01. Reflexões sobre Experiências do Ensino das Artes Visuais com Adolescentes em Conflito com a Lei

José Carlos da Rocha

Resumo


Este artigo é um fragmento das experiências desenvolvidas na pesquisa do mestrado com o objetivo de reflexão e sobre experiências do Ensino das Artes Visuais com adolescentes em conflito com a lei, no Centro de Internação Feminina (CIF), em Florianópolis, Brasil. Este estudo visa  compartilhar saberes sobre a Arte em espaços tolhidos de liberdade, como artista, pesquisador e educador, com o objetivo de ressignificar memórias e experiências singulares e estéticas das adolescentes reclusas.  Consideram-se as conexões entre a narrativa verbal e oral das suas experiências, com o desenvolvimento de microprática  com a  monotipia, a cianotipia, a fotografia, a pintura e o desenho  como formas de expressão artística e percepção de si e do contexto de suas reminiscências. Nesse sentido, procuram-se conceitos nos estudos teóricos de Almeida (2009), Barbosa (1991), Bergson (2010), Irwin (2013), Baudrillard (2004), Foucault (2014), Eisner (2011), Benjamin (1995), Freire (1996) e Dewey (2012), que abordam questões referentes à presente pesquisa. Utiliza-se a A/r/tografia como metodologia de hibridização entre a narrativa contextualizada e a linguagem visual. Demonstram-se dois movimentos: um sobre os trabalhos artísticos e narrativas sobre memórias e experiências elaboradas pelas adolescentes, e outro, no encontro de experiências, reflexões críticas, observações e percepções como artista-pesquisador-professor. Nesse contexto, a pesquisa de campo buscou encontrar respostas e perguntas,  proporcionando  intersecções na construção de novas subjetividades e ressignificações por meio  do  Ensino das Artes Visuais nesses espaços não acadêmicos. Verificou-se que as adolescentes observaram suas experiências ressignificadas pelos processos artísticos, propiciando reconstruir identidades, expressões criadoras, autoestimas e refletir e interpretar os trabalhos produzidos e o próprio mundo.


Palavras-chave


Ensino das Artes Visuais; Reminiscências; Experiências singulares; Adolescentes reclusas; Artista-pesquisador-professor.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALMEIDA, C. M. C. Ser Artista, Ser Professor: razões e paixões do ofício. São Paulo: Editora USP, 2009.

BARBOSA, A. M. T. B. A imagem no ensino da Arte: anos oitenta e novos tempos. São Paulo: Editora Perspectiva, 1991.

BASBAUM, R. I love etc-artists. Texto originalmente publicado em inglês, parte do projeto The Next Documenta Should Be Curated by an Artist, traduzido para o português em Políticas institucionais, práticas curatoriais, organizado por Rodrigo Moura (Belo Horizonte, Museu de Arte da Pampulha, 2005). Dossiê do artista. Arquivo 30.ª Bienal Ricardo Basbaum, um artista-etc. Disponível em: . Acesso em: 3 fev. 2016.

BASBAUM, R. Manual do Artista – etc. Texto: O Artista como pesquisador. R.J: Beco do Azougue, 2013.

BAUDRILLARD, J. O sistema de objetos. S.P. Ed. Perspectiva, 2004.

BENJAMIN, W. Obras Escolhidas. Rua de mão única. S. P.: Ed. Brasiliense, 1995.

BERGSON, H. Matéria e memória: ensaio sobre a relação do corpo com o espírito. 4. ed. S.P.: WMF Martins Fontes Ltda, 2010.

DEWEY, J. Arte como experiência. S.P.: Ed. Martins Ed. Livraria Ltda., 2012.

EISNER, E. El ojo ilustrado. Indagación cualitativa y mejora de la práctica educativa. Barcelona: Paidós Educador. Libraria Paidos, 2011.

FISCHER, E. O ensino de arte e formação de docentes. S.P.: Ed. A, 2002.

IRWIN, R. A/r/tografia: uma mestiçagem metonímica. In: BARBOSA, Ana Mae; AMARAL, Lilian. (Org.). Interterritorialidade, mídias, contextos e educação. S.P.: Edições SESCSP, 2008. p. 87-104.

JESUS, J. A. L. (In)visibilidades: um estudo sobre o devir do professor-artista no ensino em artes visuais. 2013. 260 p. Tese (Doutorado em Educação Artística)- Faculdade de Belas Artes, Univ. do Porto, Porto, 2013.

KAPLAN, A. Introdução. In: DEWEY, John. Arte como experiência. S.P.: Ed. Martins Ed. Livraria Ltda., 2012. p. 7-49.

LAMPERT, J. Tessituras sobre Arte e Arte Educação, ou: sobre deambulações no ensino de arte. In: OLIVEIRA, Marilda Oliveira de; HERNANDEZ, Fernando (Org.). A formação do professor e o ensino das artes visuais. 2. ed. Santa Maria: UFSM, 2015, p. 103-118.

MARTORANO, L. Da memória e seus lapsos. 2000. 160 f.Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Pintura e Gravura) – CEART- UDESC- SC - Florianópolis, 2000.

MATTAR, S. Sobre Arte Educação: entre a oficina artesanal e a sala de aula. Campinas: Papirus, 2010.

PATZDORF, D. Corpos encarcerados: breves reflexões sobre o ensino de arte a partir de uma experiência penitenciária. In: MATTAR, Sumaya, ROIPHE, Alberto (Org.). Arte e Educação: ressonâncias e repercussões. S.P. ECA 2016. p. 53-61.

ROCHA, J. C. Memórias afetivas: museu dos objetos. 2013. 55 p. (v.1), 72 p. (v.2). Trabalho de Conclusão de Curso em Artes Visuais – CEART, UDESC, Florianópolis, 2013.

ROCHA, J. C. Reflexões sobre a experiência: paisagem cartográfica do artista/pesquisador. In: ANPAP, 24, Santa Maria, 2015. Anais... ANPAP, Santa Maria, 2015.

SALGADO, S. Retratos de Crianças do êxodo. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

______. Terra. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

THORTON, A. The Artist Teacher as Reflective Practitioner. Chicago: Intellect Bristol, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Interdisciplinar Internacional de Artes Visuais - Art&Sensorium

R. Sensorium, Curitiba, PR, Brasil, eISSN 2358-0437

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

INDEXAÇÕES:

DOAJ

MIAR

LATINDEX

DIADORIM

DOI