A GEOMETRIA DA NATUREZA NA PINTURA, NA ESCULTURA E NA ARQUITETURA RENASCENTISTA.

Maurício Sérgio Bergamo, Fabrício Pedroso Bauab

Resumo


Discutida em grupos de trabalho, artigos e livros, o artigo investiga a ideia de natureza formalizada entre os séculos XIV e XVI, período histórico conhecido como o Renascimento Europeu. Utilizando importantes representações artísticas daquele período histórico, as pinturas e a escultura selecionadas para a análise interdisciplinar do conceito de natureza, serão utilizadas nesse artigo, para ressaltar o caráter métrico da cosmovisão ocidental instituída durante o Renascimento Europeu. A Anunciação (1472), de Leonardo da Vinci, O Casal Arnolfini (1434), de Jan Van Eyck e o David Nu (1440) de Donatello, importantes representações artísticas que marcaram o recorte histórico designado, sob o olhar interdisciplinar da Geografia, Filosofia e da História da Ciência, serão analisadas para ressaltar alguns dos principais aspectos epistemológicos vinculados a cosmovisão quantitativa ocidental.


Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



R. Sensorium, Curitiba, PR, Brasil, eISSN 2358-0437

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

 

 

DOAJ - DIADORIM - LATINDEX - INFOBASE INDEX - MIAR

Locations of visitors to this page