Interface entre Educação Inclusiva e Educação Profissional e Tecnológica: uma Análise da Produção Acadêmica no Perí­odo entre 2017-20021

Autores

  • Francisca Raquel da Costa INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ (IFPI)
  • Rute Glésia Lima Nolêto

Palavras-chave:

educação inclusiva, educação profissional, rede federal, institutos federais

Resumo

Objetiva-se analisar a produção acadêmica acerca da educação inclusiva na Educação Profissional e Tecnológica (EPT). O presente trabalho desenvolveu-se por meio de uma pesquisa bibliográfica realizada em meio eletrônico, tendo como principal base de dados o Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ní­vel Superior (CAPES). Nesta busca, foram selecionados a partir de filtros e critérios pré-estabelecidos nove trabalhos publicados entre os anos de 2017 e 2021. Ao longo da pesquisa, buscou-se responder os seguintes questionamentos: Qual o volume de publicação acerca da educação inclusiva na EPT nas bases de dados? Quais aspectos têm sido priorizados nessas pesquisas? Quais as possí­veis lacunas e fragilidades das pesquisas nessa área? Os resultados encontrados confirmam a existência de um grande volume de publicação nessa área, revelando dentre as publicações um hiato nas pesquisas direcionadas para o ní­vel médio. Revelou-se, ainda, que há uma maior incidência de estudos voltados para a escolarização dos surdos e para a atuação dos intérpretes de Lí­ngua de Sinais.

Palavras-chave: educação inclusiva, educação profissional, rede federal, institutos federais, pesquisa bibliográfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisca Raquel da Costa, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ (IFPI)

Possui graduação em História pela Universidade Federal do Piauí­ (2006), especialização em Educação e Cultura Afrodescendente pela mesma instituição (2007), mestrado em História do Brasil pela Universidade Federal do Piauí­ (2009) e Doutorado em História Social pela Universidade Federal do Ceará. Foi vice Coordenadora do Núcleo de Estudo sobre Africanidade e Afrodescendência - IFARADA e Coordenadora do Curso de Licenciaturas Plena em História e professora substituta da Universidade Estadual do Piauí­ no Campus Heróis do Jenipapo. Atualmente é professora do quadro efetivo do IFPI, Campus Teresina Central e coordenadora do NEABI (Núcleo de Estudos Afrobrasileiros e Indí­genas). Também atua como docente do Mestrado Profissional do PROFEPT. Atua nos seguintes temas: Historia, Escravidão, Memória e Afrodescendência, Relações Raciais e Educação.

Referências

BRASIL. Lei nº 13.0146 de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasí­lia, DF. Presidência da República Disponí­vel em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm Acesso em: 28 set. 2021.

BRASIL. Parecer do Conselho Nacional de Educação/ Câmara Básica de educação CNE/CEB 17/2001. Diretrizes Nacionais para a educação Especial na Educação Básica, 2001. Disponí­vel em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB017_2001.pdf Acesso em: 31 jul. 2021.

BRASIL. Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999. Regulamenta a Lei no 7.853, de 24 de outubro de 1989, dispõe sobre a Polí­tica Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção, e dá outras providências, 1999. Disponí­vel em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d3298.htm Acesso em: 31 jul. 2021.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Aní­sio Teixeira.

Censo da educação básica, 2020: resumo técnico – Brasí­lia: Inep, 2021.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasí­lia, DF. Presidência da República Disponí­vel em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm Acesso em: 31 jul. 2021.

COHEN, E. J., DELAGE, P. E.G A., ALENCAR, R. B., MENEZES, A.B. Percepção dos estudantes em relação a uma experiência de gamificação na disciplina de psicologia e educação inclusiva. Holos. Ano 36, v. 1, 2020. Disponí­vel em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/7597 Acesso em: 02 ago. 2021.

CORDEIRO. D. R. C. L. A inclusão de pessoas com deficiência na rede regular de educação profissional. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Campus de Marí­lia, Marí­lia, 2013. Disponí­vel em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/91207 Acesso em: 02 ago. 2021.

CORRÊA, J. R. S, SANDER, R. E., MARTINS, S. E. A. O. A percepção de universitários sobre a atuação do intérprete de libras no ensino superior. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 30, n. 58, p. 529/540, maio/ago., 2017. Disponí­vel em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/23948 Acesso em: 02 ago. 2021.

CUNHA, Ana Lí­dia Braga Melo. A PRODUÇíO DO CONHECIMENTO SOBRE O PROGRAMA TEC NEP NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇíO NO BRASIL - 2000 - 2014. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, [S.l.], v. 1, n. 16, p. e3554, abr. 2019. ISSN 2447-1801. Disponí­vel em: <http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/RBEPT/article/view/3554>. Acesso em: 02 ago. 2021.

LEMOS, E. C, CAVALCANTE, I. F., ALMEIDA, R. P. B. Análise e diagnóstico da acessibilidade no moodle para deficientes visuais. Holos. Ano 35, v. 4, 2020. Disponí­vel em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/9219 acesso em: 02 ago. 2021.

MARTISN, V. F., AMATO, C. A. de La H., RIBEIRO, G. R., ELISEO, M. A. Desenvolvimento de aplicações acessí­veis no contexto de sala de aula da disciplina de Interação Humano-computador. Revista Ibérica de sistemas e tecnologias de Informação, São Paulo, n. 17, p. 729/741, 2019. Disponí­vel em: https://www.proquest.com/openview/f8691ce6ac65f34e0119ef6f82330dd2/1?pq-origsite=gscholar&cbl=1006393 Acesso em: 02 ago. 2021.

MIRANDA, T. G. Educação profissional de pessoas portadoras de necessidades especiais. Cadernos do CRH (UFBA), Salvador, v. 14, n. 34, p. 99-123, 2001.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação. v. 12, n. 34, p. 152-180, jan./abr. 2007.

SILVA, Danilo da., FERNANDES, Sueli de Fátima. O tradutor intérprete de lí­ngua de sinais (TILS) e a polí­tica nacional de educação inclusiva em contexto bilingues para surdos: um estudo da realidade da rede pública estadual paranaense. Revista Educação Especial. v. 31, n. 60, p. 35/60, jan./mar., 2018. Disponí­vel em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/24814 Acesso em: 02 ago. 2021.

SILVA, M. M. da., FREIRE, G. H. A. Um olhar sobre a educação de surdos í luz da competência em informação. Inf. e Soc., João Pessoa, v. 27, n. 1, p. 161-174, jan./abr. 2017. Disponí­vel em: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/33194 Acesso em: 02 ago. 2021.

TEIXEIRA, D. S., BARRETO, D. A. B., NUNES. C. P. Educação especial e formação docente: alunos com deficiência intelectual e atendimento educacional especializado. Holos. ano 37, v. 2, p. 1-19, 2021. Disponí­vel em: http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/12080 Acesso em: 02 ago. 2021.

VICARI, L. P. L., RAHME, M. M. F. Escolarização de alunos com TEA: práticas educativas em uma rede pública de ensino. Revista Educação Especial, Santa Maria, v.33, 2020. Disponí­vel em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/43296 acesso em: 02 ago. 2021.

FIGUEIRA, Emí­lio. O que é educação inclusiva. 1. ed ebook. São Paulo: Brasiliense, 2017. Coleção Primeiros Passos. Disponí­vel em: https://indicalivros.com/livros/o-que-e-educacao-inclusiva-colecao-primeiros-passos-emilio-figueira#. Acesso em: 4 jul. 2021.

JANUZZI, Gilberta de Martinho. A educação do deficiente no Brasil: dos primórdios ao iní­cio do século XXI. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar: o que é? por quê? como fazer? São Paulo: Summus, 2015.

MAZZOTA, M. J. S. Educação Especial no Brasil: história e polí­ticas públicas. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2015.

SILVA, Izaura Maria de Andrade da. Polí­ticas de educação profissional para pessoa com deficiência. 2011. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação, Belo Horizonte, 2011.

SILVA, A.G. A educação profissional de pessoas com deficiência mental: a história da relação educação especial/trabalho na APAE-SP. 2000. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de campinas, Campinas, 2000. Disponí­vel em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/251089 Acesso em: 02 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2022-04-21