A LUDICIDADE NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UM RELATO ACERCA DO ATENDIMENTO ÀS CRIANÇAS EM UMA ESCOLA NO MUNICÍPIO DE PARINTINS-AMAZONAS

Autores

  • Glenda Gabriele Bezerra Beltrão UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS

Resumo

Este relato tem por objetivo compreender como acontece o atendimento a criança em uma escola no Municí­pio de Parintins por meio da disciplina Criança, Sociedade e Cultura do curso de Pedagogia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Trata-se de uma pesquisa qualitativa e como método de abordagem utilizamos o tipo etnográfico que nos permitiu a inserção no local da pesquisa por perí­odo prolongado, onde pudemos realizar entrevistas com a gestora, professora e aluno, sendo também realizado uma roda de conversa com as mães das crianças. Para isso nos fundamentamos em autores como: Kramer (2003); Valente (2002); Carvalho (2010) e André (2012). Percebemos que a Escola Municipal, juntamente com os profissionais que dela fazem parte, desenvolve um trabalho significativo com as crianças através de atividades lúdicas, danças e ações sociais. Conclui-se que o trabalho realizado no ambiente escolar é de suma importância para o desenvolvimento do ensino aprendizagem das crianças, principalmente quando a famí­lia e a escola trabalham em parcerias para a construção de uma educação de qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRÉ, Marly Eliza Dalmazo Afonso de. Etnografia da pratica escolar. 18º Ed. Campinas, São Paulo. Papirus, 2012.

CARVALHO, Audrey. O lúdico no desenvolvimento da criança. 1. Ed. São Paulo: Rideel, 2010.

KRAMER, Sonia. Autoria e autorização: questões éticas na pesquisa com crianças. Departamento de Educação da PUC- Rio, 2002.

REDIN, Marita Martins. Crianças e suas culturas singulares. In MULLER, Fernanda; CARVALHO, A. M (orgs). Teoria e prática na pesquisa com crianças: diálogos com Willian Corsaro. São Paulo: Cortez, 2009.

VALENTE, J.A. Repensando as situações de aprendizagem: o fazer e o compreender. Boletim do Salto para o Futuro. TV ESCOLA. Brasí­lia: Secretaria de Educação a Distância – SEED. Ministério da Educação, 2002.

Downloads

Publicado

2016-03-22

Edição

Seção

Documentos