A extensão do território minerário em cidades de pequeno porte: uma análise sobre os impactos do rompimento da barragem de Fundão em Barra Longa/MG

Autores

  • Laura Lanna Carneiro

Palavras-chave:

Barragem de Fundão, Pequenas cidades, Mineração

Resumo

A influência do setor extrativo mineral sobre as cidades do estado de Minas Gerais avançou consideravelmente nos últimos anos. O desastre-crime do rompimento da barragem de Fundão expande o território dessa influência a partir da instalação da entidade privada Fundação Renova sobre o território atingido. As implicações desse agente ultrapassam questões organizacionais anteriormente praticadas nas cidades, especialmente em cidades de pequeno porte, as quais são maioria na área diretamente atingida pelo rejeito. Desde modo, este artigo, baseado em revisão bibliográfica e trabalho de campo, objetiva refletir sobre os impactos políticos e econômicos que estas cidades vêm enfrentando, como o núcleo urbano da cidade de Barra Longa/MG. Nesse sentido, percebe-se que os impactos referentes ao rompimento, não se expressam somente nos campos socioeconômicos e socioambientais, eles acontecem expressamente no campo do poder, seja ele simbólico ou estrutural. Acrescido a isso, discute-se os movimentos de luta e resistência das pessoas atingidas e de seus aliados na tentativa de romper com as práticas da Fundação Renova. Todas essas questões colocam o desastre-crime como propulsor de um conflito já existente, entre mineração e povos tradicionais, porém, externalizando-o a partir da desterritorialização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-05-29