Análise da compreensão dos acadêmicos de ciências biológicas sobre o tema: ciência tecnologia e sociedade

Autores

  • Francieli, Snicer,
  • Josi Mariano Borille

Resumo

A ciência e a tecnologia têm importância evidente e indiscutí­vel no mundo moderno, no qual adquirem caráter relevante em todos os aspectos da vida, influenciando os processos de transformações polí­ticas, sociais e tecnológicas das sociedades. Partindo desse pressuposto, é fundamental que os conceitos e as inter-relações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) sejam trabalhados com alunos de forma a garantir uma melhor formação de um aluno crí­tico e que compreenda a importância da ciência para as transformações tecnológicas e sociais. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi analisar a compreensão dos alunos ingressantes no curso de Ciências da UNESPAR, campus de União da Vitória sobre a concepção sobre CTS. Para o levantamento das informações foi elaborado e aplicado um questionário com 44 acadêmicos matriculados nos 1ªos anos curso de Ciências Biológicas (diurno e noturno). Os resultados mostraram que os ingressantes universitários afirmaram não ter tido contato com o tema CTS no ensino médio, pois quando questionados sobre o conhecimento da sigla CTS e seu significado, 68% afirmaram nunca ter ouvido falar nesta sigla, e apenas 11% afirmaram conhecer a sigla e seu significado. Em relação ao correto entendimento sobre a definição de ciências, foram feitas diversas afirmações que deveriam ser julgadas pelos alunos quanto aos seus entendimentos, as respostas dadas por eles foram consideradas adequadas em 31% e incorretas em 69%. Os resultados afirmam que os alunos avaliados demonstraram em sua maioria não ter conhecimento sobre o conceito de CTS e seu significado, que provavelmente passam pelo ensino médio, saem com uma visão ingênua em relação à Ciência e à Tecnologia. Percebemos também que a os acadêmicos, tem bastante dificuldade em definir Ciências. Esses resultados sugerem que o tema CTS não vem sendo bem trabalhado no ensino médio ou que não há uma compreensão do mesmo por parte dos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francieli, Snicer,

Graduada em Ciências Biológicas, pós graduanda de Educação Ambiental

Josi Mariano Borille

Mestre em Ciências Biológicas - Concentração em Biologia Evolutiva e área de pesquisa em Fisiologia Celular pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Paraná, campus de União da Vitória (2004). Especialização pela referida instituição em Bioengenharia e cursando especializaçao em Biomedicina (UNIGUAÇU). Experiência docente na educação básica, desde 2006 nos anos inicias do ensino fundamental. Experiência docente no ensino superior na área de Biologia Geral, com ênfase em Metodologia de Ensino de Ciências e Biologia. Estágio Supervisionado, Fisiologia Humana, Biofí­sica, Fisiologia Animal Comparada , atuando como professora colaboradora na UNESPAR/UV desde agosto de 2006 até maio 2013. Desde outubro de 2013 até a presente data professora efetiva UNESPAR/UV. Bolsista CAPES/PIBID do projeto Mão Amiga UNESPAR, campus de União da Vitória, Paraná. Coordenadora do curso de Ciências Biológicas 2014/2015. Experiência em análises fí­sico-quí­micas de produtos apí­colas (Laboratório de Controle de Qualidade).

Referências

AULER, D, BAZZO, W. A. Reflexões para a Implementação do Movimento CTS no Contexto Educacional Brasileiro. Ciência & Educação, Baurú, v. 07, n. 01, p.01- 13, 01 jan. 2001.

BAZZO, W. A. LINSINGEN, I. PEREIRA, L. T. V. Introdução os Estudos CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade). Madrid: FotoJAE, 2003.

CANAVARRO, J. M. O que se pensa sobre a ciência. Coimbra: Quarteto Editora, 2000.

CARNIATTO, I. et al. Interações entre ciência, tecnologia e sociedade: estudo da percepção e conceitos de acadêmicos da universidade estadual do oeste do paraná, In: Anais do II Seminário Hispano Brasileiro - CTS, p. 282-294, 2012.

CARNIATTO, I. A formação do Sujeito Professor. Cascavel: Edunioeste, 2002.

CEREZO, J. A. L. Ciência, Técnica e Sociedade. In: IBARRA A.; OLIVÉ, L. Questiones Éticas de la Ciência y de la Tecnologia en el siglo XXI. .Madri: OEI y Biblioteca Nueva, 2003.

FERREIRA, M. H. Contribuição da historia de (pseudo) ciências para abordagem da natureza da ciências um estudo de caso.VII Encontro Nacional de Pesquisas em Educação em Ciências. Florianopolis, 2009.

FILHO, J., VERASTZO, E., LANÇA, T., SOARES, R. & SIMON, F. Percepções de alunos do ensino médio a respeito de tecnologias e suas relações com a escola. Revista do Centro de Educação í Distancia – CEAD/UDESC, 14-26, 2009.

FREIRE P. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996. Pedagogia da Indignação – Cartas Pedagógicas e Outros Escritos. São Paulo: UNESP, p.101. 2000.

GASTAL, M. L.; REZENDE, L. Importância do curso de graduação na concepção de ciência dos estudantes de Ciências Biológicas. Caderno de Programas e Resumos do IX Encontro Perspectivas do Ensino de Biologia. Campinas: Graf. FE/UNICAMP, 2004.

GOMES, B. M. C. Desenvolvimento de um Programa de Formação de Professores do 2º CEB em Ciências. Dissertação de Mestrado. Aveiro: Universidade de Aveiro, 2010.

KOEPSEL, R. CTS no ensino médio: aproximando a escola da sociedade. Dissertação de Mestrado em Educação. Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Florianópolis, SC, 2003.

MANASSERO M. A.; VíZQUEZ A. A.; ACEVEDO D. J. A. Cuestionario de Opiniones sobre Ciencia. Tecnologí­a e Sociedad.(COCTS) ETS Store, Madrid, 2001.

MANASSERO M. A.; VíZQUEZ ALONSO, í.; ACEVEDO DíAZ, J. A. Evaluación de las asctitudes del profesorado respecto a los temas CTS: nuevos avances metodológicos. Enseñanza de las Ciencias, 22(2) pp.299-312, 2004.

MANASSERO, M. A. VíZQUEZ, A. A. Instrumentos y métodos para la evaluación de las actitudes relacionadas con la ciencia, la tecnologí­a y la sociedad. Enseñanza de las Ciencias, 20 (1) pp.15-27, 2002.

MARTINS, I. P. Formação inicial de professores de fí­sica e quí­mica sobre a tecnologia e suas relações sócio-cientí­ficas. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 293-308, 2003.

NASCIMENTO, V. A natureza do Conhecimento Cientí­fico e o ensino de Ciências. In: CARVALHO, Anna Maria Pessoa de Carvalho (Org.). Ensino de ciências: unindo a pesquisa e a prática. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

NUNES, J. A. Um discurso sobre as Ciências 16 anos depois. In: SANTOS, B. S. (Org.). Conhecimento Prudente para uma Vida Decente: um discurso sobre as ciências revisitado. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

PRAIA, J. GIL-PÉREZ, D. VILCHES, A. Papel da Natureza da Ciência da Educação para a Cidadania. Centro de Investigação Didática e Tecnológica na Formação de Formadores, Campus Universitario de Santiago, Ciencia e Educação V.13, Aveira, 2007.

REBELO, I. S., MARTINS, I. P., PEDROSA, M. A., Formação contí­nua de professores para uma Orientação CTS do Ensino de Quí­mica: Um estudo de Caso. Quí­mica Nova na Escola, nº27 ,Fevereiro, 2008.

SANTOS, B. S. (Org.). Conhecimento Prudente para uma Vida Decente: um discurso sobre as ciências revisitado. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

SANTOS, W. L. P. ; MORTIMER, E. F. Uma analise de pressupostos teóricos da alcordagem CTS (Ciencia tecnologia Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciência V. 2, n, 2002.

SILVA, M. G. & NÚÑEZ, I. Os saberes necessários aos professores de quí­mica para a Educação Tecnológica. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, pg 309-330, 2003

SILVA, P. F. Z. O. ; SILVEIRA, R. M. C. F. ; NEVES, M. C. D. ; SILVA . Concepções de Docentes do Ensino Médio sobre o Enfoque Ciência Tecnologia e Sociedade. In: IX ENPEC, 2013, íguas de Lindóia. Anais do ENPEC, 2013.

SILVEIRA, R. M. C. F. . Indisciplina no Ensino Médio: um estudo de caso. In: IV Encontro de Pesquisa da Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2004, Onta Grossa- Pr. anais do IV Encontro de Pesquisa da UEPG, 2004.

SILVEIRA, R. M. C. F.; BAZZO, W. A. EDUCAÇíO TECNOLOGICA: qual o seu papel?. In: COBENGE, 2007, CURITIBA. Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia (Cobenge). Curitiba – PR: ABENGE, 2007.

SILVEIRA, R. M. C. F.; BAZZO, W. A. EDUCAÇíO TECNOLOGICA NUMA DIMENSíO SOCIAL: por quê? E para quem?. In: Simpósio Nacional de Tecnolia e Sociedade, 2007, CURITIBA. ANAIS DO SIMPÓSIO NACIONAL DE TECNOLOGIA E SOCIEDADE. Curitiba, UTFPR, 2007.

Downloads

Publicado

2017-08-17