociologia geral. 6. ed. São Paulo: Editora Atlas S.A., 1990.

QUINTANEIRO, T.; BARBOSA, M. L. O.; OLIVEIRA, M. G. M. (Orgs.). Um toque de clássicos: Marx, Durkheim e Weber. 2. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

Downloads

Publicado

08-06-2017

Edição

Seção

Artigos